Não corrompam nossas crianças através da “Ideologia de Gênero”

A Ação Jovem do IPCO está promovendo uma campanha nacional de abaixo-assinados que serão enviados para o Presidente Michel Temer pedindo a exclusão da satânica "Ideologia de Gênero" da Base Nacional Comum Curricular - BNCC.

Clique aqui e assine já!

Estigmas de Padre Pio

São Padre PioSão Padre Pio de Pietrelcina, segundo informou a agência Zenit (22/9/08), recebeu em 1918 os estigmas de Jesus Crucificado.

Foi durante uma aparição em que Nosso Senhor o convidou a unir-se à sua Paixão para participar da salvação sobre tudo dos eclesiásticos.

O dado foi esclarecido após a recente abertura dos arquivos do antigo Santo Ofício de 1939 (atual Congregação para a Doutrina da Fé).

De fato, o santo foi muito perseguido por seguidores dos auto-denominados “progressistas” fautores da crise que abala a crise da Igreja. Eles abriram processos contra São Padre Pio nessa Congregação.

O fenômeno místico está descrito no livro “Padre Pio sotto inchiesta. L’autobiografia segreta” do sacerdote historiador italiano Francesco Castelli.

O testemunho do santo foi recolhido por D. Raffaello Carlo Rossi, bispo de Volterra e Visitador Apostólico enviado pelo Santo Ofício para “inquirir” em secreto São Padre Pio.

São Padre PioO bispo julgou que a origem do fato extraordinário era divina, desmentindo ponto por ponto as hipóteses contrárias espalhadas pelo Pe. Agostino Gemelli. Este desqualificava os estigmas de Padre Pio como mero “fruto da sugestão”.

Como surgiu os estigmas de Padre Pio

São Padre Pio descreveu assim o acontecido: “Em 20 de setembro de 1918, depois da celebração da Missa, ao entreter-me para fazer a ação de graças no Coro, em um momento fui assaltado por um grande tremor, depois voltei para a calma e vi Nosso Senhor com a postura de quem está na cruz.

“Não teria me impressionado se tivesse a Cruz, lamentando-se da falta de correspondência dos homens, especialmente dos consagrados a Ele e, por isso, mais favorecidos.

“Assim se manifestava que ele sofria e que desejava associar as almas à sua Paixão.

Corpo de São Padre Pio“Convidava-me a compenetrar-me com suas dores e a meditá-las: ao mesmo tempo , a ocupar-me da saúde dos irmãos. Imediatamente me senti cheio de compaixão pelas dores do Senhor e lhe perguntava o que podia fazer.

“Ouvi esta voz: ‘Eu te associo á minha Paixão’. E logo depois, desaparecida a visão, voltei a mim, recobrei a razão e vi estes sinais aqui, dos quais pingava sangue. Antes não tinha nada.”

São Padre Pio relatou que em 7 de abril de 1913, Jesus, com “uma grande expressão de desgosto no rosto”, olhando para uma multidão de sacerdotes, disse-lhe:

“Eu estarei em agonia até o fim do mundo, por causa das almas mais beneficiadas por mim”.

Segundo o bispo-Visitador as feridas de São Padre Pio não cicatrizavam.

Corpo de São Padre PioPermaneciam inexplicavelmente abertas e sangrando, apesar de o frade ter tentado conter o sangue.

“Isso testifica a favor de sua autenticidade, explica o Pe Castelli, porque o ácido fênico, que segundo alguns teria sido utilizado pelo São Padre Pio para produzir as chagas, uma vez aplicado, acaba por consumir os tecidos, inflamando as áreas circundantes.”

“Das chagas se desprendia também um perfume intenso de violeta ao lugar do odor fétido causado pelos processos degenerativos, pelas necroses dos tecidos, ou pela presença de infecções”, completa o relatório.

Corpo de São Padre Pio

Não corrompam nossas crianças através da “Ideologia de Gênero”

A Ação Jovem do IPCO está promovendo uma campanha nacional de abaixo-assinados que serão enviados para o Presidente Michel Temer pedindo a exclusão da satânica "Ideologia de Gênero" da Base Nacional Comum Curricular - BNCC.

Clique aqui e assine já!

6 COMENTÁRIOS

  1. Peço a todos que meditem sobre o sofrimento de Nosso Senhor Jesus Cristo. Peçam discernimento ao Espírito Santo, através das orações. Quando sofremos o que não merecemos (caso de São Pio), contribuímos com Nosso Senhor Jesus Cristo para a salvação de outras pessoas (dar sua vida pelo próximo). “Quem puder entender entenda”.

  2. Lídia será mesmo que você não entendeu, ou se faz de desentendida para defender os devaneio que prega sabe lá qual sua ideologia? Explico:A matéria não esta querendo insinuar que há outra pessoa que se iguale a Divina Trindade, pois é de conhecimento de todos que há um só Deus em três: Pai, Filho e Espirito Santo. E um só Cordeiro Redentor, é o que prega o corpo de Cristo(Sua Igreja, fora dessa concepção não saberíamos da existência de Jesus Cristo, que por meio do Espirito Santo deu continuidade por muitos anos a Verdade que nós conhecemos por meio da Tradição Cristã Católica, repito por meio do Espírito Santo que através do seus apóstolos, mártires e leigos repetiram aos seus descendentes e a Igreja o que tinham ouvido ate que por fim séculos depois foi escrito os Textos Sagrados e por meio de Concilio no Vaticano foi agrupado a majestosa Palavra Divina, Bíblia Sagrada. E é de conhecimento mútuo que a chagas de Jesus ainda estão abertas, depois da sua Ressurreição, Tomé colocou seus dedos nas chagas de Cristo e acreditou na sua Ressurreição, não é uma parábola, aconteceu. Você cita palavras Verdadeiras e Bíblicas para sustentar uma mentira, pois o texto em questão em nenhum momento fala que o santo Padre Pio é Jesus Cristo, ao contrário fala de sua experiência com o próprio Jesus Cristo e relata o que foi dito em conversas particulares, ele acreditava, porém o mundo incluído você não acreditaria, Deus em sua infinita sabedoria, encontrou no padre um modo de se fazer presente na história e como sempre na Igreja que ele mesmo fundou, um mistério onde a ciência não pudesse refutar, colocou chagas que não fechavam que por sua vez não apodreciam por 50 anos, qualquer ser sem conhecimento nenhum sabe que é humanamente impossível, qualquer ferida não cicatrizar, caso contrário a carne apodrece e a perda é certa. Jesus continua agindo na história ele prometeu que assim seria. Pergunte-se porque essas coisas só acontecem na Igreja Católica, e mais não é um fato isolado, a esses Santo encontraram a Graça de Deus único e perfeito e neles Cristo se manifestou verdadeiramente, não são milagres inventados, são milagres que todos podem comprovar mas não podem explicar. A ciência por infindáveis testes, tenta desmistificar o Divino, mas por fim, finge que nunca existiram e tenha certeza se pudessem derrubar por terra essa Igreja, assim como você, eles fariam. Para encerrar deixo a você um versículo: E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me. Lucas 9:23-24 . Se depois desse passagem você acredite que o sofrimento de Jesus acabou, talvez você não acredite que ele é Deus, pois o Pai que eu conheço, o Deus que amo e adoro, sofre todos os dias pelos seus filhos que carregam suas cruzes aqui na terra.
    Lidia Tavares,

  3. Lidia Tavares,

    prezada Lídia, não é que o sacrifício de Jesus não foi perfeito. Somos chamados a fazer penitência e carregar nossa própria cruz (como Jesus mandou) para que tomemos maior consciência da gravidade de nossos pecados e de quanto Cristo sofreu por nós.
    Além disso, podemos sim, nos associar aos sofrimentos de Cristo através dos nossos, para desagravar o Coração Divino, que sente-se triste com nossa ingratidão: Ele tanto fez e faz por nós e pecamos todos os dias, com raras exceções…
    O apóstolo Paulo diz: “completo em minha carne o que falta aos sofrimentos de Cristo”. Colossenses, 1, 24

  4. O sacrifício de Jesus Cristo foi perfeito (não há necessidade de ser repetido como na velha aliança, pois do contrário seria necessário que tivesse sofrido muitas vezes) e o único capaz de remir o homem da sua condição de pecador, abrindo caminho direto a Deus, pelo Seu sangue derramado naquela cruz (sem necessidade de sacerdotes, pois Ele mesmo foi a oferta pelo pecado e também o sacerdote). Seu sofrimento naquela cruz terminou com sua morte. Depois disto Ele ressuscitou, subiu aos céus e está sentado a direita do Pai aguardando o momento certo para voltar a terra com poder e muita glória. Virá como Rei e Juiz e julgará todo aquele que não tiver seu nome inscrito no Livro da Vida. Diante de tais fatos, tudo aquilo que foi informado pelo padre Pio no século passado não é verdadeiro. Sendo Jesus o sacrifício perfeito, sem pecado, como pediria a um pecador para ajudá-lo no seu sofrimento? Jesus não está mais pregado naquela cruz. Ele já ressuscitou. Jesus não está mais sofrendo naquela cruz, Ele já ressuscitou.

  5. São Pio, rogai por nós! Que o sacrifício de São Pio, alcance de Nosso Senhor Jesus Cristo a conversão dos que ainda não descobriram a vocação que Deus lhes concedeu. Muitos que receberam o Sacramento da Ordem, se comportam como se não fossem Sacerdotes, vivendo as orgias do mundo. Inventam mil justificativas, se tornando profissionais do Evangelho.
    O Amor a Deus é totalmente desprezado, e Nosso Senhor Jesus Cristo é jogado num canto das igrejas, Ele que deveria ocupar o centro é destronado e colocado em seu lugar o ser humano como centro. Com este comportamento Jesus é crucificado por aqueles que tem o dever supremo de ama-Lo sobre todas as coisas, e depois por amor a Deus amar seu próximo como a se mesmo. Espero que o exemplo de São Pio nos ensine a oferecer a Nosso Deus e Senhor Jesus Cristo todo nosso Amor, em reparação ao desamor com o ofendem aqueles que mais deveriam ama-lo. Que Nossa Mãezinha do Céu nos ensine a Amar seu Divino Filho como Ela amou aqui na terra, e o ama mais intensamente no Céu.
    Paz e bem. Salve Maria!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome