A legalização de um erro ou de um mal nunca será a solução para um problema.

Transcrevemos a seguir interessante artigo da ACI, divulgado no dia 25 de Novembro.

A legalização das drogas não é uma “estratégia idônea para reduzir o número de mortes e violência gerada pelo diário enfrentamento entre cartéis pelo controle da venda de droga”, afirmou o Conselho de Analistas Católicos do México (CAM).

Em um recente comunicado, publicado no Sistema Informativo da Arquidiocese do México (SIAME), o CAM exigiu que os “líderes de opinião e políticos” que estão a favor da legalização das drogas, deixem de “enganar à opinião pública referindo o término legal como sinônimo de lícito”.

Os analistas católicos também recordaram que a proposta da legalização de narcóticos é incorreta pois “não se está liberando de algo mau, a não ser legalizando ou autorizando a cultura de morte, como no caso da legalização do assassinato do concebido”.

“O estado tem que atuar pelo bem da pessoa” reclamou o CAM e precisamente por “a insegurança e o medo” que se estende pelo México, “exortamos à opinião pública favorecer iniciativas pró cultura da vida”.

5 COMENTÁRIOS

  1. Sabemos que antes da criação da Terra havia o caos.
    Depois, entre os homens, também havia caos, que foi acabando com a organização da sociedade, o surgimento da lei.
    Agora aparecem imbecis, servidores dos mais escusos e mercantilistas interesses tentando o PIOR caos de todos: o caos INSTITUCIONALIZADO pela própria lei, que surgira exatamente para eliminar o caos!
    Ora, pelo amor… Basta de mais uma proposta idiota.
    Literalmente uma droga de ideia.

  2. A bem da verdade, nem mesmo com legalização da droga se terminara tal consumo historico da Humanidade de ditas DROGAS licitas e ou ilicitas e ponto final da matéria

    Sejamos praticoe e realistas sem perfumarias em visão pragmatica da matéria como abaixo| com base nos fatos reais, em sua visão nua e crua:

    A experiencia na Holanda mostrou sem falácia tal atitude,e ponto final

    Os pretensos defensores de tal causa somente fazem apologia com pseudo solução a continuidade dos reais baroes da droga, financistas ocultos do comercio bilionário em dolares americanos ,moeda mundial adotada pelo narcotrafico para compra e venda e sua consequente lavagem de dinheiro de tais fortunas ilicitas atraves de paraisos fiscais ja bem conhecidos das autoridades mundiais em finanças, e que mantem ate memso governos de republiquetas latino americanas, é que tem interesse em tal legalizaçao.pois assim jamais deixarão de traficarem a DROGA MALDITA agora sob manto de pretensa legalidade.
    Enquanto nao houver real consciencia pela sociedade mundial das desgraças sociais,ECONOMICAS e mentais da droga e seu consumo seja legal ou ilegal teremos esta vergonhosa mácula do ser humano em plena segunda década do sec.21 ja no 2o.milenio que depoem contra a própria Humanidade, a maior culpada pro tal consumo crescente e vertiginoso…

    Mantendo A ETERNUM tal situação insustentavel com seus imensos prejuizos morais e financeiros criando-se real escoria humana na sociedade mundial,ou sejam seus consumidores e teremos que arcar com pesados impostos para combater sem eficacia alguma tal comercio maldito e alta criminalidade associada á nível mundial.

    Basta de HIPOCRISIA social, em fria análise dos FATOS reais !!!!

  3. México país atrasado, anda na contra mão, enquanto todos proíbem o cigarro industrializado, o México pensa em liberar a droga….só mesmo uma droga de políticos poderiam piorar aquilo que já esta ruim. Aquela máxima usada no Brasil de que pior do que está não fica…..é falsa pois vale a máxima do Murph que diz nunca diz que algo está tão ruim que não possa piorar ainda mais.
    Bem “todo povo tem os governantes que merecem…afinal a escolha é livre…tem povo que gosta do olho e tem também povo que prefere a remela!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome