Missa de Natal numa igreja de Seul
Missa de Natal numa igreja de Seul

A Igreja Católica na Coreia do Sul cresceu 1,5% em 2013, de acordo com as estatísticas oficiais da Conferência Nacional dos Bispos, superando largamente o crescimento vegetativo da população. Dessa maneira, superou a fronteira dos 10% do país, atingindo 10,4%, noticiou a agência AsiaNews.

No grande conglomerado populacional representado pela capital Seul e suas cidades satélites se concentram 56,1% dos católicos do país.

Em 2013 foram batizados 118.830 catecúmenos, na sua maioria homens adultos (63.285). Também foram batizadas 25.589 crianças.

Ainda em 2013, foram ordenados 117 sacerdotes, 2,6% a mais do que o ano passado. O número de sacerdotes chegou a 4.901, com 36 bispos, dois Cardeais, 1.564 religiosos regulares e 10.173 freiras. Os fiéis totalizam 5.442.996 e foram atendidas 4.665.194 confissões.

Os números refletem uma tendência constante há bom número de anos. Mas existem fatores que preocupam.

Os maus exemplos, escândalos e confusões que provêm também do clero no exterior estão prejudicando o catolicismo coreano.

Em 2013 o número de casamentos caiu 6,2% e a frequência à Missa diminuiu 1,5% em relação ao ano anterior.

5 COMENTÁRIOS

  1. O catolicismo é maravilhoso.O Sacerdote é ordenado segundo a Ordem de Melquisedeque,(Hebreus 5 ( 1-5), portanto tem autoridade de Jesus assim como o homem comum tem autoridade em sua casa ( família). Se há desvio, traição com Jesus este responderá perante o Tribunal Humano e a Divina, assim como muitos matrimônios são desfeitos em razão da dureza do coração que ainda continua até hoje com uma diferença: o primeiro nunca deixará de ser Sacerdote enquanto no Matrimônio somente ficará libertado do laço caso passar pelo Tribunal Eclesiástico, que
    formalizará o processo de anulação em caso existindo motivos suficientes para tal.Em não sendo anulado e se o homem se separar de seu marido ou esposa estarão cometendo o descrito em Marcos 10 (1-10). No Sacerdócio é para sempre; no casamento é a Lei de Moisés.

  2. O Natal, na Coreia, cai em tempo frio e bastante frio: é o inverno deles. Com isso os hábitos de vestuário mudam em relação a nós.
    No entanto, um “véu de renda” não é algo que sae use para proteger do frio.
    Todas as mulheres que se veem na fotografia estão com véus, com as cabeças cobertas. Duas pode ser o agasalho que usam para se protegerem do frio, mas as outras obedecem ao conselho de São Paulo, da maneira como as pessoas devem estar durante a Santa Missa.
    Ainda lá não chegaram os “modismos” do ocidente. Será por isso que o número de católicos vai aumentando?

  3. Gostaria apenas de retratar (no comentário anterior desse tema) que quando escrevi que jesus ERA me referia ao tempo em que ele encarnou a forma humana. POIS O VERBO SEMPRE FOI E CONTINUA SENDO SÁBIO, JUSTO E VERDADEIRO.

  4. Legal saber que a Coreia do Sul, esta tendo um bom número de pessoas que estão conhecendo o caminho da salvação o Filho do Único e Verdadeiro DEUS “JESUS CRISTO”. Pena que o joio esta entre o clero e na cúpula da Igreja Católica, MAS TAMBÉM DEVEMOS LEMBRAR QUE NESSES SEGUIMENTOS EXISTEM PESSOAS MARAVILHOSAS. QUE A DOUTRINA DO CRISTIANISMO É PERFEITA,POIS NOSSO SENHOR JESUS CRISTO ERA ALÉM DE SÁBIO JUSTO.

  5. É um caso bastante interessante e para ser estudado.
    Tratando-se de um País democrático, progressista e com um desenvolvimento intelectual elevado, os Coreanos do sul estão ávidos por novos conhecimentos, principalmente do sobrenatural, e sendo como sabemos, o Catolicismo prega um Cristianismo elevado e com uma tradição enorme, é caso da nossa Madre Igreja investir mais por lá, com uma evangelização mais intensa.
    Deus abençoe o Catolicismo na Coreia do Sul, um País admirável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome