Este livro está promovendo a degradação moral dos alunos do Colégio Portinari. E o leitor, conhece algum outro caso semelhante? Clique na imagem e denuncie, para que possamos dar a conhecer a todos os pais preocupados com o futuro moral de seus filhos.

Não fui discutir na escola para não constranger minha filha perante os colegas e os professores. Mas no texto a seguir mostro o que penso a respeito do livro escolhido para as crianças da 7° série que, em sua maioria, ainda têm 12 anos de idade.

Foi assim que me escreveu um pai, indignado pelo que estão fazendo com sua filha e demais alunos no Colégio Portinari.
No texto que me enviou, explica alguns detalhes do livro “Depois daquela viagem”(de Valéria Piassa Polizzi, Ed. Ática), que supostamente serve de subsídio para aulas de “educação” sexual.

O livro faz apologia do palavrão, da promiscuidade sexual mais debandada, do vício solitário e do linguajar de baixíssimo calão.
Se isso já não bastasse, é de molde a tirar a fé dos alunos que a tenham. Peço licença para reproduzir o trecho abaixo:

– Você acredita em Deus? – era o Lucas me fazendo uma pergunta.
– Às vezes – respondi.
Ele fez uma cara de reprovação. Era uma daquelas pessoas que têm uma fé inabalável. Muitas vezes eu o invejava nisso. Continuei, irônica:
– Acho que Ele é um gordo, seminu, sentado lá em cima, com as pernas cruzadas, comendo pipoca, olhando aqui pra baixo e dando risada da cara da gente.
– Minha nossa!
– Tô só brincando – eu disse. Mas, na verdade, não estava. Muitas vezes acho isso mesmo. Noutras, nem sequer acredito que Ele existe. Acho que foi tudo uma invenção do homem devido à sua fraqueza e incapacidade de admitir que é o único responsável por sua própria vida. E o único a ocupar o espaço, muitas vezes vazio, de si mesmo.

Pois bem, esse pai que me escreveu pensou no início que era o único indignado. Alguns dias depois de me dar essa notícia, disse que a filha ficou sabendo que alguns pais de colegas estavam também descontentes. A filha, entretanto, com medo dos possíveis debiques, não quer falar muito com os colegas sobre o assunto. Mas tenho certeza de que há muitos outros contrários. E não só no Colégio Portinari!

Tenho recebido vários e-mails nesse mesmo sentido, e estou pedindo sugestões aos amigos sobre o que poderíamos fazer para reagir contra essa lama de imoralidade, que invade justamente os lugares de ensino. Pois o que está em jogo é o futuro próximo de nossos filhos e do Brasil!

E o leitor, o que pensa? Deixe seu comentário.

59 COMENTÁRIOS

  1. Quando li o livro “ESCOLA DOS BÁRBAROS” ele me fez compreender a tendencia internacional da pedagogia socialista. É praticamente o que diz este texto. Diz as autoras que a ideologia, que deveria ser CIENCIAS DAS IDÉIAS, mas que encontrou resistencias na religião, na filosofica e nas ciencias, mas não encontrou na politica, da qual se aproveitam os socialistas. Para menterem-se no poder, chantageiam, trapasseiam, e buscam através das escolas atingir as familias e a toda sociedade. a medicridade educacional, onde os alunos não tenham que reciocinar, refletir, calcular, os mantém numa tabula rasa, prejudicando-lhes os futuros e consequentemente torná-los massa de manobra. Desta forma, como vemos acontecer dia por dia, as ideologias sociaiistas, além de manter esta corja no poder de mando, ainda vinculam os votos a assistencialismos, como também vemos acontecer em nosso país.
    Quem puder procure em sebos, pois o livro não constam de livrarias. Ele demonstra, porém, um caminho: o de ensinar sistematicamente nossas crianças a ler e escrever o mais corretamente possivel, desenvolver o espirito critico e oferecer a elas leituras da melhores que nós entendermos que sejam apropriadas às suas formações em curso. Catequese, instruções morais e espirituais dadas pelas proprias familias e estas assumindo paralelamente a educação escolar. É o que pretendo fazer, como profesor aposentado, exercer tais atividades junto à mina comunidade católica na paróquia que frequente. Como disse Paulo Emilio, reforçando a idéia, não basta nos alertarmos, mas contra-atacarmos.

    VENHAM LUTAR COMIGO
    SEJAMOS ASSIM ALIADOS
    VENCEREMOS OS INIMIGOS
    SE LUTARMOS LADO A LADO.

  2. Ë um absurdo criticarem um livro (Depois Daquela Viagem)que possui uma história tão incrível e maravilhosa.Esse pais são do tipo superprotetores, que enxergam e sempre irão enchergar seus filhos como bebês.O intuito do livro é alertar aos adolescentes para que não cometam o mesmo erro que ela e para que jamais descriminem um(a) portador(a) do vírus HIV.Palavrões estão em todas as partes(inclusive dentro de casa.).Não é colocando seus filhos numa redoma de vidro que irão os proteger.

  3. Isso faz parte do movimento Gayzista , que tenta impor vícios ou exterminar com os bons costumes e atacam de todos os lados , tentam classificar o IPCO ( vide IG), Julio Severo de extremista para cortar seus recursos.
    Os Fieis em Deus estão sendo atacados de todos os lados e mexer com as cabeças das crianças é o próximo passo tal como fez Hitler.
    Este colégio e de qual Estado?

  4. Rodrigo :

    O autor do livro tem total liberdade de escrever o que bem entender .

    Assim como autores de filmes pornô tem todo o direito de publicar o que querem. O problema está na adequação a faixa etária e etc. Uma obra daquele tipo pode ser bem adequada a sex shops, prostíbulos, pedófilos e etc; mas nunca em escolas e menos ainda a crianças e adolescentes.

  5. O autor do livro tem total liberdade de escrever o que bem entender em sua obra de ficção e cabe à escola, com seus pedagogos e profissionais especializados em educação planejar modelos pedagógicos que acrescentem aos jovens matriculados na escola.

    Os professores devem ter sugerido o livro por tratar da diversidade de pensamento, sempre positiva. Você parece ter esquecido o trecho do livro em que a personagem principal diz ter inveja da fé do outro menino, no sentido positivo. O mundo tem pessoas com todos os tipos de opinião e é importante aprender a respeitar não só essas pessoas, mas também suas opiniões.

    Pelo que entendi, a escola é particular e o colégio, sua direção e corpo doscente tem todo direito de sugerir qualquer literatura complementar aos seus alunos. Os pais insatisfeitos só tem a fazer, retirar seus filhos da escola.

  6. É por causa da omissão dos bons que o mal se alastra com uma erva daninha que vai sufocando e… mata. Os que defendem os princípios morais devem se calar, enquanto os outros têm liberdade de falar. Onde está a democracia neste País?

  7. LI COM A DEVIDA ATENÇÃO, TUDO ACIMA. CONCORDO COM KARINA, QUANDO SALIENTOU QUE MIRELLI ATENDO-SE A SOBERBA DO TEXTOS A RESPEITO, SOBERBA E VICIO É TÃO SOMENTE PORQUE NÃO TEM FILHOS E NÃO TEM CÉREBRO… QUANTO AOS COMENTÁRIOS DE SAMUEL, WILSON E OUTROS SEMELHANTES , É PRECISO ,OPORTUNO E C0NVENIENTE SIM QUE VENHAMOS A COLOCAR NESTE SITE, OS BLOGS, NOME E ENDEREÇO DE TODAS ESTAS INSTITUÇÕES DE ENSINO, QUE ACOBERTAM, ESTIMULAM, E INCENTIVAM ESTAS PRÁTICAS DEPRAVATÓRIAS ,BEM COMO NOME DE SEUS DIRETORES E PROFESSORES QUE “DEFENDEM” ESTES LIVROS E SUAS PRÁTICAS, PARA QUE NÓS , PERANTE A JUSTIÇA,LHES COLOQUEMOS EM SEUS DEVIDOS LUGARES. PRECISAM TER A PUNIÇÃO JUSTA. O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE TEM QUE SER EVOCADO, TEM QUE FUNCIONAR. AÇÕES NA JUSTIÇA TEM QUE SER IMPETRANDAS,.. AH SE EU FOSSE ADVOGADO. COMO SOU MILITAR, MORRO DE VONTADE DE AGIR COMO “RAMBO”.. MAS SOU CRISTÃO, FELIZMENTE, PELA GRACA DE DEUS.
    CONTUDO ESTOU E TODOS TEMOS QUE ESTAR DISPOSTOS A IR A BRASÍLIA, ENFRENTAR ESTE EXÉRCITO DE AUTORIDADES A SERVIÇO DO DIABO, DEPUTADO DEAN, MINISTRO HADDAD, SRA MARTA SUPLICY, LULA, QUE ANTES DE SAIR, ABRAÇOU O TERRORISTA ITALIANO, ACOLHENDO-O COMO UM ANJO… E QUE TAMBÉM DEIXOU SOBRE A MESA DE DILMA, TODAS AQUELAS PERVERSÕES PARA CONTINUAR AGRADANDO A SATÃ, TÃO SOMENTE… E TEM MAIS, TODO O PASSADO DE NOSSOS GOVERNANTES É SABIDO : TERRORISTAS, ANARQUISTAS. BADERNEIROS, ASSALTANTES, DROGADOS, ASSASSSINOS, TALVEZ ESCAPE UM, MAS ATÉ DILMA… BEM A CONHECE NOSSO EXÉRCITO.
    CONTINUO DIZENDO E PEDINDO QUE ALGÚEM COM MAIS CAPACIDADE, CRIE TAIS SITES, BLOGS, SEJA O QUE FOR E NOS MOBILIZEMOS, VAMOS AONDE FOR PRECISO, AÇÕES, MANIFESTAÇÕES, QUEIXAS, DENÚNCIAS NO ECA, NÃO FIQUEMOS DE BRAÇOS CRUZADOS, PORTANTO.
    UMA NÃO SOLUÇÃO É ADOTAR O HOMESCHOOL, NEM EINSTAIN, NEM DA VINCI, NEM ARISTÓTELES, NEM PITÁGORAS (ALÉM DO TEOREMA), SABEM TUDO SOBRE TUDO. É VERDADE ABSOLUTA QUE TODOS OS 100% DOS ALUNOS NESTE BRASIL, TEM OS PAIS 100% PROFESSORES …. E CASO TIVESSEM, QUAL SERIA CAPAZ DE ENSINÁ-LOS DESDE O ABC ATÉ ENTREGAR-LHE O DIPLOMA DE DOUTORANDA EM MEDICINA, POR EX. MINHA FILHA..
    PARA ELA, FALTAM 4,5 ANOS FORMAR-SE EM NÍVEL SUPERIOR. QUEM CONSEGUIRIA, EM CASA, ENSINAR-LHE TUDO ATÉ AQUI… SÓ DEUS. SEJAMOS REALISTAS TAMBÉM.
    PROPONHO IRMOS AS ESCOLAS E NOS DEFRONTARMOS FACE A FACE COM ESTE DIRETOREZINHOS DE ARAQUE E COBRAR-LHES POSTURAS CONDIZENTES E DIGNAS DE UMA MORAL DECENTE, QUE SAIBAM HONRAR E ZELAR PELOS PRINCIPIOS BÁSICOS DA VERDADEIRA MORAL.

  8. Sou o pastor Nonato, na Assembleia de Deus no bairro Novo Horizonte – Rio de Janeiro,

    Aqui, num colégio e faculdade do bairo de Campo Grande -SARAH KUBITCHEK, AS MENINAS ANDAM QUASE NUAS COM UMA SAIAS MALDITAS MENOS DE 2 CENTIMETROS DE TAMANHO e só falam de sexo.

    QUANDO É EPOCA DA MALDITA FESTA DENOMINADA CARNAVAL (carvevalle – festa da carne) SÓ A TRINDADE PARA ACUDIR AOS SAlVOS. É O FI MDOS TEMPOS.

    Saibam que nesta Instituição foi implantado o maldito projeto ANTI HOMOFOBIA, PLANEJADO NO INFERNO E PELA SATANISTA MARTA SUPLICY, CASSAB E SIMPATIZANTE MIN. HADDAD…. E POR AÍ A FORA.

    JESUS ESTÁ VOLTANDO PARA ARREBATAR OS SALVOS.

    ORA MAIS AÇÃO…,

    SOLICITO LER PARTE DO LIVRO QUE ESTOU ESCREVENDO NO NO BLOG: http://pastornonatoramos.blogspot.com – o titulo : “DESCUBRA COMO O diabo VEM DESTRUINDO MUNDO E MACULANDO A IGREJA”

    Cordialmente,

    Pastor Nonato,

  9. @Maria Roseli de Jesus Silva

    Estou totalmente de acordo com o pensamente desta cidadã, as pessoas de bem são a maioria, graças a Deus, por que vamos deixar que estes amorias destruam nossos filhos?
    Quero aqui deixar uma sugestão: criar um site ou um blog para unir todos e todas que não concordam com a imposição do homossexualismo nas escolas e na sociedade. Repito que respeito o livre arbitrio de quem quiser espontaneamente entrar por este caminho, mas não impor aos outros. Sou também contra a qualquer tipo de violência ao homossexual, apenas não concordo, quando tenho oportunidade de falar com algum deles, menciono que esta conduta desagrada a Deus. Como sou cristão, aprendi com Jesus que é manso e humilde de coração, a procurar viver em paz com todos. Alguns expoentes do homossexualismo para atrair mais simpatizantes para sua causa, andam por aí mentindo, como é o caso de Dep. Federal Jean Willis(desculpem se esta grafia está errada), aquele que ganhou um dos BBB, em entrevista a IntertvCabugi-Natal/RN, questionado pela jornalista que o entrevistava sobre a necessidade de se criar mais uma lei para punir os crimes contras homossexuais, já que existe o código penal que alcança todos os cidadãos, o mesmo respondeu que crime contra os homossexuais tem conotação diferente, continuando nos seus absurdos, ele disse que púlpitos das igrejas evangélicas há muito discurso de ódio contra a sua classe.
    Orar para Jesus perdoar, salvar e libertar um homossexual é discurso de ódio?
    FAÇO TUDO ISTO.

  10. Absurdo

    Este é o vocábulo que na minha opinião mais se coaduna com esta aberração de comportamento. Estes amorais que não estão satisfeitos em deturparem o sexo para os adultos, querem agora também levarem as crianças para este caminho tenebroso.
    Sei que isto já estava previsto na Bíblia, mas nós como pais, que ainda temos a faculdade dada por Deus de saber o que é certo e o que é errado, devemos reagir, protestar, correr atrás dos nossos direitos. Direitos de ver nossos filhos crescerem normalmente. Nossas filhas comportando como mulheres e nossos filhos como homens, exatamente do jeito que Deus criou, macho e fêmea. Quem quiser agir difernte, que aja, mas não queira levar nossos filhos para este abismo. Vá sozinho!

  11. @Robson

    @Robson
    Não sou católica e acho q o País tem q continuar laico, mas sexualmente falando, isto é tarefa dos pais, não da escola e se tratar de ensinar a bíblia, correto, pq não sou católica , sigo a bíblia somente. Nãop acho q o B

  12. Deixo aqui meu comentário sem querer ofender ninguém. Mais td isto o LULA deixou assinado antes de sair. Mudança nas escolas, legalização do aborto no Sus, da maconha, auxílio de bolsas para gays, kit gay, prostituta com carteita assinada e etc. É um plano chamado PNHD 3, é só procurar na internet ou enviar email p mim. – nice@portspecial.com.br, e o ministro da Educação Sr HADDD E Marta Suplicy estão de acordo com isto , e os dois serão candidatos a Prefeitura de São PAULO. Quem coloca estes indivíduos somos nós, para vermos tantas aberrações. Marta é madrinha na Paraga gay. E acho interessante os heteros levar seus filhos num lixo destes q é a parada gay. E aí agora está chegando nas escolas, porque eles acham q o simpatizante sempre está de acordo com a prática dos gays. Sou contra. Criei meus filhos segundo o q Deus nos deixou, deixar sua casa, seu pai e sua mãe, para juntar -se com uma mulher, no meu caso, q tenho dois meninos, e será uma só carne. Me perdoe se magoei alguem, política e religião ,cada um tem a sua, mas vida sexual para seus filhos quem dá é pai e mãe.

  13. Prezados Pais, também estou muito preocupado com o futuro do ensino no Brasil .
    A minha filha de 05 anos, terá a partir do ano que vem, aulas de digitação, sem ao menos saber escrever corretamente. Fora os Kits gays, kit uso de drogas, agora mais essa.
    Precisamos nos unir, criarmos, ou se já existir,um aassociação forte contra todas essas atrocidades, pois educamos com muito carinho nossos filhos, para que depois sejam desvirtuados nas próprias escolas.
    Passo aqui meu e-mail para contato, precisamos fazer algo concreto, Um abraço
    marcelo.silva@oliveiraesilva.adv.br

  14. A PREOCUPAÇÃO COM A EDUCAÇÃO DAS CRIANÇAS É FUNDAMENTAL. ENTÃO, LIVREMOS TODOS NÓS ESSAS CRIANCINHAS QUE VIVEM EM FAMILIAS COM PAIS BEBADOS, ESPANCADORES E ESTUPRADORES E DE MÃES OMISSAS QUE TUDO VEEM E SABEM, MAS NADA DIZEM, POIS EM PRIMEIRO LUGAR EM UMA FAMILIA, VEM O MARIDO, SEJA ELE QUEM FOR. ESSA É A VERDADEIRA EDUCAÇÃO ?

  15. Tenho muita preocupação com a educação de nossos filhos e netos,por essa razão dou minha opinião e espero que ela contribua com o futuro de nossas crianças.
    Tenho observado, que,as crianças e adolescentes estão perdidos em um espaço em que ele mesmo não consegue compreender.Deveríamos nós então ficarmos de braços cruzados esperando sempre o pior,ou então esperar que o outro tome uma atitude??
    Será que não chegou a hora de mostrar a estes rebeldes que eles não são a maioria,e que temos força suficiente para mudar as perspectivas instauradas por eles?
    Podemos! começando com a retirada de nossos filhos destas escolas,apresentando projetos de lei que permitam as igrejas educarem os filhos de seus fiéis, dando a eles a verdadeira educação de qualidade que na verdade todos queremos,mas não sabemos lutar por ela.Contem sempre comigo!!!!

  16. poderíamos tentar localizar escolas que agem de maneira contrária a isso e promove-las em nossas redes de relacionamento, neste site, abrirmos blogs com as indicações. Assim faríamos justiça com quem está trabalhando certo e ainda por cima enfraqueceríamos as escolas que já optaram pelo erro.

  17. Muitas atitudes e posições poderiam ser tomadas diante deste quadro de decadência, por vários segmentos da sociedade. Mas penso a princípio que seria possível agrupar pais que estão inconformados com tal literatura, e com base no ECA (Estatudo da Criança e Adolescente), assinaturas a favor e de posse de um parecer dado por psicólogo especialista, ingressar com uma ação de Mandado de Segurança, ou qualquer outra ação judicial para tentar coibir estes ensinamentos.

  18. “é necessário que os pais se unam para combater o mal que assola as escolas no nosso país.” Isto é o que vem dizendo reiteradamente o senhor Daniel Martins, responsável pela matéria.

    Minha Sugestão:

    Visto o que nosso Estado é anticlerical – laicista – e que o mal hodierno perversivo penetrou até mesmo nas escolas ditas católicas, concordo com o senhor Daniel Martins que há de ser organizar e coadunar as tarefas em favor da defesa do ensino nas escolas para os nossos filhos. Destarte, vejo que o ideal seria a fundação de associações de pais católicos, por exemplo, ASPECDF – Associação de Pais em defesa do Ensino Católico do Distrito Federal. Podendo se começar com um núcleo colegial, ex.: ASPCM – Associação de Pais em defesa do Catolicismo do Colégio Marista e assim por diante, entre estados e, por que não, ASPCBR – Associação de Pais em defesa do Ensino Católico do Brasil ou UPC – União dos Pais em defesa do Catolicismo e, posteriormente, até mundial. Agindo cada associação em regido conformidade com o estatuto dos fundadores, embora independentes e cada esfera, porém sempre unidas no combate ao erros do ensino no Brasil. Essas associações agiriam, como arma de embate, a principio, em conformidade com o acordo internacional entre o Brasil e o Vaticano, mais não se atendo apenas a isso, buscando sempre melhorar a legislação para que haja uma verdadeira lei em favor do ensino reto do catolicismo.

    Que se crie associações civis nos moldes da legislação vigente, ou seja, associação propriamente dita, com estatuto, diretoria, conselho, sede e CNPJ, tudo que o já se conhece a respeito desse tipo de entidade.

    Objetivo e Missão

    Seja ela fundada com pais católicos e fieis à reta doutrina como se deve constar no estatuto. Deve dar consistente combate à erros e ideologias perversas nas escolas de Brasília e, posteriormente, atuar em outros estados da nossa nação. Distribuindo, assim, entre os seus membros, tarefas  para a demanda solicitada, diminuindo a pressão a um só e amenizada para um todos.

    Constituição de pessoas

    Seja ela constituída de pessoas com relativos e elevados conhecimentos em vários assuntos de ciências temporais; administradores, contadores, juristas etc. Porém com essencial conhecimento da doutrina católica, podendo assim esclarecer a outros pais como estão sendo enganados quanto ao ensino nas escolas de seus filhos.

    Como já dito, há abusos nos escolas em diversos segmentos, creio que se fizerem frente com método e organização e até, quanto preciso, duras manifestações públicas.
    Sob a proteção de Nossa Senhora, A sempre Virgem Maria, Mãe de Deus, há de ser gratificante o combate, porém, não se esquecer que é pequeníssimo serviço em favor dos flagelos sofridos pelo Sacratíssimo Coração de Misericórdia de Nosso Senhor Jesus Cristo.

    Robson

    Brasilia, 1º de julho de 2011.

  19. Quem votou em Obama porque é negro, e em Dilma porque é mulher, votou ERRADO; quem deixou de votar em Obama porque é negro, e em Dilma porque é mulher, TAMBÉM VOTOU ERRADO. ISSO é preconceito: votar ou deixar de votar, nomear ou deixar de nomear (para um cargo) alguém por causa de suas características físicas; um heterossexual normal não faz apologia permanente de sua conduta íntima. Um homossexual convicto de sua conduta não faz apologia permanente desta; simplesmente vive sua vida do modo como se sente melhor. Mas eu, como pai, tenho todo o direito, independente de qualquer lei ou constituição, de, por exemplo, retirar meu filho de uma escola que tenha um professor homossexual apologista, por palavras, modos, tiques ou vestimentas, de sua homossexualidade. NINGUÉM haverá de impedir-me. Se a lei alcançar-me, serei um criminoso. Se a constituição não me defender, se todos se acuarem, venderei tudo que tiver e irei embora do país com minha família. Farei o que fizeram milhares de alemães quando perceberam para aonde ia a Alemanha, quando o Füherer subiu ao poder. Não pedirei opinião a ninguém. Sabem o que é isso? CONVICÇÃO. É o que todos devem ter, quando está em jogo sua vida, sua liberdade e o futuro de sua família.

  20. Escola tem que ensinar a história da nossa civilização, a geografia do nosso planeta e as línguas que falamos, além das matérias exatas com que todo mundo concorda. Mas religião, fé em Deus, isso é matéria para igrejas e famílias. A liberdade religiosa é um bem conquistado e devemos lutar pela sua manutenção. Cada um é livre para escolher a sua religião e se alguém tem que legislar em termos religiosos, deve fazê-lo no âmbito de sua igreja e não querer impor sua fé a ninguém.

  21. @Mirelle Oliveira Robson

    Mirelle, você tem filhos?? Uma coisa é a escola cuidar da educação FORMAL do seu filho, português, matemática e coisas afins.

    Outra completamente diferente é entrar no quesito VALORES FAMILIARES. Um ateu tem todo direito de querer matricular seu filho numa escola RECONHECIDAMENTE NÃO RELIGIOSA, e um cristão tem o mesmo direito de não ver o nome de Deus sendo ridicularizado no material escolar, MUITO MENOS de ver seus filhos tendo aula SEM CONSETIMENTO DOS PAIS, de valores completamente divergentes dos seus, a exemplo da cultura de libertinagem que ronda as escolas de hoje.

  22. Gente, acho que vocês estão se considerando perfeitos de mais, e acima do outros.
    Este site caiu em minhas mãos por acasao, e estou chocado com a soberba dos textos. Cuidado, cautela pois a vaidade é um vício. Boa sorte para todos.

  23. Queridos filhos e filhas de DEUS. A solução é simples: “DEUS”. Explico:Não temos mais estrutura familiar, todo mundo só pensa em si e não no seu próximo, estamos preocupados demais com os bens materiais e esquecemos dos espirituais, mandamos os filhos para as escolas, não o vemos sair, e quando voltamos ás vezes já estão dormindo.As mulheres principalmente e é lógico que em todo caso há excessão, mais se preocupam demais com a beleza externa, esquecem da interna que é o espírito, não querem envelhecer, tem medo de ficarem gordas, com estrias, etc…DEUS olha nosso coração e nos ama pelo que somos e não pelo que temos. Não curtimos o seu crescimento(da criança), não damos a ele o valor devido, quando falamos com eles é na maioria das vezes para xingar, reclamar, etc…, ele vai crescendo desajustado com a vida, com o mundo e principalmente com DEUS. Plante algo e não cuide, o que acontece? Ou cresce ruim, ou não cresce e muitas vezes quando cresce, vai gerar frutos ruins, pois árvore boa, dá fruto bom.Busquem ao SENHOR enquanto se pode achar, invoque o enquanto ele está perto.Faço agora uma pergunta para a família verdadeiramente CRISTÃ: Vocês pais e mães tem problemas com seus filhos, independente da escola que frequentam? Tenho certeza que não, pois eu não tenho, sou feliz demais com minha família, e antes de meus filhos ouvirem as palavras de seus amigos, professores, colegas, ele ouvem a de DEUS, que procuro transmitir pela minha boca.

  24. @Lacrosse
    Concordo! Enquanto morávamos fora do Brasil, fizemos “homeschool” com nossos filhos. Na época usamos o currículo de uma escola americana, pela falta de opções no Brasil. Creio que atualmente esse tipo de ensino já exista em nosso país. Seria uma ótima opção quando o ensino não condiz.

  25. jean voce por acaso conhece a Deus?sabe quais sao suas leis?olha quem tem familia e descencia nao pode concordar com esta sujeirada nunca.agora se ser descente e ter mente fechada que seja,pois a maioria e inculsive Deus e contra esta safadeza.no mais voce nao deve ter familia pois nao conhece o que significa,respeito honestidade e descencia.se voce chama o que correto ter mente fechada e porque voce e muito promiscuo.

  26. Assim como todos pais cristãos e hoje avó, estou muito indignada e preocupada com essa pouca vergonha e onda de promiscuidade que a minuria da população brasileira e de políticos corruptos e descompromissados com à família e a sociedade estão tentando desestruturar e tirar dos corações de nossas crianças toda sua inocência e pureza que nos foi dada por DEUS nosso único SENHOR e CRIADOR, a ELE sim cabe todas as coisas visíveis e invisíveis. Portanto nós Cristãos que cremos em um só DEUS, UNO, TRINO E SANTO, não podemos ficar quietos e nem de boca fechada, pois é assim que “eles” querem que fiquemos com, “a lei da mordaça”.
    Logo mediante essa situação, e junto a todos os cristãos católicos, evangélicos e que professam a fé em Jesus Cristo nosso Rei e Salvador, reafirmo o convite para todos juntos com os nossos políticos cristãos e compromissados com o bem das famílias e da sociedade, com os meios de comunicação católicos e evangélicos, todos que residem em Brasília e entorno e de outras cidades vizinhas, nos façamos presente no dia 01/06/11 às 15:00h na Esplanada dos Ministérios para darmos um basta à sra. Marta Suplici e sua bando de desavergonhados, que frustados por não conseguirem edificar uma família, querem impor um pensamento ant-Cristo nas nossas escolas levando os nossos filhos a acreditarem que “eles” são dono da verdade e que FAMÍLIA é um bando de animais que se encontra no meio da rua.

  27. Concordo como o Sr. Jário Gouveia, tememos que protestar mesmo. Se eu morasse em Brasília, participaria dessa manifestação. Temos de mostra para essa cambada que tomou o poder via voto da maioria dos ignorantes e imbecilizados do Brasil, que eles não podem fazer do nosso País o puteiro que fazem nas suas casas.

  28. Ficar só lamentando, não leva ninguém a lugar nenhum. O correto é entra com uma ação na Justiça contra essas bestialidade que estão impondo a todos os alunos.

  29. @Jean
    A expressão “livre arbítrio” significa que cada um pode fazer as escolhas que lhe aprouverem segundo sua vontade, mas essas escolhas são em relação ao indivíduo. A partir do momento em que esse indivíduo tenta impor suas escolhas a terceiros, não levando em consideração as destes, passa a não ser mais uma questão de “livre arbítrio” e sim de tirania. Se as escolas impõem um material a crianças que ainda não tem seu senso de julgamento formado e esse material é contra o que as famílias dessas crianças, por “livre arbítrio”, escolheram para seus filhos, então essas famílias tem todo o direito de exercer seu “livre arbítrio” e protestar sim.

  30. Temos que fazer algo urgentemente para frear estas tentativas de terminar com a inocência das crianças!! Não podemos ficar indiferentes com o que querem impor para nossos filhos nas escolas que vai totalmente contra a moral e os bons costumes! O “desgoverno” só dá mau exemplo e ainda temos que aceitar tudo ???Chega de tanta maldade vamos nos unir e protestar!! Contem comigo!

  31. Vocês são muito “mente fechadas.” Tudo é motivo de denúncia, de “baixaria”… Acho que quando vocês dizem seguir as leis de Deus, na verdade fazem tudo ao contrário… Livre arbítrio não é isso.

  32. pt é isso aí mesmo.. só baixaria, safadeza e promiscuidade… isso é com eles…não que os outros p alguma coisa seja melhor… mas esse partido.. P artido dos T rambiqueiros..é demais.. toda a cupula é envolvida em alguma falcatrua…quase que sem excesão.. partido travestido de democratico , mas a mente dos caras é totalitaria.. nesses oito anos que des-governam o país , o que implantaram de politcas autoritarias ao cidadão , nao foi feito nos 502 anteriores de brasil..querem cercear tudo.. impor tudo….usando a democracia para implantar o autoritarismo que os milicos não deixaram eles impor em 64. vejam como os bichos são maquiavelicos, colocaram um terrorista ( o genu dolar na cueca) como acessor direto do ministro da defesa , chefe dos milicos.. portanto segundo chefe dos generais.. é ou não é um vingança digna de terrorista com complexo de cachorro sarnento…e como se não bastasse agora querem implantar oficilizar o homossexualismo impondo isso goela abaixo da maioria da população…e começando nas bases : incentivando sexo homo nas escolas primaria com o kit gay….

  33. Aqui cabe um comentário sobre o preconceito, sobre essa palavra que pelo o que se observa não é bem esclarecida de maneira prática o que ela é, o que ela representa hoje. Como essa palavra tem sido usada, o que ela representa . Vou dar um exemplo de ser preconceituoso, vamos dizer que em uma empresa surge uma vaga em um determinado cargo, e aí o patrão pensa assim com alguns membros de diretoria, quem vai ocupar essa vaga? Será que boto fulano, sicrano,mas sicrano é negro, e o outro diz e fulano é homossexual, se eu botar fulana, não dar porque é mulher! Fui claro pessoal ? Isso chama-se discriminar, ser preconceituoso, e não como querem passar as coisas enfiando pelas goelas, que isso , aquilo é normal.. O que é normal, é tudo aquilo que segue uma lei natural.. Discordar não é ser preconceituoso,é ter sua opinião sobre esse , aquele assunto. A palavra preconceito hoje é usada como um tabu que não pode ser quebrado, se você for contra, você é preconceituoso, ou seja você tem que engolir certas coisas sobre o pretexto de não ser tachado de preconceituoso, antiquado, fanático. Podendo ser entendido também o preconceito, como uma chantagem emocional. Será que o preconceito não está sendo usado como uma defesa usada contra os bons costumes, os valores? Hoje em dia se alguém está falando sobre um determinado assunto, e alguém não é a favor, logo a pessoa diz: vixe, como tu é preconceituoso! Nesse momento dependendo da pessoa que é contrario esse pensamento,poderá ficar inibida e passar a repensar seus conceitos para não ser chamado de preconceituoso. Penso eu, que a pessoa sincera de verdade, deve preferir falar uma verdade chorando que uma mentira sorrindo. Eu já neguei a Cristo uma vez ,lhe abandonei na cruz do meu egoísmo,na cruz da minha ingratidão, e agora digo como Paulo, para mim morrer é Cristo viver é lucro.

  34. @Jairo Gouveia Estamos nos mobilizando em Brasília na Esplanada dos Ministérios no dia primeiro de junho, 15:00 horas em marcha até a Praça dos Três Poderes. Convido os pais, os cristãos em geral, os professores, os jovens. Lucia

  35. Encontrei por acaso este post enquanto fazia uma pesquisa no Google sobre “bom senso” e via uma matéria no blog do “jafaley” onde tem uma referência a este site em um dos comentários. Fiquei chocado pois tenho um sobrinho que estuda no Portinari de Londrina. Falei com meu irmão e ele não estava sabendo nada sobre este livro (ele apenas deu o dinheiro para que seu filho adquirisse o livro na própria escola e não se preocupou em verificar o conteúdo pois confiava na escola). Ele me contou que o livro paradidático foi esse mesmo, mas ele não teve tempo de sequer folheá-lo. Ele me disse que houve uma reunião de pais hoje e ninguém mencionou nada sobre o livro. Mas ele vai verificar e se for como parece, então ele vai tirar seu filho da escola e divulgar na imprensa. Parabéns pela iniciativa em divulgar o que anda acontecendo até mesmo com escolas particulares e principalmente por “dar nome aos bois”, pois só assim ficamos sabendo quem é quem dentre aqueles que pensamos estarem colaborando para educar nossos filhos e quando vamos ver estão é deseducando.

  36. Peciso retificar uma sugestão minha colocado no meu último comentário, onde sugeri que procurassem pela escola em questão no Google. É necessário adicionar à busca, além do nome do colégio, Londrina, que é a cidade onde se encontra, pois esse nome é adotado por vários colégios em todo o país e pode gerar enganos. Colocando o nome do colégio e Londrina será o primeiro que aparece na busca do Google.

  37. Caro José Antonio.. Penso que o que falta é bom senso mesmo, pois formação religiosa, os professores tem, pelo menos no caso especifico desse colégio. Basta você entrar no site do colégio (pesquise no Google) e verá que eles frisam bastante a formação cristã que dizem oferecer às crianças. Como já comentei antes, e você reforçou contando que é possível fazer isso, tanto que você já fez, basta alguém da escola ler o livro e aceitá-lo ou não. No caso desse livro específico bastava ter um pouco de decência para não aceita-lo devido aos palavrões, à apologia à maconha e ao álcool e as decrições de atos sexuais com detalhes desnecessários, sem falar ao incentivo ao mesmo (não é adequado para alunos de idade nenhuma, quanto mais de 12 anos). Bastava também um pouco de competência para verificar que esse livro não é um bom material para o tema proposto, prevenção à DST. A própria autora, no início do livro, escreve que é apenas um diário de suas memórias e opiniões pessoais. Portanto penso que a escolha desse livro vai além de ferir convicções religiosas (fato incontestável), mas compromete a decência e a competência dos envolvidos tanto na escolha como na insistência de que os pais o aceitem. @JOSE ANTONIO

  38. Paulo, obrigado por suas observações. Ela tem fundamentos. Quando professor de ensino fundamental participei de uma seleção de livros para o ensino fundamental. Os livros que escolhemos não foram o que recebemos. ERam adquiridos pelo governo do estado por licitação e sem se atinar para os conteúdos. Vale dizer que confiavam nos bons sensos das editoras e seus autores. Recebi na época um livro de Douglas Tufano, em que uma leitura dizia que um robo criou um robozinho e este considerava aquele um deus. Em uma outra leitura um menino havia caido do muro e as idagações eram se ele pulou, caiu ou tentou suicidio. Ora, reclamei no ato e quis mudar a situaçao, como de fato mudei (mas naquele tempo professor aid na tinha alguma autoridade. Treinei os alunos a terem espírito critico, uma vez que não podia modificar a situação no geral. Caberia sim, um movieto dos pais e professores em protesto junto à editora, junto à secretaria de educação que não observa esses cuidados. Inclusive e talvez uma ação publica por calunia e difamação, já que a palavra Deus consta da Constituição. Quanto aos professores, tive colegas que não se importavam com a materia a ser ministrada, talvez por causa da não vivencia religiosa também.

  39. Vou deixar meu comentário, mas sem conhecimento de causa! Pois ainda não conheço o material; mas pelos comentários,que eu li, não precisa nem conhecer, pois a indignação das pessoas é demais. Depois de pedirem a retirada das figuras representaticvas, das coisas de Deus, de todas as repartições públicas, como as escolas, o que se podia esperar, para repor estes lugares vagos ,só poderia ser esse tipo de coisa mesmo.A gente que foi criado em uma época diferente, onde o respeeito ainda prevalecia, não conseguimos aceitar isso.Mas tudo que se demonstre, contrario ao pensamento desse tipo, eles já vem querendo abrir um processo na justiça alegando preconceito,distinção de raça, etc…etc…Fico por aqui, mas deixo o meu protesto; mesmo apesar de já não ter filhos pequenos, cinto pelos que ainda os Têm…Só Deus pra ter dó! Fquem com Ele.

  40. Uma ídeia é o Homeschool. Sei que é ilegal no Brasil mas se centenas, talvez milhares de pais tirassem seus filhos das escolas, o governo iria, fazer oque? prender a todos? se o brasileiro deixasse de ser mole e se atrevesse a vazer uma coisa dessas acredito que daria certo, uma espécie de greve geral das escolas, todos estudando sim, mas em casa. Queria ver se o governo prenderia a todos, e a opinião pública internacional? Vamos fazer alguma mobilização nesse sentido.

    Sou pai de, por enquanto, dois filhos, e professor.

  41. Eu sou do tempo da tabuada, cartilha de ABC e dos “Meninos Travessos”, nosso livro de leitura, inclusive lembro que tinha um negrinho também, e o nome dele era Benedito, mas nunca deixamos de dar uma lição por causa disso, aliás, ninguém ali naquela escola sabia o que era discriminação. Hoje vejo as crianças com problemas de coluna, devido ao calhamaço de livros que carregam em sua mochila, tanto que daí surgiu a idéia da mochila de rodinhas, e 90% do material escolar é apenas lixo e esquema para engordar caixas de livrarias na volta às aulas. E no final, podemos ver o reflexo do ensino no Brasil, na qualidade da maioria dos profissionais em diversas áreas.
    E agora, como se não bastasse, a própria escola se responsabiliza por reverter os valores morais, emocionais e espirituais das nossas crianças.
    Como diz o Bóris: é uma vergonhaaaaaaaaaa.

  42. Segundo a própria autora do livro relata, ela, aos 23 anos de idade, resolveu escrever um livro de suas memórias, como um diário, onde ela escrevia o que acontecia e emitia suas opiniões pessoais sobre alguns assuntos. Ela não escreveu esse livro para ser didático ou para ser material de prevenção à AIDS e muito menos voltado para crianças. Ela apenas escreveu suas memórias, com a linguagem que ela era acostumada a usar e sem maiores pretenções. Ficou conhecida ao aparecer em uma famosa novela onde, ao final da mesma, algumas pessoas desconhecidas davam depoimentos sobre dramas pessoais. O grande erro e a causa de toda a revolta dos pais, não é devido a esse livro existir, mas sim os “incapacitados educadores” que o adotaram como material de estudo para crianças de baixa idade. Basta uma rápida leitura, e não precisa nem ser muito bom em interpretar textos, pois a linguagem é clara e sem margens para interpretação, para se constatar que o livro não é voltado a informar nada, é apenas a descrição das memórias e opiniões pessoais da autora em um momento díficil de sua vida. É um livro que mesmo que não tivesse os palavrões nem as apologias ao sexo, à maconha e ao álcool não serviria para nenhum estudo referente às DST, pois ele não foi escrito para isso e nem aborda o tema mais profundamente. E por outro lado, mesmo que este livro fosse um compêndio sobre DST, devido aos problemas já apontados (palavrões, etc.) também não serviria para ser usado por crianças de baixa idade. As escolas e os professores é que tem que ser cobrados por tamanha falta de bom senso e de capacidade ao escolher este livro para uma proposta que também é discutivel (estranhos à família discutindo sexualidade com crianças de baixa idade). Se não manifestarmos nossa indignação daqui a pouco as crianças serão obrigadas a ler o livro de memórias da Bruna Surfistinha (ex-profissional do sexo, atriz pornô e pop star elogiada e bajulada pelos mais populares programas de televisão, o livro até virou filme pago com dinheiro público) pois o mesmo fala muito mais de prevenção contra DST do que o “Depois Daquela Viagem”. Vamos encher os e-mails e páginas de contato das escolas que desrespeitam a autoridade dos pais quanto à formação moral dos filhos mostrando toda nossa indignação. Se não os incomodarmos continuarão a fazer daí para pior (daqui a pouco a Bruna Surfistinha vai estar nas escolas dando palestras para crianças, ensinando como ela exerceu sua profissão sem contrair DST).

  43. Acho a denúncia importante, mas o que se pode fazer? Não seria o caso de pensar em alguma mobilização contra coisas dessas? Senão o assunto morre aqui nos nossos comentários.

  44. Minha opinião é que devemos unir todos pais, em associações e esta massa cobrar lá em Brasília da presidente, pois ela é responsável afinal foi ela quem escolheu seus ministros inclusive o da deseducação. Não podemos esperar muito dos atuais governantes afinal eles já roubaram, mataram, estorquiram, em nome de uma democracia, para mim vale aquela máxima ” diga me com quem andas e direi quem tu és ou ainda quem é rei não perde a majestade”. Temos hoje mandando no país aqueles que outrora eram terroristas, baderneiros e arruaceiro. Sou contrário a qualquer ditadura, mas como todo extremo é ruim, também sou contrario a esta pseudo democracia que vivemos. Hoje temos assistido uma corrupção que assola este pais. Mas estou confiante está nascendo uma juventude que poderá mudar este pais, em primeiro plano temos o IPCO e paralelamente ao IPCO assisti um vídeo you tube com este link: http://youtu.be/eT4MnV20bXY
    pediria que se puderem assistam também, o nivel da linguagem é xula mas a filosofia é boa, depois entrem no site: http://www.precojustoja.com.br e assinem o manifesto, eu acredito muito na juventude e do jeito que as coisas caminham eu estou aliando a todos que tiverem chance de mudar este Brasil.

  45. Infelizmente, por questões de tempo, não tenho mais podido, ao menos com frequência, comentar as sempre tão importantes matérias veiculadas neste IPCO velho de guerra.

    Sobre o problema da educação no Brasil, atualmente em ruínas, tomo a liberdade de sugerir a edição comemorativa do Jornal Inconfidência sobre a “Comunização da educação”.

    (As outras edições comemorativas do Inconfidência versam sobre a Contra-revolução de março de 1964, o Duque de Caxias, a Intentona Comunista de 1935 e sobre o Brasil na Segunda Guerra Mundial. Quem quiser receber gratuitamente as suas versões eletrônicas entre, por gentileza, em contato comigo pelo e-mail: liv.resistenciacultural@gmail.com).

    Peço, por fim, a todos assinem o Jornal Inconfidência, que esses bravos patriotas das Minas Gerais estão precisam de nossa ajuda. Para quem ainda não sabe, a POUPEX, entidade financeira ligada ao Exército, cancelou seu patrocínio ao jornal, depois de 10 anos. Ordens do sr. Nélson Jobim, esse paspalhão à frente do Ministério da Defesa?…

    A seguir, o site do Grupo Inconfidência: http://www.grupoinconfidencia.com.br/
    __________________________________________

    De minha parte, posso dizer:

    Sou assinante do Inconfidência; faço propaganda do jornal; distribuo gratuitamente, entre os clientes de minha livraria, os exemplares que o meu estimado amigo cel. Miguez, editor do jornal, me envia, também gratuitamente; e já faz algum tempo que minha livraria tem uma promoção segundo a qual quem fizer nova assinatura (incluindo renovações) ganha, em troca, um VALE-COMPRAS no valor de 20,00 em livros.

    Pelo jeito, acharam o valor uma piada. (A assinatura anual é de 100,00; portanto, para quem participasse de nossa promoção, ela sairia a 80,00).

    A promoção, até o momento, está se saindo um fracasso retumbante: nenhuma assinatura, nem pra contar história…

    Levanto, pois, o valor para 50,00! Rachamos a assinatura com vocês! O que acham? Melhorou?

    Acessem aqui o nosso blog: livrariarc.blogspot.com

  46. O colégio que antes era um lugar para formar homens e mulheres para sociedade, estão se tranformando em estábulos da podridão moral.

    Precisamos fazer uma campanha de defesa do direito em aplicar o home school para os nossos filhos. A verdadeira educação de uma boa familia, está em casa.

  47. rejane :

    Quando cursava o segundo grau, nosso professor de Língua Portuguesa pediu a leitura de “O Cortiço”, de Aluisio de Azevedo, entre outras obras… Isso nos anos 70.

    Sei que é difícil controlar tudo que entra nas escolas. Sei que existe uma margem estreita entre supervisão e censura. Não vimos a pouco a proposta de censura aos livros infantis de Monteiro Lobato por “discriminação racial”? (Um absurdo, por sinal, pois cresci lendo suas obras e nunca, repito, nunca vi a “tia Anastácia” da forma como estão dizendo hoje!).

    Enfim, penso que seja muito importante ficarmos de olho no que colocam diante de nossos filhos, sim. Afinal, seus primeiros educadores devem ser os pais e não a escola.

    Gostei de seu comentário e quero completar sobre Monteiro Lobato. Nós, que crescemos lendo Monteiro Lobato, ainda estudavamos nas escolas matérias que desenvolviam o raciocínio e nos qualificavam a interpretar textos com facilidade. No atual ensino, onde ideologias equivocadas e doutrinações tomaram o lugar do aprendizado, passou-se a formar alunos com pouca capacidade lógica e com dificulades de interpretar os textos mais simples (quanto mais fatos da vida). Então não conseguem entender que Lobato comparou, em uma passagem de seu livro, a ação de Tia Nastácia ao subir rapidamente em uma árvore, depois de um susto, com a mesma ação de uma macaca. Lobato não comparou a pessoa da simpática cozinheira com o animal macaca. Simples incapacidade de interpretação de texto. O que diria essa gente se alguém comentasse: “Aquele boxeador é muito forte, luta como um gorila”? Sairiam gritando: “Racismo, racismo,racismo”. Pois tem um grande lutador brasileiro que até recebeu como apelido o nome de um gorila dos desenhos animados, o Maguila, justamente porque o comparavam ao forte macaco. Esse povo não consegue diferenciar comparativos de ação e muito menos o que é pejorativo ou não. Desse jeito, ao alguém chamar outro de burro, os ativistas perguntariam “qual a cor do burro?”, se o burro for preto então é racismo.

  48. Creio que o mundo ainda está de pé, devido a fé Cristã. E governantes querem tirar esse bem precioso das futuras gerações. Será que o povo cristão terá que boicotar as escolas públicas?
    E nossa Igreja, a CNBB, nossas dioceses estão omissos porque?

  49. A educacao moral e civica no Brasil nao serve nem para piada! É simplesmente pior do que se nao existisse, pois existe sim, ao contrario. A ignorancia unida a má fé e falta de nocoes basicas de Deus e da essencia do ser humano sao estarrecedoras. Amor, respeito, responsabilidade, retidao, enfim tudo que diferencia o ser humano de uma ameba, sao ignorados e vilependiados por esta visao de educacao. Hedonismo, desumanidade, crueldade egoismo no mais alto grau serao os frutos desta des-e-du-ca-cao.Deus nos acuda!!!

  50. Quando cursava o segundo grau, nosso professor de Língua Portuguesa pediu a leitura de “O Cortiço”, de Aluisio de Azevedo, entre outras obras… Isso nos anos 70.

    Sei que é difícil controlar tudo que entra nas escolas. Sei que existe uma margem estreita entre supervisão e censura. Não vimos a pouco a proposta de censura aos livros infantis de Monteiro Lobato por “discriminação racial”? (Um absurdo, por sinal, pois cresci lendo suas obras e nunca, repito, nunca vi a “tia Anastácia” da forma como estão dizendo hoje!).

    Enfim, penso que seja muito importante ficarmos de olho no que colocam diante de nossos filhos, sim. Afinal, seus primeiros educadores devem ser os pais e não a escola.

  51. Não é esse um livro que fala sobre a “heroína” da estória, que pegou AIDS depois de “furunfar” irresponsavelmente durante uma viagem, um cruzeiro, acho? As escolas estão ensinando as crianças a fazer sexo (com todas as perversões incluídas) com essa tal educação sexual.

    Quanto a Deus, os pseudo-intelectuais se consideram de QI mais elevado do que a maioria (puro orgulho!) quando dizem que acreditam que Deus não existe ou quando ficam repetindo as idiotices (lendas e propagandas difamatórias) que se dizem sobre a Igreja. Basta uma confrontação para a máscara cair e se verem como são: um bando de ignorantes pervertidos.

  52. Paz e bem! Vamos nos unir, para que nossa família, não seja destruida. A educação tem que ter disciplina de religião no curriculo escolar estudando a palavra de Deus.

  53. Insisto em que se coloque os links dos vídeos que indiquei para que os pais tenham uma real noção do que este livro e as professoras sem noção estão fazendo com nossas crianças, chega às beiras de lançá-los às garras dos pedófilos. Mas se preferir não publicar por normas do site, e até mesmo por decoro, pois entendo que os vídeos são por demais imorais, aceito sua decisão, mas peço que pelo menos deixe uma opção para os que quiserem se inteirar da gravidade dos fatos por sua própria iniciativa sugerindo que os interessados pesquisem por própria conta no http://www.youtube.com procurando pelo nome do livro “depois daquela viagem” ( e em especial por “gabriela em depois daquela viagem”). Em alguns desses vídeos vemos o que algumas crianças fazem (pesquisem no youtube por exatamente assim “amigostudodoido 9 de junho” e vejam mais uma influência do livro no video de nome “9 de junho”) enquanto seus pais pensam que estão apenas fazendo os trabalhos escolares na casa de colegas. Por isso indico este link http://jafaley.spaceblog.com.br/1206721/Falta-de-bom-senso-de-alguns-educadores-cria-problemas-para-alunos-e-seus-familiares/

  54. Se fizermos uma breve pesquisa no Google digitando as palavras palavrão e livro, vamos encontrar casos, em todo o Brasil, onde livros até mesmo foram recolhidos das escolas e outros onde pais processam as escolas ( http://www.dihitt.com.br/barra/revoltada-com-palavroes-em-livro-dado-ao-filho-de-11-anos-em-escola-mae-registra-queixa-na-dp ). Vi vários desses casos e estranhei que o livro “Depois Daquela Viagem” não aparece na pesquisa. Depois fazendo uma pesquisa especifica sobre este livro só encontramos elogios e boas referências. A única referência negativa é encontrada aqui: http://oprazerdaleitura-faunarciso.blogspot.com/2010/07/depois-daquela-viagem-valeria-piassa.html . Mas lendo este livro pude constatar que ele contém muito mais palavrões do que os livros que aparecem na pesquisa sobre palavrões e muito mais também do que os livros que foram recolhidos. Como se explica isto? Além do que, neste livro, tem muito mais coisas inadequadas à crianças do que os palavrões por sí só (palavrões que são considerados, segundo a autora, de uso normal pois já fazem parte da linguagem cotidiana). Além da apologia à maconha e ao alcoolismo entre jovens, a sexualidade é tratada de uma forma a também ser considerada banal e comum. Dá para vermos o efeito disso em crianças de baixa idade através deste video onde crianças simulam sexo ao fazerem um trabalho sobre o livro (observe o trecho entre 2:07 min e 2:45 min, também após os 5:45 min e veja a idade das crianças no vídeo, quantos pedófilos devem ter baixado este vídeo que foi feito baseado no que relata o livro e devido a linguagem utilizada)
    Não seria caso de polícia? Não digo para a autora do livro, mas para quem não tem noção das coisas, não consegue juntar o que é causa ou o que é efeito e indica um livro como esse para crianças de 12 anos ou menos.
    Vejam também este: Aos 2:09 min simulam sexo e aos 7:44 min tem conversa explícita sobre sexo: [moderador: a referência foi suprimida o video é sim imoral]
    Neste outro as crianças já absorveram a mensagem do livro, pois o mini-ator fala ao final que “toda vez que você transar com alguém que você não conhece tem que usar [preservativo]”, quer dizer, nossas crianças estão aprendendo que pode transar à vontade, até com quem não se conhece, desde que use [camisinha]. Veja: [moderador: a referência foi suprimida o video é sim imoral]

Deixe uma resposta