Veja os efeitos dos protestos contra a 31º Bienal de “artes”

 

Foto divulgação publicada na Folha de São Paulo

Se você já fez o seu protesto, que junto a outros milhares já somam mais de 30.000, saiba que teve já um primeiro grande efeito.

Mesmo que fizéssemos todo o esforço e fôssemos completamente ignorados ou desprezados, teríamos cumprido o nosso dever, e Deus nos olharia com alegria por ver que não cruzamos os braços diante dos sacrilégios, das blasfêmias e da promoção do aborto, impulsionados em nome da arte pela 31ª Bienal em São Paulo.

Primeira vitória

Mas, na verdade, já obtivemos a primeira vitória! Foi proibido o acesso para menores de 18 anos à exposição “Espaço para Abortar”. Ora, o público infanto-juvenil era o público alvo da obra, a principal vítima que tinham em vista! Mais informações aqui.

Nota de repúdio

O Bispo de Frederico Westphalen (RS), Dom Antonio Rossi Keller, publicou uma nota de repúdio aos sacrilégios da 31ª Bienal de artes de São Paulo, citando trechos de nosso manifesto. Leia aqui.

Enquanto isso, segundo a Folha de São Paulo (24/9/2014) “a assessoria da Arquidiocese paulista diz que dom Odilo visitará em breve a Bienal e, aí, avaliará se cabe tomar alguma posição”. Enquanto católicos, esperamos ansiosos esse pronunciamento da Arquidiocese, embora lamentemos que esteja tardando. A Bienal vai até o dia 7 de dezembro. Rezemos e esperemos.

 Se você já protestou, veja aqui como fazer mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome