Veja vídeo
ATENÇÃO VIDEO CHOCANTE
Agressão do movimento homossexual
contra católicos em Curitiba

A difusão dos episódios de violência praticados em Curitiba, em 14 de janeiro último, por integrantes ou simpatizantes do movimento homossexual, vem tendo larga difusão na Internet.

Um dos vídeos mais reveladores foi produzido pelo grupo agressor e postado em Youtube.

O outro foi preparado por jovens cooperadores do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira – IPCO. Nele, patenteia-se o caráter pacífico da “Cruzada pela Família” levada a cabo pelos jovens católicos. Encontra-se publicado no site do Instituto. Clique aqui.

Numerosos são os comentários de leitores revoltados pela baixeza e covardia empregada na agressão contra os jovens do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira. Já os comentários dos militantes pró-homossexualismo são acintosos, ameaçadores e violentos.

O jornalista Carlos Ramalhete, colunista da “Gazeta do Povo”  traduziu bem a impressão geral suscitada pela agressão contra os jovens católicos no artigo “Ataque neofacista” que reproduzimos a seguir:


(Publicado na “Gazeta do Povo”, 24/01/2013)

Carlos Ramalhete
Carlos Ramalhete

Algumas décadas atrás, em plena Guerra Fria, grupos terroristas de extrema-esquerda tentaram tomar o poder pela força e implantar ditaduras totalitárias na América Latina, com farto apoio financeiro e logístico estrangeiro.

A resposta das Forças Armadas da região foi em geral severa, e muitas vezes truculenta. O único país da região em que o terrorismo e sua repressão não ceifaram milhares de vidas foi o Brasil, fiel à sua cultura conciliadora.

Aqui, como lá, houve mortes em combate de ambos os lados e vítimas inocentes foram atingidas.

Não houve, contudo, práticas quase genocidas como as que mancharam a história militar dos demais países do Cone Sul, e a Lei da Anistia perdoou os excessos de ambos os lados.

No Brasil, o grosso da luta restringiu-se, felizmente, ao campo da mobilização da opinião popular.

Poucos trabalharam tão acirradamente no combate pacífico às tentativas de estabelecimento de um Estado totalitário quanto a Tradição, Família e Propriedade (TFP), entidade laical de inspiração católica baseada em São Paulo. Em seu auge, ela chegou a contar com mais de 1 milhão de correspondentes e simpatizantes espalhados por todo o país.

Após o fim daquele conturbado período, contudo, ela perdeu quase tudo. Até mesmo seu nome e suas propriedades lhe foram arrancados pelo Judiciário e entregues a um grupo que não se interessa pela militância política.

Sua ação, contudo, persiste, ainda que em condições comparativamente precárias, sob o nome do Instituto Plínio Correia de Oliveira (IPCO), numa homenagem ao seu fundador.

Poucos dias atrás, uma manifestação pacífica do IPCO em Curitiba foi atacada por militantes “gay”, em outra demonstração clara da índole fascista deste movimento.

Não lhes basta a tolerância; esta, aliás, lhes é estranha. Para eles, vale tudo para calar qualquer voz discordante.

A agressão, desavergonhadamente gravada por um dos que a perpetraram, pode ser vista na internet.

É assustador: blasfêmias e berros obscenos a centímetros do rosto, empurrões e ofensas, respondidos apenas com orações e silêncio.

Uma pedrada, registrada no 1.º DP, atingiu um dos rapazes do IPCO, que precisou ir ao hospital e receber três pontos de sutura na cabeça.

É a ação covarde do neofascismo.

Não interessa se estamos ou não de acordo com o que diz o IPCO. Eu mesmo não concordo com tudo o que pregam.

Eles têm, contudo, o direito de defender em público pacificamente o que querem preservar.

E é isto que os neofascistas “gay” estão tentando impedir.

(os destaque são nossos)

Não corrompam nossas crianças através da “Ideologia de Gênero”

A Ação Jovem do IPCO está promovendo uma campanha nacional de abaixo-assinados que serão enviados para o Presidente Michel Temer pedindo a exclusão da satânica "Ideologia de Gênero" da Base Nacional Comum Curricular - BNCC.

Clique aqui e assine já!

 

17 COMENTÁRIOS

  1. Tenho vergonha de ser humano, mais sou feliz em ser filho de DEUS. Quero ver se as TVs mostram isso. Vejam que tipo de gente, sem educação, sem perfil, sem nada, ou seja, se eu pudesse enquadra-los com toda certeza não enquadraria como seres humanos. É uma pena pois todo mundo de bem e verdadeiro CRISTÃOS deveria ir para a rua para ajudar esses jovens que aí estão tentando mostrar um mundo verdadeiramente CRISTÃO. Só há uma solução no final: Que DEUS repita o que houve com sodoma e gomorra. Morrerão muitos bons, mais eles verão a DEUS, enquanto que esses inconsequentes tenho certeza que verão ao DEMONIO, pois já são um deles.

     
  2. Concordo com vc Antonio, deviam mesmo ser processados, pois se fazem de coitados e disso nada eles tem…. Querem impor à sociedade a tal situação e ainda querem respeito Ah, pelo amor de Deus, não é a toa q depois levam pancadas por aí…..

     
  3. CREIO QUE SEJA DE FUNDAMENTAL IMPORTÂNCIA UM PROCESSO JUDICIAL DA PARTE DO INSTITUTO PLINIO CORRÊA de OLIVEIRA CONTRA ESTA CORJA DE DELINQUENTES SUSTENTADA POR ESTE ACTUAL DESGOVERNO BRASILEIRO. NÃO PODEMOS PERMITIR QUE ESTA ARROGÂNCIA RACISTA SE IMPONHA COMO PRÁTICA COMUM EM NOSSA SOCIEDADE.

     
  4. O Instituto não vai tomar as providências legais cabíveis contra os delinquentes homossexuais que atacaram a Caravana?

    A agressão praticada por homossexuais NÃO vira notícia no SBT, Globo ou Record.

    A Caravana está aí, percorrendo o Brasil inteiro e nenhuma notícia em jornal. Ainda mesmo quando seus membros são agredidos a pedradas pelo movimento gay, nenhuma notícia em jornal. Mas vá dizer alguma “palavrinha” contra essa HORDA, contra a prática homossexual deles. Em segundos, você vira alvo da mídia gayzista. Essas três redes de TV imediatamente transformariam isso em manchete.

     
  5. O pior é o seguinte,

    Se esses valorozos jovens, apoiados no direito constitucional de legítima defesa reagissem a tal agressão na mesma proporção, já estaria trancafiados pelo crime de “homofobia”.

     
  6. Deus deixou homem e mulher para formar familia,homem com homem ou mulher com mulher jamais poderao ser chamados casal pois,jamais poderao ter filhos e ser chamados de familia.sou super a favor desse movimento, apesar de ter uma lesbica na familia.vou rezar por vcs e pedir a proteçao da sagrada familia para todos vcs e a familia de vcs fiquem com deus.

     
  7. O IPCO deveria abrir processos civis e criminais, por agressão verbal, moral e fisica, difamação, intolerancia religiosa, danos morais e materiais, contra os manifestantes identificado pelas imagens e organizações que estiverem por traz de tudo. Ao mesmo tempo fazer campanha publicitária desses processos e condenações se houver. Isso irá intimidar futuras agressões. Porem se nada for feito cada dia as agressões irão aumentar até inviabilizar a atuação do IPCO.

     
  8. Meus cumprimentos ao Carlos Ramalhete. Se todos os jornalistas tomassem atitude corajosa como essa os homossexuais não teriam a petulância de agredir os heroicos membros do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira. Só fizeram isso porque sabem que tem de seu lado a mídia e a autoridade – não falemos do apoio dos clero… que tristeza – mas não tem a maioria do público. Vi o vídeo e não vejo senão um magote de alucinados.
    Público? Veja o que houve em Paris no dia 13 de janeiro, quase um milhão de pessoas contra o casamento homossexual.
    É triste ver os policiais presentes não terem feito nada para impedir a agressão dos homossexuais. Afinal, para que estavam lá então?

     
  9. Está de parabéns o Carlos Ramalhete pela objetividade e lucidez com que tratou da matéria. Quero ver agora se outros jornalistas — o Reinaldo de Azevedo, por exemplo — que têm criticado com bons argumentos e sobradas razões os desmandos do lulo-petismo, comentarão mais este desmando, pois esses grupos homossexuais gozam de todo o apoio do governo. Esses jornalistas estão com a palavra.

     
  10. Deus deixou homem e mulher para formar familia,homem com homem ou mulher com mulher jamais poderao ser chamados casal pois,jamais poderao ter filhos e ser chamados de familia.sou super a favor desse movimento, apesar de ter um homossexual na familia.vou rezar por vcs e pedir a proteçao da sagrada familia para todos vcs e a familia de vcs fiquem com deus.

     
  11. Além de parabenizar aos jovens caravanistas desejo também notar a atitude corajosa do colunista Carlos Ramalhete que deu sua opinião baseada nos fatos ocorridos e não foi na onda pro homossexualismo.

     
  12. ECLESIASTES 10: A INFLUÊNCIA DO INSENSATO- Môsca morta estraga um vidro de perfume,e um pouco de insensatez pesa mais do que a sabedoria e a honra. O sábio se orienta bem,mas o insensato se desvia. Quando o insensato anda pelo caminho, falta-lhe inteligência e pensa que todo mundo é insensato também.
    Êsse video mostrou a insensatez em toda plenitude. Se, assistí-lo mais vezes, observando as fisionomias, gestos, palavras, cartazes e atitudes, fatalmente notar-se-á, jovens drogados ou alcoolizados, (dependentes químicos da mesma forma), viciados, arrogantes e presunçosos.
    Ao analisarmos a questão mais a fundo chegar-se-á a uma conclusão: FALTOU EDUCAÇÃO
    FAMÍLIA, TRABALHO, RESPONSABILIDADE, FILOSOFIA, (aprender a pensar), MORAL e ÈTICA.
    SOBROU: mídia, falsa ideologia, crendices, satanismo, etc.
    LEMBREM-SE DO SALMO : -“Bendita é a nação cujo DEUS é o SENHOR”.

     
  13. Agora a lei é o seguinte: um homossexual pode te distratar, pode te humilhar, pode te chamar de preconceituoso, de racista, de nazista, pode querer impor a teus filhos que o bom é ser homossexual, pode usar e abusar de nós todos, e nós temos que ficar caladinhos, porque se dissermos alguma coisa…AH, aí é preconceito!

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome