O Brasil como a China: governo decide monitorar sites que não se alinham com suas posições – reaja agora

O título acima poderá ser verdadeiro se os deputados aprovarem o “Marco Civil da Internet”

Leia as informações abaixo e mande seu protesto fácil e rápido à Câmara dos Deputados

Proteste aqui, clicando para mandar já um e-mail aos DEPUTADOS pedindo que não caiam na armadilha do governo de controlar e amordaçar toda reação à onda crescente de imoralidade e totalitarismo.

Apesar de todos os males causados por meio da internet, uma coisa é positiva: através dela têm-se reunido os que se preocupam com o rumo que vão tomando os acontecimentos no Brasil. Grupos ou indivíduos que defendem a família, que lutam contra o aborto e contra a crescente onda de totalitarismo e controle estatal abusivo, estão ameaçados de perder gradualmente seu ponto de encontro habitual. Falo do chamado “Marco Civil da Internet”, promovido a toque de caixa pelo governo federal, através de seu Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo e de sua bancada de parlamentares. Está tramitando agora na Câmara dos Deputados.

Como diz esclarecedor artigo do Pe. Lodi, “o Projeto de Lei 2126/2011, enviado à Câmara pela Presidente da República, pretende ser um “marco” na Internet. Não um marco penal, definindo crimes e penas. Por enquanto, apenas um marco “civil”, estabelecendo “princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil”. No futuro, o governo pretende criar o “marco penal”.(…) A aprovação do Marco Civil pode ser um passo importante para que a Internet, seu conteúdo e seus usuários fiquem controlados pelo governo petista.

Muitos ainda se recordam do que aconteceu às vésperas da eleição de 2010. As esquerdas já comemoravam uma vitória certa da então candidata Dilma Rousseff no primeiro turno, o que não se deu devido ao temor de uma aprovação do aborto na gestão da candidata petista. Sua campanha eleitoral precisou, após o primeiro turno, acalmar as reações pró-vida para alcançar o êxito no segundo turno. E tudo se deveu, segundo a própria candidata do PT, “ao submundo da política”, que através da internet espalhava “boatos” de que a candidata tinha posição favorável ao aborto. (29/09/10)¹

Será esse “submundo” que o governo agora deseja eliminar, para evitar futuras reações surgidas em virtude do seu frágil “calcanhar de Aquiles”, a internet? Por aí se entende a necessidade de criar-se uma “Bota de Ferro” que regule a internet para proteger de suas vulnerabilidades…

(Proteste aqui)

Veja os pontos abaixo, que constam do projeto:

Art 2º “A disciplina do uso da Internet no Brasil tem como fundamentos:

I – o reconhecimento da escala mundial da rede; [enigmático!]

II – os direitos humanos e o exercício da cidadania em meios digitais; [como sabemos, ‘direitos humanos’ no linguajar esquerdista quer dizer ‘aborto, lei da homofobia, mordaça aos cristãos nos temas que interessem ao governo, etc. Tudo isso está bem explícito no Programa Nacional de Direitos Humanos – 3, decretado pelo Presidente Lula e pela então ministra da Casa Civil…]

III – a pluralidade e a diversidade. [mais uma vez esses vocábulos, no linguajar das esquerdas, referem-se à defesa da agenda homossexual.]

É interessante notar o que diz o editorial do jornal americano Financial Times (11/11/13)² sobre o dito “Marco Civil da Internet” brasileiro: “(…)E também faria mal à liberdade da Internet mundial. O mundo está dividido entre os países, liderados pelos Estados Unidos, que defendem uma Internet livre, e aqueles –como China, Rússia e Irã– que mantêm intranets nacionais a fim de ajudar a garantir o controle político.”

Não estará montada uma estratégia do atual governo para gradualmente impedir a ação dos grupos que denunciam, dentro da lei, as medidas totalitárias e contrárias à família?

Brasileiro, cuidado! Brasileiro, atenção!

Clique aqui e mande já um e-mail aos DEPUTADOS pedindo que não caiam na armadilha do governo de controlar e amordaçar toda reação à onda crescente de imoralidade e totalitarismo.

Em menos de dois minutos, sua mensagem estará enviada. Faça já sua parte, clicando aqui.

P.S.: Para ter uma noção mais abrangente dos perigos do “Marco Civil da Internet”, sugerimos a leitura do artigo do Pe. Lodi da Cruz, em: http://naomatar.blogspot.com.br/2012/12/o-perigo-do-marco-civil.html

Notas:
¹ Cfr. Senado notícias, dia 30/09/2010.
² Tradução publicada na Folha Online, dia 12/11 p.p.

Clique aqui para participar

68 COMENTÁRIOS

  1. Srs. Deputados
    Lembro a todos, que para estarem, no cargo que ocupam dependeram do Nosso VOTO, portanto, sou contra todos os projetos que venham atingir a união da família e a liberdade de praticar a religião desejada, como cristãos que valorizam o SER HUMANO e são bases para um mundo FELZ.

  2. Nem todo mundo consegue redigir um bom texto. Que tal deixar a disposição um texto onde todos possam usá-lo para enviar aos deputados? Caso o texto já exista peço que desconsiderem a dica.
    Obrigada!

  3. peço ao senhores deputados que tenham mais respeito pelo o proximo n ão façam leis que prejudiquem afinal somos nós que os elegemos, tenham o temor de Deus. Ele é um Deus de todos. obrigada.

  4. No passado, muitos deram a vida pela a liberdade de expressão! Hoje estes marginais de palito estão querendo calar nossas bocas!Não a estes malandros!!

  5. Pense bem povo de Deus.. Que a Lei de Deus, são leis, do bem da honestidade, da paz, do perdão, da salvação, da justiça, do respeito humano, e acho que quem não respeita as leis de Deus, não precisa, nem respeitar as leis do Governo, porque, quem não acredita nas leis de Deus, faz qualquer coisa, tudo é livre, e se tudo é livre, porque precisamos de outras leis?!. Essas leis, contra Deus, é a favor dos demonios, que o governo quer fazer nos engolir, à força?!.. Suplico a Deus, e a Nsa. Sra. Aparecida que tenha misericórdia de nós, e salve o nosso querido povo brasileiro!!!!

  6. já enviei o meu protesto, escrevi para todos os deputados repudiando esse projeto de lei, e espero que não aprovem pois estarão marcados negativamente por mim e por todos que eu alertarei como deputados do mal, ditadores e contra a liberdade de expressão, contra Deus e a Nosso Senhor Jesus Cristo, farei de tudo para que as pessoas conheçam quem são estes que estão por trás dessa barbaridade. Obrigada por me manterem informada sobre o assunto.

  7. Eu amo meu pais mas não gosto como os políticos o governam por isso devemos estar atento nas eleições para não deixar pessoas como estas ditarem como viver pois estão tirando o nosso direito, a manifestação. nos temos a força de coloca-los e de tira-los deveriam consultar o povo e levar certas leis a plebiscito. Senhores políticos estamos de olho nas sua atitudes.

  8. Assim como acusou Ivete, também recebi, ao enviar meu protesto, o seguinte e-mail do deputado João Arruda:

    “Acuso e agradeço o recebimento de sua mensagem que expressa apoio ao PL 2126 que estabelece princípios, direitos e deveres para o uso da internet no País. Como Presidente da Comissão Especial, acompanhei todas as discussões travadas sobre o tema e reafirmo meu compromisso com a aprovação da matéria. Para tanto tenho me empenhado e mobilizado os demais parlamentares da Comissão Especial.
    Um abraço,
    João Arruda
    Deputada Federal – PMDB/PR”,

    Ao que respondi dizendo:

    “Venho reiterar, diante da resposta automática ofensiva com que o deputado João Arruda demonstrou ignorar meu protesto e o de outros milhares de brasileiros indignados, que jamais apoiei ou apoiarei o infame Marco Civil da Internet e que qualquer deputado que votar a favor dele não terá jamais o meu apoio.”

    e recebi a mesma resposta automática. Então fiquem tranquilos quanto ao conteúdo do protesto e, na próxima votação para deputado, lembrem-se de não votar em João Arruda.

  9. Um absurdo o que o governo quer fazer. Vamos reagir bravamente, vamos lutar firmes. Avante gente, se precisar vamos fazer o que a “presidenta” Dilma fez no passado, que foi pegar em armas e assaltar bancos, vamos badernar se for preciso, mas não desistamos. estou atento.

  10. moacir lourenço carneiro:
    é um absurdo o que o governo que fazer. vamos reagir brfavamente. vamos lutar firmes. avante gente,se precisar vamos fazr o que a “presidenta” Dilma fez no passado, que foi pegar em armas e assaltar bancos, vamsos badernar se for preciso, mas não desistamos. estou atento.

  11. é um absurdo o que o governo que fazer. vamos reagir brfavamente. vamos lutar firmes. avante gente, se precisar vamos fazr o que a “presidenta” Dilma fez no passado, que foi pegar em armas e assaltar bancos, vamsos badernar se for preciso, mas desistamos. estou atento.

  12. Definitamente eles querem que a família, os valores de DEUS se acabem mesmo. Os políticos com a sua enormee falta de vergonha na cara só querem aprovar projetos de roubos e destruição. O aborto, o casamento gay e etc. Agora projetos de proteção as crianças, animais ,idodos e etc??? Nada. Temos que nos unir e acabar com esse poder de sofrimento que os políticos brasileiros nos querem impor.
    Já.

  13. Se os homens que se dizem poderosos não usarem seu poder em função dos menos favorecido que lhes elegeram como seus defensores, para que serve o voto das pessoas? para as condenarem ? como viveremos em um país onde as pessoas representadas por políticos sem compromisso com seu povo, sem o temor de DEUS? eu peço em carecidamente a cada um desses homens que respeite o poder de voz do seu povo ,afinal foi este povo quem os elegeu, e povo cristão com certeza saberá retribuir a confiança depositada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here