Transcrevemos trechos do Prof. Plinio, comentando o fechamento da Associação dos Cavalheiros de Maria, pela polícia nazista, em 1939.

Nazismo e comunismo são ferozmente anticatólicos. Xi Jinping repete, na China de 2020, a mesma perseguição chegando, inclusive, a forçar os clérigos a se filarem em sua “igreja patriótica”.

* * *

“Vem-nos, de Berlim, a notícia da dissolução, pela polícia, da Associação dos Cavalheiros de Maria, por atividade hostil ao Estado.

“Os Cavalheiros de Maria constituíram uma aristocracia dentro de uma elite, uma quintessência de espiritualidade católica. Tinham mais em vista a vida de oração do que a atividade social, não que desprezassem esta última, mas justamente para dar-lhe aquele lastro de vida interior, sem a qual toda atividade externa se torna estéril, sendo perigosa.

“É digno de nota o admirável instinto sobrenatural da associação dissolvida, ao se colocar sob o signo mariano para a consecução de tão nobre objetivo. É, também, muito de se notar o fato da polícia nazista haver escolhido o mês de Maria, para a execução de tão monstruoso atentado.

O valor sobrenatural de uma Associação dedicada à Maria

“Disseram que a associação exercia atividades hostis ao Estado. À primeira vista, parece mais uma das monumentais patranhas hitleristas. Pois uma entidade que se destina ao cultivo da vida interior poderá oferecer algum perigo para o Estado?

“Mas, talvez pela primeira e última vez, o nazismo disse a verdade: de fato, a Associação dos Cavalheiros de Maria era perigosa, era imensamente perigosa para o estado pagão de Hitler. O culto mariano é mortal para os inimigos da Igreja. E, ainda bem recentemente, o falecido Papa Pio XI nos recomendava com tanta insistência, a todos os fiéis, a recitação diária do Santo Rosário, como remédio mais eficaz para os males do século!

“A oração é a mais terrível das armas, que nós, católicos, temos à nossa disposição. Portanto Hitler agiu com argúcia verdadeiramente diabólica, ao ordenar o fechamento daquela organização da Ação Católica alemã.

“Quem é que, não sendo católico, poderia suspeitar que uma agremiação de pessoas, reunidas para a prática da vida interior fosse perigosa para a estabilidade de um governo?” https://www.pliniocorreadeoliveira.info/LEG_390618_argucia_diabolica.htm

 

Deixe uma resposta