Ceuta-21-El-Señor-de-Ceuta-MedinaceliAs notícias sobre a falta d’água, de modo especial em São Paulo, são alarmantes. Nunca o nível do reservatório Cantareira esteve tão baixo: menos de 13%! Outras cidades do interior vêm enfrentando o mesmo problema. Contudo, ao sairmos às ruas, não percebemos ares de preocupação nas pessoas. Elas sequer comentam o assunto, assemelhando-se aos avestruzes que diante do perigo metem a cabeça na areia.

Convenhamos. O que significa uma cidade das proporções de São Paulo, com uma população numericamente superior à de muitos países, não ter água suficiente para atender às necessidades de seus habitantes? Se pensarmos que a eletricidade — em grande medida — também depende da água, os efeitos dessa escassez se multiplicam por si mesmos.

Especialistas renomados em questões climáticas afirmam que estamos entrando num ciclo previsto em 25 a 30 anos, no qual as chuvas se tornarão escassas como há 30 anos. Isso implicará num volume menor das águas dos rios. Tudo somado, a situação parece gravíssima. Mas, o que fazer?

Graças à minha fé, não hesito em dizer que precisamos pedir o auxílio de Deus, ou seja, temos de rezar! Creio ter chegado a hora de o nosso clero, guardião da Fé e das almas por missão divina, pôr-se em conjunto de joelhos e implorar a Deus, pela intercessão poderosa de Nossa Senhora, o misericordioso perdão de nossos pecados e fazer com que chova.

Para o êxito dessa iniciativa, não seria fora de sentido procurar, entre outras coisas, impedir que a peça blasfema “Jesus Cristo Superstar”, em exibição até 14 de junho, continue a ofender o nosso Deus, diante de uma omissão quase completa do clero e de uma pasmaceira sem nome do público. Se quisermos que Deus nos ajude, reatemos com Ele, pois desejar a sua ajuda e continuar a ofendê-Lo de todos os modos é hipocrisia.

Deus não despreza o coração contrito e humilhado, afirmam as Sagradas Escrituras. Católicos religiosos e leigos, humilhemo-nos e peçamos perdão a Deus pelos nossos pecados; rezemos com Fé. Se agirmos assim, Deus, sumamente misericordioso, nos mandará a chuva tão necessária. Se não…

Não corrompam nossas crianças através da “Ideologia de Gênero”

A Ação Jovem do IPCO está promovendo uma campanha nacional de abaixo-assinados que serão enviados para o Presidente Michel Temer pedindo a exclusão da satânica "Ideologia de Gênero" da Base Nacional Comum Curricular - BNCC.

Clique aqui e assine já!

 
COMPARTILHAR
Artigo anteriorTRADIÇÃO CATÓLICA: Semana Santa em Sevilha
Próximo artigoVote contra a regulamentação do comércio da maconha proposta pelo deputado Jean Wyllys (PSOL)
Marcos Luiz Garcia

Conheceu o Professor Plinio Corrêa de Oliveira e tornou-se seu discípulo em 1967, com 14 anos, aderindo à TFP. Atualmente continua ininterruptamente sua atuação contra-revolucionária colaborando de forma integral com o IPCO. Especializou-se em coleta de fundos, ações de mailing e contatos com o público. Escreve artigos para a Agencia Boa Imprensa e é autor do livro Fátima a Grande Esperança divulgado no Brasil, na Argentina, na Colômbia e no Peru. Por fim, orienta e coordena campanhas da Associação Devotos de Fátima.

3 COMENTÁRIOS

  1. Senhor Jesus pela sua dolorosa paixão tem misericórdia da humanidade Senhor, somos pecadores sim, mais Vossa misericórdia é maior que nossos pecados. Amém

     
  2. Antônio,

    prezado Antônio,
    o que Jesus disse é verdade. Ele é nosso intercessor perante o Pai. Acontece que Jesus também é Deus, e a Mãe dele e os santos podem ser intercessores entre nós e Deus, o próprio Jesus é Deus também, não se esqueça disso.

     
  3. As sagradas escrituras também afirmam que há apenas um intercessor junto ao Pai. Jesus, o Cristo. Rogar por meio de outro intercessor ao Pai não é blasfemêa? “Ninguém vai ao Pai senão por Mim” disse Jesus. Será que ele incluiu os irmãos e mãe nesta frase? Eu não consigo ler alguém mais além Dele. É a regra que não comporta exceção. JESUS!

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome