Instalado na pasta das Comunicações a pedido do PT, ministro afirmou que o Palácio do Planalto enviará ao Congresso projeto de controle da mídia

berzoini

Veja Online

Nos primeiros minutos depois de assumir o Ministério das Comunicações, nesta sexta-feira, o petista Ricardo Berzoini deu declarações autoexplicativas sobre as razões de ter sido instalado no cargo: disse que o governo vai tentar implementar seu projeto de censura da imprensa, agora batizado pelo PT de regulação econômica da mídia.

Fiel escudeiro do ex-presidente Lula, de quem foi ministro, Ricardo Berzoini tem raízes no sindicalismo bancário, foi presidente do PT e é conhecido na Câmara dos Deputados pelo estilo truculento e pela ligação com as alas mais radicais do partido. A pedido de Lula e do comando do PT, ele assume a cadeira que era ocupada pelo paranaense Paulo Bernardo, que não encampava a proposta de censura aos meios de comunicação.

“O Poder Executivo pode fomentar a discussão. Todos os setores da economia que têm grande impacto social e econômico são regulamentados”, justificou. Para o ministro, o projeto fala “regulação econômica” porque o debate começará sobre as concessões públicas.

Após receber o cargo de Bernardo, Berzoini disse que empresários, sindicalistas e representantes de movimentos sociais serão chamados para discutir a proposta que o Executivo apresentará para votação no Congresso.

De acordo com o novo ministro, inicialmente não há a intenção de incluir na proposta a regulação de conteúdo – como pretende o PT. Mas isso inicialmente: o próprio Berzoini admitiu que, “se for bem conduzida”, essa proposta “pode ser bem sucedida” e não conseguiu esconder o DNA bolivariano da proposta.

“Se houver participação popular, tanto melhor.”

Pela proposta do PT, para quem a imprensa livre é tratada como oposição, além de direcionar sua artilharia contra os grandes grupos de comunicação, um dos focos é a distribuição da receita publicitária aos veículos de informação – o que poderia redundar, no futuro, no controle indireto do conteúdo pelo governo.

Desde que assumiu o Palácio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff procurou manter distância do projeto petista de censura da imprensa: sepultou, inclusive, o projeto de lei para “regulação das comunicações”, elaborado pela legenda durante o governo Lula, e que trazia na raiz o embrião autoritário da censura.

Na gestão Lula, o principal entusiasta do projeto era o ex-ministro Franklin Martins, um dos responsáveis pela baixaria nas redes sociais disseminada pela campanha à reeleição de Dilma.

No ano passado, Dilma havia afirmado que pretende abrir um “processo de discussão” sobre a regulação econômica da imprensa. Disse que não sabia ainda como seria esse processo, mas afirmou que “isso jamais poderá ser feito sem consultar a sociedade”.

Pelas palavras de Berzoini, a sociedade a ser ouvida são grupos de sindicalistas e movimentos sociais aliados do PT.

(Laryssa Borges – Veja Online)

Não corrompam nossas crianças através da “Ideologia de Gênero”

A Ação Jovem do IPCO está promovendo uma campanha nacional de abaixo-assinados que serão enviados para o Presidente Michel Temer pedindo a exclusão da satânica "Ideologia de Gênero" da Base Nacional Comum Curricular - BNCC.

Clique aqui e assine já!

 

11 COMENTÁRIOS

  1. A função da imprensa é informar e não desinformar como vem fazendo a imprensa brasileira. O objetivo não é cercear liberdade de informação. Pelo contrário é aumentar, ampliar, multiplicar a informação. Não venham me dizer que a mídia brasileira, concentrada em apenas 06 ou 07 famílias permite uma informação imparcial da realidade brasileira ?..

     
  2. Jose Benedito de Paula, Forças armadas??? Não me faça rir! Os generais trairam ao Brasil! Não vistes o que disse o novo comandante do exército? Que as forças armadas não podem tutelar o povo e que este e´quem deve resolver o problema? Ora bolas; se eu já percebi a muito tempo que o povo está sendo mantido desinformado, deseducado, e agora incapacitado de agir contra esta falsa democracia do voto comprado e urnas viciadas; imagine o que o serviço de inteligencia do exército deve saber! Se não agem, é porque não lhes interessa faze-lo.

     
  3. PT quer censura da mídia para poder esconder suas mazelas. Estão tentando implantar no país o sistema do falecido Hugo Chaves. PT só aceita reportagens elogiosas ao seu governo de corruptos. Estão procurando chifre na cabeça de cavalo.

     
  4. Esse raio de PT só fica inventando coisas que favoreçam eles, o mais é para prejudicar o povo. Eles que não ficam espertos, pois as Forças Armadas estão de orelhas em pé. Aguardem para ver!!!

     
  5. Quando os petistas falam em participação popular, têm em vista os ‘conselhos’, o que fez parte daquele decreto que tentava regulamentar os tais conselhos (soviets).

     
  6. Esta afirmação desse quadrilheiro é mais uma prova deq o povo brasileiro, sobretudo aquele cidadãoq n~ vive de favores desgovernamentais, por assim dizer-se e nem votou na mantença da situação, precisa se unir, cada vez mais, na empreitada árdua de desalojar esses marginais dos Poderes e Instituições Democráticas Brasileiras. Chega de tanta pilantragem, de tanta desfaçatez. de tanta rapinagem, de tanta corrupção e de tanto “faz de conta”.

     
  7. Berzoini disse que empresários, sindicalistas e representantes de movimentos sociais serão chamados para discutir a proposta que o Executivo apresentará para votação no Congresso.

    Nesta composição tripartite, eles conseguem ganhar por 2 X 1, é público e notório que sindicalistas e movimentos sociais, apoiam qualquer medida
    vinda do céu ou do inferno, desde que tenha o aval do Palácio do Planalto, desde que favoreça os interesses do “partido hegemônico”!
    E quanto a participação dos empresários? Quantos serão chamados? De segmentos da imprensa serão convocados? Grandes redes de comunicação? Pequenos
    jornais? Independentes ou comprometidos?

     
  8. “Se houver participação popular, tanto melhor”.
    Isso é dito com um cinismo tal que se fica a imaginar as gargalhadas que esse ministro dá na sua intimidade.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome