Por que o Twitter não censura o Talibã?

0

É conhecida e duramente severa a censura da Big Tech aos conservadores. Não se pode comentar ou opor argumentos sólidos às chamadas “narrativas”. No Brasil a censura à liberdade de expressão não vem apenas da Big Tech.

Talibã pode

“(LifeSiteNews) – O gigante da mídia social Twitter está enfrentando críticas crescentes por seu “padrão duplo” ao permitir que o Talibã use sua plataforma enquanto proíbe permanentemente a conta do ex-presidente devidamente eleito dos Estados Unidos e censura vozes conservadoras.

“Pilotado pelo CEO Jack Dorsey, o gigante da Big Tech Twitter se recusou a decretar uma proibição radical de contas criadas por membros do Talibã, um grupo terrorista islâmico radical, apesar de enfrentar reações por sua censura supostamente seletiva e por não obedecer às suas próprias “políticas para organizações violentas.”

As políticas do Twitter afirmam que “não há lugar no Twitter para organizações violentas, incluindo organizações terroristas, grupos extremistas violentos ou indivíduos que se afiliam e promovem suas atividades ilícitas”.

Ora, o Talibã é radical e extremista. Os recentes atos de violência e execução o estão a provar, mais uma vez.

“Esta não é uma decisão difícil”, disse George Farmer, CEO da “plataforma da liberdade de expressão” Parler em um comunicado esta semana. “Os terroristas não devem ter rédea solta nas redes sociais. É realmente muito simples.”

***

Mais uma vez cai a máscara da Big Tech. Guilhotina só para conservadores.

Fonte: Twitter blasted for allowing the Taliban on its platform while banning Trump, conservatives – LifeSite (lifesitenews.com)

Deixe uma resposta