Alberto Távora

E quando esses dados coletados pelo Google forem utilizados por regimes totalitários?

Na escalada da quebra de privacidade, mais um passo. Além de tirar fotos de sua casa e publicá-las, o Google Street View têm coletado informações do seu computador por internet sem fio.

O fato foi noticiado por importantes jornais, como O Globo (21/10), Folha de S. Paulo(24/10), e ABC de Madrid (25/10).

Um carro equipado com câmera de 360º passa por sua rua. Sem se demorar muito, enquanto tira fotografias, coleta dados seus e de toda vizinhança por sistema wireless. “Entre os dados obtidos, estão e-mails, endereços de sites e senhas.” (Folha de S. Paulo).

“224 mil alemães pediram que suas casas fiquem irreconhecíveis no programa, que será lançado na Alemanha mês que vem”, informou O Globo.

Segundo o ABC, a Google “admite que o serviço Street View coletou informação privada de usuários de 30 países”.

No Brasil, o programa foi inaugurado em Setembro último.

O que comentar? Francamente, não sei. Pois o Street View é apenas um dos inúmeros mecanismos modernos que agridem nossa privacidade.

E quando algum governo totalitário quiser dispor desses mecanismos e dos dados já coletados?

Não sei também. Só sei que estará com a faca e o queijo na mão.