Temos publicado extratos de comentários do Prof. Plinio Corrêa de Oliveira sobre princípios, doutrinas da Contra Revolução. (*)

             Nosso site já demonstrou que o nazismo e o fascismo são movimentos de esquerda (**), apresentados pela mídia como uma falsa direita.

        Não somos apenas a negação dos errôneos princípios do socialismo, do comunismo, do nazifascismo. Temos uma sólida doutrina, princípios baseados na Lei Natural, na doutrina Tradicional da Igreja.

Princípio da organicidade social e da subsidiariedade

        “Para o nazismo e o fascismo (também o socialismo e comunismo)  – coerentes com sua ideologia panteísta — o indivíduo não é nada. E o Estado é tudo. Daí o caráter dirigista, socialista e totalitário de um e de outro. Todo o dinamismo do corpo social lhe vem de fora para dentro e de cima para baixo. Ou seja do poder para a massa amorfa dos súditos. O Führer ou o Duce (Stalin, Fidel, Xi Jingping), encarnação do Estado, decide tudo com base em comissões de tecnocratas. O povo é movido a golpes de decretos-lei, e para os descontentes há a perseguição, as sevícias e a morte.

      “O Estado, a província, o município, a família, as demais instituições privadas formam uma hierarquia harmônica de poderes, que deve dirigir o indivíduo segundo o princípio de subsidiariedade.

         “Segundo tal princípio, deve ser deixado a cada indivíduo toda liberdade, exceto a do mal.

         “Dentro deste amplíssimo círculo de movimentos, a família só deve intervir na vida do indivíduo para o apoiar, nos casos em que ele não se baste a si próprio. E assim o município com a família. A província com o município. E o Estado com a província. Como se vê, segundo este princípio, a liberdade e a autoridade se aliam maravilhosamente. E a ditadura é uma camisa de força injusta e asfixiante.

      “Quanto ao princípio da organicidade, é ele de algum modo um corolário do de subsidiariedade. O impulso vital do país tem de vir de dentro para fora e de baixo para cima. E não apenas de fora para dentro e de cima para baixo. Os usos e costumes legítimos do povo devem ter força de lei. Cada grupo social deve mover-se com a vitalidade proveniente de seus componentes. E cada escalão do poder civil deve ser vivificado pela seiva vinda dos escalões inferiores. Isto enriquece e completa, de modo insubstituível, a ação específica do aparelho governamental”.1

* * *

         Se queremos um Brasil forte, autêntico e antissocialista apliquemos os princípios de organicidade e subsidiariedade que são — per diametrum — o oposto dos 13 anos petistas, do bolivarianismo, do socialismo. Voltaremos ao tema.

(*) https://www.pliniocorreadeoliveira.info/RCR.pdf

(**) https://ipco.org.br/nazismo-e-fenomeno-de-esquerda-afinidades-doutrinarias-com-o-comunismo-ii/#.XMOyXOhKguU

Nazismo e comunismo, verso e reverso da mesma medalha

1 https://www.pliniocorreadeoliveira.info/FSP%2070-05-24%20A%20bengala.htm

Deixe um comentário!