Notícia de Terra.com.br, 6 de março, “Ricardo Salles compara crítica da imprensa alemã ao nazismo”:  “O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, criticou nesta quarta-feira, 6, no Twitter, um artigo publicado pela página brasileira do jornal alemão Deutsche Welle. No texto, o colunista Philipp Lichterbeck dizia que “a destruição do meio ambiente brasileiro parece ser um dos principais projetos do novo governo.”

     “Segundo o artigo de Lichterbeck, que cita medidas de Salles à frente da pasta, “o Brasil está caminhando para transformar seu meio ambiente num inferno”. “Um inferno de sojas, pasto, eucalipto, cana-de-açúcar e lama da indústria da mineração.””

     “Para Salles, é “lamentável” que um canal público alemão escreva isso do Brasil. O ministro acrescentou imagens do jornal alemão e sublinhou trechos do artigo em que o colunista diz que o governo do presidente Jair Bolsonaro é formado por pessoas “que agem e falam com arrogância e crueldade”, “riem quando morre uma criança de sete anos” e “comemoram quando a polícia comete massacres em favelas, quando morrem ambientalistas ou vereadoras negras“”.

     “Questionado por parte dos seus seguidores, Salles disse que o Deutsche Welle é um canal público. “Não pode escrever essas coisas do Brasil.””

                                 * * *

      Li o artigo do colunista da DW Brasil: uma estranha lógica na qual é o efeito que produz a causa. Dois meses de governo Bolsonaro (efeito) são a causa dos males de 20 anos FHC e PT.

     Tem razão o ministro Ricardo Salles em sua defesa do governo, do Brasil e do Ministério do Meio Ambiente.

     É preciso ter uma imaginação doentia para compor esse quadro de acusações absurdas como as formuladas por Philipp Lichterbeck.

     Ademais, poderia ser mais comedido o colunista da Deutsche Welle; como imaginar que uma área de 5.217.423 Km² (Amazônia Legal) pode ser transformada em “Um inferno de sojas, pasto, eucalipto, cana-de-açúcar e lama da indústria da mineração”? … Isso, sem falar de nossa área total, 8.514.876 Km², o quinto maior país do planeta!

     Mais um desatino e desvario da esquerda midiática tentando manchar esse Brasil que procura reencontrar-se a si mesmo nas vias da civilização cristã.

     https://www.terra.com.br/noticias/ciencia/sustentabilidade/ricardo-salles-compara-critica-da-imprensa-alema-ao-nazismo,06b797215e9e226d8d423e571210540d09ixlgru.html

Deixe um comentário!