Noite Feliz: as almas das cancões de Natal perfeitas

É a noite de Natal. A Missa de Galo vai começar. Na igrejinha toda coberta de neve, iluminada e bem aquecida, todos entram de depressa.

Ao longe ficaram as casinhas da aldeia, a fumaça sobe das chaminés, a lareira está acesa, as suculentas, deliciosas e apetitosas iguarias da culinária alemã já estão no forno…

É a festa de Natal que segue à festa litúrgica.

O coro canta “Stille Nacht, heilige Nacht” (“Noite Feliz”) (a música está no vídeo acima).

“Noite tranquila, noite silenciosa, noite santa.

“Tudo dorme, só está acordado o nobre e santíssimo Casal!

“O nobilíssimo menino de cabelos cacheados dorme em celestial tranqüilidade.”

A canção manifesta submissão de espírito, reverência e compaixão. Mas também alta cogitação.

Foi num ambiente desses que o povo da bravura e da proeza militar compôs essa canção de Natal universal: o “Stille Nacht, heilige Nacht” (“Noite Feliz”).

Uma outra canção natalina alemã conta que os dois iam juntos: Nossa Senhora, a flor de delicadeza, e o Menino, o tesouro do Universo!

E atravessaram um bosque de espinhos que havia sete anos que não florescia.

Nossa Senhora sozinha, trazia o Menino Jesus amparado junto a seu coração.

Mas, enquanto Nossa Senhora atravessava o bosque, os espinhos transformavam-se em rosas perfumadas para Ela.

E Ela compreendeu: foi um gesto de amabilidade de seu Filho!

Comprazida, Ela olhou maternalmente para o Divino Infante. Ele estava dormindo, mas governava a natureza!

Eis o paradoxo do povo germânico: esse povo dos grandes exércitos impecavelmente ordenados, dos couraceiros com capacetes encimados por águias, na hora da ternura sabe cantar afetuosamente o Natal como nenhum outro.

 

1 COMENTÁRIO

  1. É impressionante,o nível sapiencial e Divino contido na canção de Natal alemã,o espírito natalino não poderia ser melhor,a verdadeira inocência,do menino Deus,não poderia ser mais bem expressada.Tudo isso foi fruto da civilização Cristã,iniciada na Idade Media.Que tristeza,ao presenciar nos dias atuais,muito diferente das maravilhas nascidas no passado,a Santa Igreja que produziu tantas maravilhas,hoje continua a mesma Santa Igreja,mas a quase totalidade do Clero é bem o contrário,tristeza até a sua santidade,o PAPA FRANCISCO,é bem diferente, onde estão os santos e os grandes PAPAS de outrora.O que se ver hoje,recepção de rei no Vaticano,pelo Papa Francisco,para o ladrão e réu Lula,para o comunista agitador,invasor e criminoso lider do MST,Stheli e muitas outras barbaridades.Lembro-me do amor e do espírito natalino,do Sr Dr Plínio,muita inocência,espalhando como uma luz dourada por toda aTFP,saudades,saudosas recordações.Que NOSSA SENHORA RESTAURE TUDO ISSO.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here