Rosário – Uma Cruzada em Londres

Procissão católica de reparação: exemplo para o Brasil

Quando Nossa Senhora apareceu em Fátima alertando a humanidade sobre o terrível castigo que virá, Ela pediu que rezássemos o Santo Rosário diariamente em desagravo ao seu Imaculado Coração. Se isso e mais algumas outras exigências fossem feitas, o castigo não viria, a Rússia se converteria e seria dado ao mundo algum tempo de paz.

Como sabemos (1), as exigências de Nossa Senhora não foram atendidas. Veio a primeira guerra mundial, depois a segunda, destruindo grande parte da organização milenar construída pela Civilização Cristã na Europa. A Rússia espalhou seus erros pelo mundo, promovendo perseguições à Igreja. E hoje, em nome do mesmo igualitarismo socialista, movimentos pró-morte e homossexuais tentam destruir toda a moral e os bons costumes. Tudo isso somado é equivalente a um jato de imundícies lançado contra Nosso Senhor Jesus Cristo e Sua Mãe Santíssima.

Mas seria um erro grave pensar que o demônio, mestre de todo erro, controla inteiramente o mundo. Existem almas fiéis aos ensinamentos tradicional da Santa Igreja e que amam a ordem natural criada por Deus.

Foi na intenção de desagravar a Deus que no último dia oito de outubro, nas ruas de Londres, aproximadamente 2.000 católicos saíram em procissão na 27ª Cruzada do Rosário da Reparação.

O objetivo desta procissão pública foi reparar os pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria. A Cruzada Reparatória saiu da catedral de Westminster, sob o céu cinza, com a imagem de Nossa Senhora de Fátima num andor florido e carregado por homens em direção à igreja da Imaculada Conceição (Brompton Oratory).

Uma bonita cruz em ouro abria a procissão, ladeada por crianças portando candelabros dourados. Depois, alguns coroinhas vestidos dignamente para a ocasião com suas melhores batinas.

Seguindo o cortejo vinha a Ordem de Cavalaria Medieval de Malta, que para surpresa de muitos existe até hoje, a Ordem de Cavalaria contemporânea de Santa Maria (2), a Liga dos Policiais Católicos da Inglaterra e do País de Gales (3), vários sacerdotes, Monsenhor Keith Newton e por fim, a imagem de Nossa Senhora de Fátima que do alto do andor protegia todos seus filhos ali presentes.

Senhor Philip Moran, diretor da TFP Britânica, entoando o rosário nas ruas de principais ruas Londres para 2000 católicos.

Depois vinham os 2000 mil católicos que respondiam com fé e recolhimento o rosário que um fiel discípulo de Plinio Corrêa de Oliveira entoava: o senhor Philip Moran, diretor da Tradition Family and Property Bureau for the United Kingdom.

Foram rezados os três mistérios do Santo Rosário e no final todos entoavam hinos em louvor da Imaculada Conceição, pelo Santo Padre e pela Igreja.

No fim da procissão, na majestosa Igreja de Brompton, houve uma consagração de todos os presentes ao Imaculado Coração de Maria, distribuição de escapulários, adoração e benção solene do Santíssimo Sacramento. Tudo isso feito com muito respeito e sacralidade, como as coisas santas devem ser.

Tão piedoso ato deveria ser atualmente prática freqüente em todas as paróquias e a nível nacional, mas infelizmente ou não se faz e ou não é suficientemente divulgado. Esperamos que o leitor, ao ver esse bom exemplo dos ingleses, promova essas reparações públicas a Nossa Senhora, que já está muito ofendida.

Para ver vídeo sobre a procissão: http://www.youtube.com/watch?v=j8ZGozm-4tw
Para ver fotos: http://www.flickr.com/photos/josephshaw/sets/72157627850382212/show/

______________________________
Referências

(1) Para aqueles que têm muito claro esta afirmação recomendamos a leitura desse artigo:http://pliniocorreadeoliveira.info/

(2) Maiores informações acesse: http://www.miliciadesantamaria.com.br/ – acessado em 14 de outubro de 2011

(3) Maiores informações acesse: http://catholicpoliceguild.org.uk/main/ – acessado em 14 de outubro de 2011