Código Florestal um conjunto de leis para um problema inexistente.

Paulo Henrique Chaves

O Deputado Lael Varella (DEM-MG) classificou na Câmara dos Deputados o Código Florestal, editado há 45 anos e modificado por portarias e MPs sem nenhum debate no Congresso.

Chamou a atenção de seus pares para as grandes modificações que vêm ocorrendo nos principais centros de pesquisas científicas internacionais, como a Royal Society, que acabou de dar uma marcha à ré sobre o aquecimento global antropogênico.

Na sua mudança de posição, a Royal Society afirma não ser possível determinar o quanto a Terra vai aquecer ou como o clima vai mudar no futuro.

A prudência e a falta de dogmatismo da posição da prestigiosa Sociedade causaram mal-estar nos círculos ativistas e na esquerda política.

Para o deputado mineiro, a religião do aquecimento global está sendo desacreditada. Primeiro foi congelada pelos últimos invernos rigorosos e agora pelos escândalos e fraudes de pseudo-cientistas.

Conclui o lider ruralista que o atual Código Florestal fica ipso facto desacreditado, pois é fundamentado nessa corrente de ONGs e de equivocados cientistas.

Além disso, ele vem paralisando e prejudicando a nossa pujante agropecuária com multas exorbitantes e interdições arbritárias. Urge portanto aprovar sua urgente revisão, concluiu Varella.

Não corrompam nossas crianças através da “Ideologia de Gênero”

A Ação Jovem do IPCO está promovendo uma campanha nacional de abaixo-assinados que serão enviados para o Presidente Michel Temer pedindo a exclusão da satânica "Ideologia de Gênero" da Base Nacional Comum Curricular - BNCC.

Clique aqui e assine já!

 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome