“A greve dos caminhoneiros, prometida na semana passada por profissionais autônomos para esta segunda-feira (16), acabou não ocorrendo” (fracassou, acrescentamos).

Paralisacao de caminhoneiros apoiada pela CUT e um fracasso“Lideranças que tentaram organizar a paralisação afirmaram que houve “omissão” da categoria. Segundo eles, motoristas desistiram da ação por causa de discordâncias políticas entre os caminhoneiros e devido a um acordo feito com o governo”. (https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/12/16/greve-caminhoneiros.htm)

A verdadeira razão do fracasso: CUT não representa os trabalhadores

Leitor, não espere encontrar na Mídia as razões do fracasso de mais essa tentativa das esquerdas de mobilizar os caminhoneiros.

No Brasil, a CUT não representa, não mobiliza, não lidera.  Como também o MST não mobiliza para as invasões. Os Sindicatos, sem a taxa obrigatória paga pelos associados, provam que o Trabalhador não se interessa por eles.

                                          * * *

Falta organicidade, falta representatividade à CUT. As Corporações de Ofício na Civilização Cristã

“As Corporações de Ofícios eram instituições medievais da vida urbana, que reuniam patrões e trabalhadores manuais, plebeus livres com muitos direitos.

“Elas elaboravam sua própria legislação de trabalho e algumas exerciam até jurisdição sobre a região urbana em que se situavam. E havia cidades onde o governo municipal estava a cargo das corporações, ou seja, de plebeus”. https://www.pliniocorreadeoliveira.info/DIS_650325_Idade_Media.htm#.XfjkdWRKguU

 * * *

Mas isso já é um tema que nos leva para a Organicidade nas Associações Operárias ou Patronais durante a Civilização Cristã. E o PT, o socialismo, o comunismo são centralistas, padronizadores e ditatoriais.

E o Brasil que se levantou contra o PT (e a CUT) a partir de 2015, já acordou …

 

Deixe uma resposta