banner post

Participe da conferência promovida pelo Instituto Plinio Corrêa de Oliveira que será proferida pelo Prof. Ibsen Noronha(*) sobre “Brasil e Portugal – muito mais que irmãos“.

Clique aqui e veja como foi

Data:  22 de agosto 2013 

Horário: 19 h (recepção) 
                   19:30 (início da conferência)

Local: Club Homs – Av. Paulista, 735 – São Paulo -SP
            (a 100 m do metrô Brigadeiro, há estacionamento pago no local)

(*) Prof. Ibsen Noronha: Professor de História do Direito Português – História do Direito Romano e Administração Pública na Faculdade de Direito de Coimbra (Portugal), sendo o primeiro professor brasileiro a lecionar nessa importante e histórica instituição.

Clique aqui e veja como foi

11 COMENTÁRIOS

  1. S.P.25.08.2013.

    Caros,

    infelizmente não pude estar presente na conferência por motivo tenho certeza que quase todos sabem como doi. Uma dor de dente fora do comum
    que resultou em infecção e somente hoje dominada.

    Saudações.

  2. Interessante! Nós deveríamos, agradecer a Deus e a Santíssima Virgem por sermos descobertos por este povo destemido e valente. Portugal foi o país que a providência colocou em nossas mãos, para que possamos desenvolver com respeito e gratidão. Tentar colocar lentes possantes em todos erros aqui cometidos. É falta de critério e desconhecimento dos fatos. Tudo que é humano, encontramos defeitos, erros e imperfeições. Portugal esforçou o que pode para nos tornar um país católico, trazendo em suas naus, dezenas de Jesuítas para educar, cristianizar os nossos índios, de costumes pagãos e grosseiros. Foram estes bravos sacerdotes, que enfrentaram as temidas selvas, para levar aos corações destes povos, o nome santo de Deus. Aonde estar a gratidão pelo nossos heróis da fé? Padre José da Anchieta…Que deu praticamente a sua vida pela salvação dos índios, do povo brasileiro. Não só aprenderam a fé, mas também as demais matérias. Educação, gramática, costumes sadios e belos para uma vida harmoniosa do nosso povo. Será que tem alguém com coragem de dizer, que os jesuítas vieram aproveitar do nosso patrimônio? Quando se estuda a verdadeira história do Brasil. Devemos agradecer aos Portugueses e não critica-los. Muitos só sabem falar mal de tudo sem bases sólidas nestas criticas.
    Qualquer país que vamos, lá também vamos encontrar os problemas. Nós estamos atravessando esta crise, de fé, de moral, desorganização geral no comando da nossa nação. É devido a falta de fidelidade dos nossos governantes, aos mandamentos da Lei de Deus e da Santa Igreja. O dia que nós caminharmos com fidelidade nos preceitos de Deus; o resto a Providência se incumbirá de governar com precisão.
    Joelson Ribeiro Ramos.

  3. Oh! meu caro Josias, como lastimo seu tom despeitoso a respeito de nossas origens. Veja que eu pego ponto-por-ponto o que você toma como desprezível, mas eu vejo como em sentido oposto. estabelecendo alguns conformes:
    1)A marca deixada por Portugal com seus costumes, cultura e ambientes, no Brasil é de um valor extraordinário, considerado em si mesmo, e em relação aos outros povos. Poderia dar vários exemplos do que afirmo, mas, por brevidade, dou apenas um: a solução para o escravagismo. A Princesa Isabel o resolveu com a Lei Áurea – antecedida sabiamente com Decretos que a prepararam -. Nos EE. UU. custou uma guerra civil que ceifou mais de I milhão de vidas, e até hoje deixa sequelas.
    2)Grande parte da população indígena foi assimilada à nossa raça, são poucos os brasileiros que não tem algum ancestral indígena. A capacidade intuitiva do povo brasileiro vem, em boa parte, do sangue índio que corre em nossas veias. Isso não me deprime em nada, pelo contrário. Mas, também devo declarar que a civilização me veio dos portugueses com seus usos e costumes, sobretudo pela sua Fé na Santa Igreja Católica.
    3)Quanto ao último ponto (a) a corrupção, debito na conta da república e seus fautores. Já a (b)desigualdade natural é um bem, não um mal.
    Peço desculpas pelo texto tão longo, mas espero, pelo menos, em parte, tê-lo satisfeito.
    Um abraço.

  4. Graças a Deus que fomos colonizados por portugueses. Mesmo com os degredados, com a mistura das raças, o povo brasileiro fala Português, a Língua que Nossa Senhora usou em Fátima para avisar ao mundo dos castigos que viriam caso a humanidade pecadora não se convertesse. Somos um grande país católico porque os portugueses nos transmitiram a nossa fé católica. O resto é resto.

  5. Caros srs.

    O fato de termos sido colinizados por portugueses, ingleses, espanhóis, franceses ou outra coisa que o valha, é para nós brasileiros indiferente. O que realmente conta é o povo, vamos parar de colocar a culpa do nosso atraso tecnológico à nossa colonização, fazem mais de quinhentos anos da descoberta, e nós no século XXI, ainda estamos com a choradeira de que somos atrasados devido a colonização. Ora meus caros, esse país precisa e olhar para frente, querermos ser um país realmente de primeiro mundo ou vamos ficar esperando o governo nos dar tudo o que precisamos.
    Os EUA, esqueceram a colonização e se tornaram realmente grandes, a Austrália fez o mesmo, e outros que agora não me recordo olharam para frente sem o ranço do apadrinhamento governamental.
    Um abraço a todos

