Fui vítima da repressão do governo cubano

0
117

Esquerda, Democratas, PT são os defensores da ditadura cubana. No Brasil, o governo petista sustentou Cuba com financiamentos gigantescos a fundo perdido. O programa Mais Médicos introduziu milhares de cubanos em regime análogo à de escravidão por contrato entre Dilma e Castro.

Levantando as sanções contra Cuba? “Estamos em um terceiro mandato para Obama”

O levantamento das sanções não visaria beneficiar os cubanos, afirma em entrevista ao PanAm Post o exilado cubano e ex-candidato republicano ao Congresso dos Estados Unidos, Frank Polo

“Fui vítima da repressão do governo cubano”, assim começa a história de Frank Polo. Ele deixou a ilha em 1994, quando a crise das vigas, uma série de acontecimentos ocorridos naquele ano em Cuba, obrigou milhares de pessoas a emigrar em barcos improvisados ​​para os Estados Unidos.

Clinton manda Frank Polo de volta à Guantánamo

Continua Panampost: “Por ordem de Bill Clinton, ele foi enviado de volta a Guantánamo para buscar a liberdade. Até que a pressão da comunidade cubana exilada nos Estados Unidos e seus próprios protestos com greves de fome dentro do presídio militar – junto com tantos outros – lhe permitiram chegar aos Estados Unidos.


Frank Polo estudou e se profissionalizou. Em 2020, ele concorreu ao Congresso dos EUA pelo 27º distrito congressional da Flórida. Hoje ele garante em entrevista ao PanAm Post que as intenções dos democratas de suspender as sanções ao regime cubano não visam expressamente beneficiar os cidadãos da ilha, como afirmam vários congressistas. Ao contrário, as intenções seriam mais voltadas para uma “gestão política” com anos de preparação de Cuba, com enviados que conseguiram se infiltrar na política e na comunidade cubana no exílio.

De volta a era Obama, pró Cuba

Recentemente, cerca de 80 congressistas democratas enviaram a Joe Biden uma carta pedindo-lhe que revogasse as sanções impostas por Donald Trump durante seu governo, bem como “renovasse o compromisso” com aquele país. Eles chamam as sanções de “cruéis”.

Quando era candidato, Joe Biden prometeu reverter as decisões de Trump em relação a Cuba. Afirmou que causaram “danos ao povo cubano” e que não foram eficazes na “promoção da democracia e dos direitos humanos”.

O discurso de culpar as sanções pela crise se repete na Venezuela. As semelhanças são óbvias. O regime de Nicolás Maduro culpa essas medidas por tudo de ruim que acontece no país. Ele o reiterou em janeiro, durante a apresentação de sua memória e relato.

O que Cuba teria conseguido nos Estados Unidos se infiltrando na política poderia ser algo que se repete na Venezuela, segundo Polo.

“Vejo que estamos diante de um terceiro mandato de Obama, ou seja, o que eles estão pedindo será feito. Estamos diante de um Congresso dominado em ambas as Casas por democratas e já sabemos que haverá uma reaproximação com Cuba. Como no futuro farão a mesma estratégia para negociar com a Venezuela.”

***

Polo alerta para as infiltrações cubano-comunistas nos EUA: “Agentes influentes da ditadura cubana vieram aos Estados Unidos para mudar a maneira de pensar do exilado cubano, diz Polo, que em 2018 foi avaliado contra o candidato Daniel Pérez pelo 116º distrito da Câmara dos Deputados da Flórida.”

***

Democratas, PT, esquerdas de todo naipe são favoráveis às ditaduras comunistas como Cuba, Venezuela, Irã. Coreia do Norte e China também são preferenciais. No Brasil temos governadores pró China que não receiam decretar o lockdown na esperança, tudo indica, de criar condições para revoltas, descontentamentos, e talvaz uma revolução social. As recentes manifestações que tomaram inúmeras cidades brasileiras no domingo pp bem mostram como a reação conservadora, anticomunista e pró Brasil continua sendo o maior obstáculo às manobras da esquerda.

Nossa Senhora Aparecida oriente, guie e proteja a Terra de Santa Cruz contra as manobras da esquerda e do falso Centrão.

Fonte: https://panampost.com/oriana-rivas/2021/03/05/levantar-sanciones-cuba-tercer-mandato-obama/

Deixe uma resposta