Faz parte de nossa História (1977). E muito útil em nossos dias: violação de direitos humanos sistemática que se efetua na China, em 2020.

1977-07-07 -” O PAPA ANALISA A SITUAÇÃO NO BRASIL. Telegrama da TFP a Paulo VI / Esta Sociedade se sente perplexa, Santíssimo Padre, ao notar que a alocução dirigida por V. S. ao Embaixador do Brasil deixa ver sua paternal solicitude ante violações de direitos humanos que a V. S. consta haverem ocorrido por ocasião de atos de repressão contra agitadores comunistas.

“Mas não contém qualquer censura à violação de direitos humanos sistemática e astuciosa, que o comunismo internacional, com sede na Rússia (ainda vigorava a URSS e a China não havia sido industrializada pelo Ocidente), vem cometendo há décadas em nosso território ao instigar continuamente a luta de classes e a revolução social, com patente violação de nossa soberania.

Cumplicidade de eclesiásticos com o comunismo

“Instigação esta favorecida – como nos dói dizê-lo – pela atitude de simpatia, quando não de cumplicidade, de eclesiásticos e leigos da chamada esquerda-católica com os manejos soviéticos. (…) As relações cordiais do Vaticano com o governo russo nos levam a esperar que um protesto de V. S. poderia influenciar os soviéticos no sentido de cessarem a pressão subversiva que exercem no Brasil e em toda a América Latina.”c

***

Em 2020 a China (PCC) substituiu a extinta URSS e representa um perigo maior, por sua astúcia, pela cumplicidade da esquerda e do falso Centrão. Agora o perigo passa a ser a Nova Rota da Seda, a tecnologia espiã da Huawei 5G.

Brasil, alerta, fora das garras do PCC “ainda seremos um grande País”!

 

Deixe uma resposta