  6. Sra Iria, concordo com exposto em suas argumentações, já a questão de muito tempo venho falando em meu meio de relacionamento quanto a exploração indevida e criminosa do nióbio, maior reserva do mundo deste mineral que se encontra em território nacional. Com relação ao tratado de Tordesilhas, cabe lembrar, que seria nefasto em caso de sermos “colonizados” pelos espanhóis, não teríamos com certeza a unidade a dimensão territorial que hoje possuímos e seríamos várias Nações divididos. Os espanhóis saquearam, mataram e exterminaram culturas mais adiantadas dos que aqui encontraram os português. As capitanias hereditárias foi uma forma de nos manter unidos como colônia de Portugal. Culminou com a vinda da corte real de Portugal e graças a este fator temos hoje a Nação, País Brasil. Somos um povo heterogêneo, nos falta ainda muito ainda para que possamos nos tornar um País desenvolvido e só será possível através de uma revolução na educação, participação da instituição família, Estado, todos os segmentos representativos de nossa sociedade e no meu caso creio na metafisica a crença em um DEUS único.

  7. Muito mal se querem saber e isso é amplamente conhecido em todos os extratos sociais no país.
    Curioso, é que a Austrália foi inicialmente uma colônia penal, mas para gáudio dela, foi colonizada pelos ingleses.

  8. A maior infelicidade para o Brasil, não foi só ser descoberto pelos portugueses, aliás, não foram os portugueses, muitos outros passaram aqui antes e também depois, porém o maior estrago foi ter trazido para o Brasil como opção de pena para os degredados, ou perpétua ou a selva brasileira, daí que Portugal exportou para o Brasil, bandido e mais bandido, plantaram e é isto que está dando até hoje, e isto não tem fim, só matando mesmo, acabar pela raís, além de, pelas viagens dos portugueses pela África, descobriram o caminho da escravidão, por primeiro, o próprio ZUMBI, o primeiro mestre de ensino de escravismo, ele mesmo mostrou para os portugueses de como se fazia, veio para o Brasil com escravos e espalhou o assunto entre os senhores que adotaram a novidade que massacrou por tanto tempo dentro de nosso país muitos escravos; e no que deu ? A mistura destes
    três elementos (índios, escravos e degredados)que infelizmente temos em nosso meio, a Universidade da pilantragem, da vagabundagem, da trapaça, está no sangue do que resultou desta mistura, diga-se, nem todos, mas com certeza a maioria – “em se plantando, dá”. Com a vinda de outras origens de pessoas em decorrência de guerras (alemães, italianos, judeus, poloneses e vários outros em menores quantidades e posteriormente, famílias escolhidas, japonesas, a pedido do governo brasileiro), desde sempre um grande exemplo de trabalho, respeito, dedicação, que ajudou a dignificar um pouco o Brasil, porque ainda está afundado, infelizmente pelo que aqui começou. Roubo ao nosso patrimônio, desde o pau Brasil, ouro, todo tipo de minério, e ainda hoje, se continuarmos a vender, exportar nosso produto, bruto, continuaremos a ser escravos do mundo. Temos que transformar nossa matéria prima em produtos acabados; exemplo, o NIÓBIO que 98% o Brasil detém, vende mais de R$ 10 bilhões anuais e onde está esta cifra em algum demonstrativo nacional de vendas feitas pelo Brasil, valor este que não vem para o Brasil, fica no bolso de alguns brasileiros que apóiam a Inglaterra a venda de nosso minério ao mundo, faturando alto sem os respectivos pagamentos de direitos ao Brasil. Quer dizer, tem salafrário recebendo jantar de gala, e honrarias, sentado ao lado da rainha da Inglaterra em troca de manter esta farsa de os ingleses poderem vender para o mundo o, NIÓBIO brasileiro, sem qualquer constrangimento com esta tamanha roubada. Porque o governo brasileiro mandou demarcar a Serra do Sol em Roraima ? O local é a maior reserva brasileira do Nióbio. E o que ainda existe desta forma em outras áreas que nem sabemos. Outro caso é a venda de muito ferro bruto para a China, ela transforma e vende para o Brasil, vejam só, o nosso ferro em laminados finos por um preço até 15 a 30 vezes mais caro do valor do ferro gusa quando saiu daqui. ? ? ? – Porque não tem no Brasil uma indústria de laminados finos, utilizando o nossa matéria prima ? Não pode mais isto, as autoridades brasileiras tem que parar de camuflar estas práticas, o congresso nacional, que quase não trabalha, tem aí um grande trabalho para acompanhar e regular estas práticas criminosas contra o Brasil desde seu descobrimento. Tem mais; não foi nenhuma honra a assinatura da Lei áurea, estudem para saberem de fato porque ela ocorreu, coisa que não ensinam nas escolas, e que acordo promoveu, e reconheceu de que Portugal fosse reconhecido como o descobridor do Brasil !!! É totalmente diferente do que ouvimos nas escolas, e porque mesmo com toda esta preferência dada a Portugal, para que este dominasse e pudesse pegar o que quisesse do Brasil, sem ser punido pelos outros países, França, Espanha e outros ? ?, e mesmo com tanto roubo do Brasil, Portugal permanece miserável, endividado ?
    Está aí o que confirma muita coisa: “O que os homens não fazem para não trabalhar”. De quem são mesmo originários os portugueses desde os tempos dos FARAÓS ? Alguém pode me responder ?

  9. Como os Portugueses marcaram o povo brasileiro com seus costumes;
    Como os Portugueses dizimaram a população nativa da América do Sul;
    Como os Portugueses criaram o Brasil, um país desigual e corrupto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome