Opção preferencial pelo pânico e pelas mortes, não há outro comentário adequado à conduta de certa midia nacional e internacional.

Veja o leitor os gráficos que comprovam esse masoquismo midiático e alarmista

Faça a pesquisa no Google e comprove: publica o número de infectados e o número de mortos.

Deixa em branco os recuperados, frutos do esforço da equipe médica no mundo inteiro.(1)

 

Agrava, a omissão do Google, o fato de que a fonte citada é Wikipédia, que por sua vez, publica o número de recuperados.

Leitor, como qualificar isso? Politização ideológica em favor do pânico? Opção preferencial pelo pânico? A quem aproveita?

Também a BBC na onda masoquista do pânico e da morte

Vejamos agora o gráfico publicado pela BBC. Também ela omite o número de recuperados no mundo inteiro. (3)

Repetimos a observação: a quem servem essas omissões do número de recuperados? E o esforço (risco) da equipe médica onde fica registrado?

***

Até parece que há uma fada malfazeja a orientar grande parte da midia … em proveito notório das quarentenas socialistas e indiscriminadas, produzindo e alimentando um pânico nas pessoas mais vulneráveis.

Citamos gráficos publicados, aí estão os fatos a serem registrados pela História: uma estranha obsessão pelo pânico, pela difusão do medo, pela morte.

***

A realidade dos números: mais de 3 milhões de recuperados!

Leitor, não estamos propagando ceticismo!

Veja que os números apontam mais de 3 milhões de curas no mundo inteiro.

E no Brasil, ultrapassamos 250 mil recuperações segundo dados publicados por https://www.worldometers.info/coronavirus/ que está mais atualizado do que os dados publicados por Wikipedia.

***

Que a Divina Providência e o trabalho da equipe médica mundial nos alentem nessa luta contra a desinformação calculada a propósito dessa pandemia.

 

 

Fonte:

 

(3) https://www.bbc.com/portuguese/internacional-51718755

 

Deixe uma resposta