A Liga das Nações, fundada em 1919 — uma tentativa laica de assegurar a Paz Mundial com base na “boa vontade” dos homens — teve uma curta duração e fracassou em impedir a II Guerra Mundial.

A Liga das Nações “lavra sua sentença de morte” excluindo o Vaticano

Bento XV, então Pontífice reinante, reclamara para si um lugar na Assembleia que iria reunir todos os povos civilizados. Recusaram-lhe, sob a alegação de que o soberano espiritual de centenas de milhões de católicos não governava uma nação soberana, como se todas as nações cultas da Cristandade não fossem filhas da Igreja.

Neste mesmo instante, a Liga das Nações “lavrou sua sentença de morte”, escrevia o Prof. Plinio em 1939. De fato, ela foi extinta em 1946, por ter sido inoperante e ineficaz em evitar o conflito mundial que se encerrou em 1945.


Vimos, há não muito tempo, o Papa Francisco recomendar à ONU uma maior interferência na vida das Nações. É bem exatamente o contrário do papel primordial que em toda Cristandade exerceu o Papado.

Por diversas vezes tratou o Prof. Plinio dos direitos do Papado no concerto das Nações.

Em 1946 uma previsão sobre o fracasso da ONU

“Se a ONU fosse constituída à sombra do Papado, sob a presidência do Vigário de Cristo, por povos cristãos, então a ordem universal não seria uma quimera. Mas nem todos os povos da ONU são cristãos, nem todos os povos cristãos são católicos, nem todos os povos católicos são dirigidos por governos católicos, e nem é possível que num ambiente destes o Vigário de Cristo exerça uma influencia eficaz.

“Nestas condições, o fracasso (da ONU) é inevitável. Lá está, no cemitério da História, a defunta Liga das Nações. Ao lado dela, já está aberta outra campa: é para a Organização das Nações Unidas”.   https://www.pliniocorreadeoliveira.info/LEG7_470316_ONUabertoseutumulo.htm

A ONU admitindo Rússia e China no Conselho de Segurança não fez senão suicidar-se. Ainda recentemente essas duas Nações (aliadas da Venezuela) impediram as sanções propostas pelos EUA contra a ditadura de Maduro.

  • * * *

Só a Igreja pode dar vida às organizações supra nacionais

Continua o Prof. Plinio: “Sem a Igreja, que era a única força capaz de lhe dar vida, utilidade e compostura, aquele instituto (Liga das Nações), passado o entusiasmo das primeiras horas, resvalou pouco a pouco para os meandros escusos da politicalha, até chegar ao supremo cinismo de admitir a Rússia comunista no conclave em que só deviam figurar os países cultos.

“Aconteceu que o sr. Ivan Maisky, representante da Rússia, e atual presidente da assembleia (1939), se recusa, por motivos esfarrapados, a comparecer à reunião em que será tratado o caso da Finlândia (que a Rússia invadira em novembro); maior desprezo seria impossível.

O Comunismo de ontem e de hoje não tem Moral

“O bolchevismo sempre pregou que o Direito é um resultado da exploração de uma classe sobre outra, e a moral, um mero preconceito burguês e que, portanto, tais coisas devem desaparecer, numa sociedade bem organizada. Assim, será legítimo tudo aquilo que favorecer a propagação do regime comunista.

“O bolchevismo foi sincero (aplicando seu falso princípio), e continua coerente com a sua linha de conduta facinorosa. Os falsos ingênuos de nossos dias é que não têm o direito de se espantar”.

Uma lição para nossos dias: a falta de transparência do comunismo chinês

Uma das lições que saltam aos olhos, da recente epidemia do Coronavírus na China, é exatamente a falta de transparência.

O governo comunista chinês – conforme noticiado por diversos meios de comunicação – sabia desde há muito da epidemia do coronavírus e censurou as informações a respeito. Agora o Ocidente paga por sua imprevidência e vil cumplicidade para com um regime que há décadas oprime seu povo, cometendo toda sorte de perseguição religiosa, execuções sumárias e todas demais brutalidades que a esquerda não quer reconhecer, originárias de sua intrínseca perversidade.

  • * * *
  • Saibamos aprender as lições da História e nos prevenir nos Acordos com os regimes comunistas. Putin e ex (?) agente da KGB e Xi Jinping presidente vitalício (ditador) da China comunista.

Fonte: https://www.pliniocorreadeoliveira.info/LEG_391210_estertores_da_SDN.htm

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta