O Brasil passa por uma renovação em favor dos Valores Morais. Segundo ensina Santo Agostinho a observação dos Mandamentos é o fundamento da Civilização.

No plano interno, se o Brasil quer ser ele mesmo, temos uma clara indicação que é pela fidelidade aos princípios morais que seremos a grande potência a serviço da Fé e exemplo para nossos irmãos latino-americanos. Os Valores Morais são os tijolos e a argamassa com que se construirá o verdadeiro Brasil.

Uma decisão sábia da Ciência confirma os ensinamentos da Igreja

“Reuniu-se, em fins do mês de Setembro, no Rio de janeiro, a 1.ª Conferência Nacional de Defesa contra Sífilis (em 1940). Esta assembleia, toda ela constituída de médicos reputados em todos os Estados do país, examinando o problema gravíssimo das infecções motivadas pelo desregramento dos costumes, à luz exclusiva da ciência, chegou a várias conclusões, que vem sendo o ensino tradicional da Igreja a este respeito.

“Assim, por exemplo, a Conferência aprovou a tese de que o melhor meio de conservar íntegra a saúde da mocidade consiste em guardar castidade até o casamento. Para isto deve ensinar-se aos jovens que a pureza, ao contrário de ser prejudicial, só é benéfica à saúde. Além disso, devem ser combatidos o cinema e as publicações imorais, que pela sua torpe sedução, inculcam a corrupção de costumes”.¹

De lá para cá, se fosse ouvida a conclusão da Conferência Nacional de Defesa contra a Sífilis, a nossa juventude estaria preservada destes males. Mas, o que houve mesmo, foi o contrário, transformando-a em uma assustadora Epidemia: “casos de sífilis aumentam mais de 4.000% em 8 anos no Brasil”².

  • * * *

Não só não deram ouvidos, em preservar a juventude incentivando a pratica da pureza, —  a verdadeira prevenção — mas, fizeram o oposto.

O que esperar deste incentivo de liberar os instintos desregrados? Só em 2018 “mais de 7 milhões de preservativos serão distribuídos no carnaval do Rio”³. Não será espanto que a Sífilis de Epidemia passe a tornar uma Pandemia em nosso país.

  • * * *
  • A Revolução da Sorbonne (maio de 68) introduziu o “proibido proibir”: apodreceu os alicerces e impediu a formação moral da juventude. Se quisermos restaurar o Brasil e edificá-lo em bases sólidas, tenhamos a coragem de ser fieis ao Divino Mestre, à Santa Igreja. Observemos os Mandamentos, tenhamos coragem de pregar aos jovens a Virtude da Castidade, tão discriminada pelo liberalismo e pela esquerda.

Fonte:

¹https://www.pliniocorreadeoliveira.info/LEG_401013_pureza_sifilis.htm#.XijuPshKguU

²https://veja.abril.com.br/saude/epidemia-casos-de-sifilis-aumentam-mais-de-4-000-em-8-anos-no-brasil/

³ http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2018-01/mais-de-7-milhoes-de-preservativos-serao-distribuidos-no-carnaval-do-rio

Deixe uma resposta