Os Papas condenaram o socialismo e o comunismo (I)

6

Os Papas condenaram o socialismo e o comunismo

As condenações emanadas pelos Romanos Pontífices, ao socialismo e ao comunismo, começam com o Beato Pio IX.

Não poderia deixar de ser, dado que a Santa Igreja se levanta em defesa dos fiéis, condena os erros à medida que vão surgindo ao longo da História.

É no Pontificado de Pio IX, em 1848, que Marx e Engels lançam seu Manifesto, uma reprodução do brado non serviam, uma vez que se proclamam contra a ordem natural, a Lei de Deus, as leis humanas.

Campanha Reze contra o Comunismo 2022: Participe!

https://rezecontraocomunismo.org.br/?utm

Beato Pio IX abriu a coorte dos Papas que condenaram o socialismo e o comunismo

O comunismo não tem sua causa mais dinâmica na luta de classes, como afirma o Manifesto de 1848, mas ele se alimenta dessa luta. Sua origem é mais profunda, — explosão de orgulho e sensualidade — descreve o Prof. Plinio em Revolução e Contra-Revolução:

“No protestantismo nasceram algumas seitas que, transpondo diretamente suas tendências religiosas para o campo político, prepararam o advento do espírito republicano. São Francisco de Sales, no século XVII, premuniu contra estas tendências republicanas o Duque de Sabóia (1) . Outras, indo mais longe, adotaram princípios que, se não se chamarem comunistas em todo o sentido hodierno do termo, são pelo menos pré-comunistas.

“Da Revolução Francesa nasceu o movimento comunista de Babeuf. E mais tarde, do espírito cada vez mais vivaz da Revolução, irromperam as escolas do comunismo utópico do século XIX e o comunismo dito científico de Marx.

“E o que de mais lógico? O deísmo tem como fruto normal o ateísmo. A sensualidade, revoltada contra os frágeis obstáculos do divórcio, tende por si mesma ao amor livre. O orgulho, inimigo de toda superioridade, haveria de investir contra a última desigualdade, isto é, a de fortunas.

“E assim, ébrio de sonhos de República Universal, de supressão de toda autoridade eclesiástica ou civil, de abolição de qualquer Igreja e, depois de uma ditadura operária de transição, também do próprio Estado, aí está o neobárbaro do século XX, produto mais recente e mais extremado do processo revolucionário.”

  • (1) Cfr. Sainte-Beuve, “Études des lundis – XVIIème siècle – Saint François de Sales”, Librairie Garnier, Paris, 1928, p. 364.

Condenação dos Papas

O Santo Padre, Beato Pio IX, inicia essa gloriosa coorte de Romanos Pontífices que condenaram o socialismo e o comunismo.

Nefasta doutrina que subverte a sociedade humana

Em 1846, dois anos antes do malfado Manifesto comunista, apontando erros de sua época, a rejeição da “própria luz da razão natural”, a “vergonhosa conspiração contra o sagrado celibato dos clérigos”, a perversão no ensino de falsas filosofias, “com a qual se corrompe o jovem incauto”, diz Pio IX:

“Neste ponto, a nefasta doutrina do comunismo, como se costuma dizer, mais avessa à própria lei natural; uma vez admitida, os direitos de todos, das coisas, das propriedades, até mesmo da própria sociedade humana, seriam perturbados de baixo para cima.”

“Esta é a aspiração das armadilhas escuras daqueles que, disfarçados de cordeiros, mas com espírito de lobos, se insinuam com falsas aparências de piedade mais pura e virtude e disciplina mais severas: surpreendem suavemente, apertam suavemente, matam ocultamente; eles distraem os homens da observância de todas as religiões e destroem o rebanho do Senhor.” (2)

Subversão de toda a ordem

Continua o Pontífice, em 1949: “Mas não vos é desconhecido, Veneráveis ​​Irmãos, que os principais arquitetos desta maquinação infame pretendem finalmente empurrar os povos, agitados por todos os ventos de doutrina perversa, à subversão de toda a ordem dos negócios humanos e arrastá-los para os odiosos sistemas do novo socialismo e comunismo.”

(…)

“E quanto a esses sistemas e doutrinas corruptas, já é do conhecimento de todos que eles, abusando dos nomes de liberdade e igualdade, tentam insinuar os princípios mortíferos do socialismo e do comunismo no povo. (…) enganados por suas mentiras e iludidos pela promessa de uma vida mais confortável, são agitados em turbulências contínuas e aos poucos se treinam para crimes mais graves; pretendem então usar seu trabalho para derrubar o governo de qualquer autoridade superior, roubar, saquear, invadir primeiro as propriedades da Igreja e depois as de todas as outras; finalmente violar todos os direitos divinos e humanos, destruindo o culto divino e subvertendo toda a estrutura da sociedade civil.”

***

O que é essa Ordem ensinada pelos Romanos Pontífices como sendo o contrário do socialismo e do comunismo?

Assim escreveu o Prof. Plinio:

Ordem, harmonia, paz, perfeição

● “A ordem, a paz, a harmonia, são características essenciais de toda a alma bem formada, de toda a sociedade humana bem constituída. Em certo sentido, são valores que se confundem com a própria noção de perfeição.

“Todo o ser tem um fim próprio, e uma natureza adequada à obtenção deste fim. Assim, uma peça de relógio tem fim próprio, e, por sua forma e composição, é adequada à realização deste fim.

● “A ordem é a disposição das coisas, segundo sua natureza. Assim, um relógio está em ordem quando todas as suas peças estão ordenadas segundo a natureza e o fim que lhes é próprio. Diz-se que há ordem no universo sideral porque todos os corpos celestes estão ordenados segundo sua natureza e fim.

● “Existe harmonia quando as relações entre dois seres são conformes à natureza e o fim de cada qual. A harmonia é o operar das coisas umas em relação às outras, segundo a ordem.” https://www.pliniocorreadeoliveira.info/1951_001_%20CAT_%20A_cruzada_do_seculo_XX.htm

O comunismo traz novas misérias e infortúnios

“Se os mesmos fiéis, desprezando as advertências paternas de seus Pastores e os já mencionados mandamentos da Lei Cristã, se deixam enganar pelos supracitados promotores das conspirações de hoje e decidam conspirar com eles nos perversos sistemas do socialismo e do comunismo, sabem e considerem seriamente que assim acumulam para si, com o Juiz Divino, uma infinidade de vinganças para o dia da ira; e que, entretanto, dessa conspiração não poderá derivar a menor utilidade temporal para o povo, mas sim novos aumentos de miséria e infortúnio. De fato, não é permitido aos homens fundar novas sociedades e comunhões repugnantes à condição natural dos negócios humanos.”

(4) https://www.vatican.va/content/pius-ix/it/documents/enciclica-nostis-et-nobiscum-8-dicembre-1849.html

***

Aí estão os países comunistas afundados na mais negra miséria. Como ensinou o Papa Pio IX os “perversos sistemas do socialismo e do comunismo” trarão, como consequência “novos aumentos de miséria e infortúnio”.

***

Rezemos a Oração contra o Comunismo pedindo a Nossa Senhora Aparecida que afaste do Brasil a “subversão de toda a ordem dos negócios humanos” que tem como consequência “arrastá-los para os odiosos sistemas do novo socialismo e comunismo“.

Campanha Reze contra o Comunismo: Participe!

https://rezecontraocomunismo.org.br/?utm

6 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta