cachorroPossuir animais domésticos e tratá-los bem é um costume imemorial, sobretudo em se tratando de cães. E é claro que não se deve submetê-los a sofrimentos sem razão proporcionada. Ninguém defende isso.

Contudo, uma moda induzida e irracional tem levado muita gente a colocar os animais num patamar superior ao dos humanos, o que é extravasar de todo bom senso e chega a ser pecaminoso, pois contraria a hierarquia estabelecida por Deus na Criação.

A Sagrada Escritura é muito clara a esse respeito. Deus disse ao primeiro casal: Enchei a terra e submetei-a. Dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra” (Gen. 1,28).

Ademais, o Catecismo da Igreja Católica, promulgado por João Paulo II, determina: “Deus confiou os animais ao governo daquele que foi criado à Sua imagem [o homem]. É, portanto, legítimo servimo-nos dos animais para a alimentação e para a confecção do vestuário. Podemos domesticá-los para que sirvam o homem nos seus trabalhos e lazeres. As experiências médicas e científicas em animais são práticas moralmente admissíveis desde que não ultrapassem os limites do razoável e contribuam para curar ou poupar vidas humanas” (2417).

*     *    *

gatoSem embargo disso, o infausto projeto de Código Penal, que está sendo analisado no Senado, chega a impor penas maiores ao abandono de um animal do que ao abandono de uma criança. – Loucura? – Desvario? Muito mais. Faz parte do processo de rebaixamento da natureza humana, atualmente em curso.

Os desatinos desse projeto estão levantando protestos e dificultando sua aprovação imediata (esperamos que seja rejeitado). Contudo, cá e lá começam a aparecer projetos parciais na mesma direção, o que mostra um estranho desígnio de levar à frente certas matérias absurdas.

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados aprovou há pouco um projeto que estabelece incríveis punições para os homens no trato destes com cães e gatos. As penas são severas.

Assim, quem matar um cão ou um gato vai para a cadeia pelo prazo de cinco a oito anos. E o regime é de reclusão, o mais fechado, reservado para crimes graves, em que o criminoso não tem possibilidade de abrandamento num futuro próximo. É inimaginável alguém purgar oito anos atrás das grades porque matou um gato! Mas há mais.

Se a pessoa matou o animal para evitar contágio de alguma doença transmissível aos humanos, precisa provar de modo “irrefutável” que não havia tratamento possível para o animal. Se não conseguir fazer essa prova, sua pena aumenta para seis a dez anos. O mesmo acréscimo de pena se aplica se o canino ou felino for morto com veneno ou algum meio cruel.

Mas não é só matar; também se deixar de prestar assistência ou socorro ao cão ou ao gato que corre perigo grave e iminente nas vias e nos logradouros públicos, bem como nas propriedades privadas, corresponderá uma pena de dois a quatro anos de detenção. Se abandonar o bicho, três a cinco anos de detenção.

Tampouco se poderá deixar o animal amarrado com um cordão ou corrente para que não fuja de casa nem ataque ninguém: detenção de um a três anos.

cachorro com óculosÉ preciso ainda dar uma alimentação cuidadosa ao bicho, pois expor a saúde do cão ou gato equivale a uma detenção de dois a quatro anos.

Se o agente for o proprietário ou o responsável pelo bicho, todas essas penas serão aplicadas em dobro: 16 anos de cadeia porque matou um gato!

*     *     *

Essa equiparação, ou mesmo superação, do animal em relação ao homem constitui um rebaixamento irracional e inconcebível da natureza humana, pois Deus criou o homem à sua imagem e semelhança. Rebaixá-lo dessa forma é profanar a imagem de Deus, é ofender o Criador. Quem gostaria que a imagem do próprio pai fosse rebaixada ao nível de um cachorro?

Não corrompam nossas crianças através da “Ideologia de Gênero”

A Ação Jovem do IPCO está promovendo uma campanha nacional de abaixo-assinados que serão enviados para o Presidente Michel Temer pedindo a exclusão da satânica "Ideologia de Gênero" da Base Nacional Comum Curricular - BNCC.

Clique aqui e assine já!

 

18 COMENTÁRIOS

  1. Eu tenho um lindo animal chamado Billy, é um amigo leal. Não vejo porque a separação pois somos todos espíritos amados de Deus desde a sua criação e os animais são nossos irmãos menores, protetores e carinhosos dependentes totalmente de nós por sua inteligência e cérebro não pensante. Aprendermos a amarmo-nos é necessário que amemos um animal sensibilizando-nos de que o homem ainda tão primitivo de sentimentos, orgulhosos, vaidosos, egoísticos, sinta renascer o amor maior pelo simples, pode ser uma cachorro, uma flor, um gramado, a lua, o sol,as nuvens, as árvores, etc. AMAR é o símbolo maior da caridade pois em conjunção descobrimos Deus Pai, Filho e Espírito.

     
  2. A Bíblia Sagrada, nos informa sobre inversão de valores, homens corruptos de mente, amantes de si mesmos, presunçosos, avarentos, mais amigo de deleites do que de Deus. Temos que orar por nossas autoridades, para que façam leis que beneficia os seres humanos, e não os animais irracionais. não estou dizendo que deve ser abandonado os animais irracionais, não! Por favor, devemos cuidar deles, mas isso que está tramitando, essa lei é um absurdo! não tem dinheiro para cuidar das crianças, dos jovens e dos adultos; os Hospitais estão sem recursos, o povo está morrendo nos corredores dos hospitais, é uma aberração nossas autoridades ficarem-se preocupando com cachorros, gatos e outros animais irraacionais! Uma coisa eu tenho a dizer: vai precisar construir muitas penitenciarias,se essa lei for aprovada! Ai vai aparecer muito dinheiro para construir, os edifícios para guardar em segurança o povo que mata, maltrata, os animais! Deus tem misericordia dos políticos do Brasil!.

     
  3. Escrevendo assim, os pobres ‘escritores’ do IPCO tentam debater algo que é discutido apenas cientificamente. Os humanos tem uma peculiaridade incrível, que é a de se achar superior aos outros animais… Sim, aos outros animais, pois também somos animais. Já tentaram muitas vezes argumentar que o humano possui algo de melhor do que os outros organismos, mas são todos falhos, a natureza é linda! Não vou nem discutir os pseudo-argumentos em favor do homem, pois as religiões não são verificáveis nem falseáveis. Portanto, não possuem direito, muito menos argumentos para justificar que o homem é fruto do criador ou um ser destinado a dominar o Planeta Terra.
    Existe outros quesitos… Dizer que a sociedade está mudando, favorecendo os outros animais e rebaixando o homem… Acredito que não, na verdade, acredito que a sociedade está começando a entender que o que antes se achava exclusivo do homem, na realidade não é apenas dele, mas de outros organismos também. Estamos, juntos, no mesmo patamar que os outros organismos. Talvez essas ‘leis’ influenciem mais no respeito pelo homem aos outros organismos. Por exemplo, existem milhares de cachorros abandonados pela rua. Por que? Porque o homem, ignorante, ao invés de cuidar de seus ‘pets’ prefere jogá-los ao relento, contribuindo para a multiplicação desses seres e para as prováveis zoonoses. Nós também temos zoonoses, gripe é uma delas. O homem tem um outro problema ignorante, ao invés de tentar corrigir os seus erros, preferem culpar os outros e tentam corrigi-los de outras maneiras.

     
  4. Fico pensando no que esta senhora que aparece na foto está pensando. Será que no horizonte de preocupações desta pessoa tem lugar a denúncia de acontecimentos como o menino chines vítima de criminosos que lhe arrancaram seus olhos? Não estou afirmando que não se deva ter animais de estimação, porém, esta estima de que tamanho é?

     
  5. Fico imaginando JESUS vendo isto. Nossa como estamos caminhando para o nada. E toda vez que nos afastamos de DEUS o nada se aproxima. Não sei o que falar, só posso rezar e pedir que haja uma INTERVENÇÃO EXTRAORDINÁRIA DE DEUS. Me atrevo a falar que: ou estamos do meio para o fim, ou do fim para o fim. Enquanto isso vamos cuidando muito mal de nossas crianças, ou até não cuidando. Fiquemos na paz de JESUS, pois DEUS que é o próprio JESUS(No princípio era o verbo, e o verbo se fez carne e habitou entre nós) uma hora vai agir, então haverá choros e ranger de dentes. MISERICÓRDIA SENHOR! MARANATA SENHOR!

     
  6. A última pergunta está respondida. Se tramita um projeto, este tem autor ou autores. E se propuseram tal disparate é que não veem mal algum em colocar os animais acima dos humanos, vendo, pelo contrário, uma distinção virtuosa.

     
  7. Estes vagabundos não tem mais o que fazer? Vão trabalhar para merecer o salário impróprio que recebem. Isto aí deve ser obra de quem não tem mais o que fazer, enquanto muitos passam fome e não tem tampouco teto. Água no Nordeste , fazem quarenta anos que ouço a mesma paspalhada destes políticos insanos e a industria do voto ainda funciona em cima deste mesmo refrão. Tem de prender o idiota que coloca este assunto em questão num momento destes em que outras tantas prioridades se fazem necessárias. Nossa, chega de tanta barbaridade. Apenas respeitem os animais, e em primeiro lugar o nosso irmão que está na merda e pelo que vejo vai se afogar nela enquanto permitirem o que aí está ocorrendo. Boa noite

     
  8. Acredito que isso é um reflexo do que a sociedade pensa sobre estes animais de estimação. Algumas pessoas já escrevem em seus carros: “Mais vale um cachorro amigo do que um amigo cachorro”. O amor aos gatos e cães já é maior do que o amor ao próximo. Eu procuro algumas vezes corrigir esse desvio dos Mandamentos de Deus, explicando que o homem é um pecador que precisa voltar para Deus.

     
  9. Não concordo em matar animais para fazer roupa. Do mesmo jeito que a proteção e penas equivalentes aos maus tratos são totalmente irracionais, usar o animal para diferenciar quem tem poder aquisitivo (pois roupas e acessórios feitos de peles de animais são caríssimos) e por motivo estético e fútil com certeza também é abominável.

     
  10. Deveria soltar um pit-bull raivoso no meio do senado só para ver a reação. Olha lá, se prender o pit-bu iria ser preso. Ou seja o Pit-bu ira matar tudin. Meu Deus, é um absurdo essa lei, que é isso. Não dar nem para acreditar, onde estar a cabeça desse senador que fez essa lei. Ele é deste mundo? Tudo bem que não maltratar os animais é certo, mas é absurdo. Cadê a utilização da razão. Animal não é gente. Como é que uma pessoa dessa que ser comparado com um animal. Ele deve estar assistindo muito desenho animado só pode ser, daqueles desenho que o animal é gente. Isso é praticamente um endeusamento dos animais. Deveria morar na Índia esse senador.
    Pois bem vamos rezar, para que o plano do homens maus, não deem certo. Vamos orar para Deus frustar os planos dos homens maus, para que cai por terra.

     
  11. ÍNDICE DE DECADENCIA DE UMA SOCIEDADE OUTRORA CRISTÃ, EM ASCENSÃO DA REBELIÃO (REFORMA) PROTESTANTE ADIANTE.
    QUANTO MAIS O HOMEM SE PAGANIZA, MAIS SE ANIMALIZA!
    Principia a se identificar com os animais, com as divindades da mitologia sob formas de animais e a elas prestar cultos, reminiscencias de cultos pagãos, como nos tempos de Roma e da Grecia, supervalorizando-os, como sucede hoje na India com as “sagradas” vacas e noutros países de igual forma, idem, acatar as diretrizes das ideologias satano-marxistas de Engels e Marx incidirá no mesmo esquema.
    A explicação pode encontrar-se também na caída da sociedade nas muitas vertentes do esotero-satanismo, como do macabro festival Halloween em que, ao invés de animais, Satã exige que se sacrifiquem fetos ou mesmo jovens em dádiva a entes que se manifestam em cultos, lembrando que nos EUA a diabólica festa de Halloween é antecedida de muitos sacrifícios humanos – muitos desaparecimentos de pessoas – havendo tais fenômenos de forma mundial, mas nos EUA em potencial.
    Num ambiente paganizado é mais fácil amar e valorizar o companheiro de estimação por o homem saber ou poder ser pior e mais irracional que os animais, capaz de todo tipo de crueldades; a maioria dos animais é que sofre maus tratos nas mãos dele, não o contrário. A mesma voz que eles não podem levantar para o contrariar é a que também não possuem para se defenderem de destratos, por simples maldade.
    Isso na atualidade com novas leis pró animais elaboradas por seres bestializados, como os comunistas, faz parte do processo globalista de descristianizar e degradar a sociedade para ser receptiva ao projeto de instalação do reino do Anti Cristo no qual, se vier a ser implantado, existirá de tudo, menos Deus.
    Até que Deus retorne com seu poder, majestade e seus anjos despachem os infiéis para os abismos infernais.

     
  12. Isso prova que os políticos estão a serviço do anti-Cristo. Será que num caso desses, darão ao humano tantas oportunidades de defesa como aos corruptos do mensalão? O povo votou e elegeu a sua própria desgraça. Me provem o contrário.

     
  13. se nós não unirmos urgente, nós humanos em breve não teremos direito a nada, esse pais que amamos tanto, esta ficando é irracional, onde já se viu tirar o direito de uma criatura humana de Deus, e dar para os animais. acorda brasil, nossos governantes estão ficando é malucos…

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome