Como parte da preparação do Sínodo da Família de outubro de 2015, as dioceses do mundo inteiro deveriam consultar a opinião dos fiéis sobre o tema do matrimônio e da família. As respostas do laicato alemão foram analisadas pela Conferência Episcopal, que resumiu sua avaliação no documento intitulado “A vocação e a missão da família na Igreja e no mundo de hoje”. Enviado a Roma, esse documento constitui por assim dizer a descrição da posição dos católicos alemães face ao referido tema, a qual servirá de base para o Sínodo elaborar no outono suas perspectivas pastorais.

A tomada de posição da Conferência Episcopal Alemã revela contudo uma situação desoladora. Se ela refletir de fato a realidade nacional, a Igreja não exerce mais qualquer influência sobre a opinião dos fiéis no que diz respeito ao casamento, à família e à moral sexual. Quanto ao divórcio, às famílias mistas e às parcerias homossexuais, a julgar pelo documento dos bispos, os fiéis teriam adotado inteiramente as ideias difundidas por revistas como BRAVO, por filmes e novelas, ou por partidos políticos de esquerda como Bündnis 90/Die Grünen.

Conferencia-Episcopal-Alema-300x228Em suma, o documento da Conferência Episcopal Alemã constitui uma confissão do colossal fracasso do Episcopado em defender a Fé católica e o Magistério eclesiástico no país. E sua delegação junto ao Sínodo, composta pelo cardeal Reinhard Marx [foto ao lado] (München-Freising) e pelos bispos Franz-Josef Bode (Osnabrück) e Heiner Koch (Dresden-Meißen), deveria se apresentar diante da assembleia sinodal de cinzas na cabeça e pedir perdão pelo seu fracasso. 

Bispos de dioceses pobres do interior da Bolívia ou da Nigéria certamente lhes fariam então as seguintes perguntas: — “Como pôde uma Igreja tão rica ter gastado tão pouco dinheiro no ensino da verdadeira doutrina católica sobre o matrimônio e a sexualidade?”; — “Por que o conteúdo das encíclicas dos Papas Bento XVI, João Paulo II (Familiaris consortio) e Paulo VI (Humanae vitae) permanece desconhecido ou não é levado a sério?”; — “Por que a encíclica Humanae vitae foi colocada em questão pela ‘Declaração de Königstein’ dos bispos alemães?”; – “Quanto dinheiro a rica Igreja católica alemã gastou para combater as influências perniciosas da televisão, da internet e de outras mídias sobre as pessoas?”; — “Que contra-medidas catequéticas foram tomadas para manter viva a doutrina católica?”.

Poder-se-iam acrescentar perguntas ainda mais incômodas, uma vez que o entendimento da Igreja sobre matrimônio e sexualidade está intimamente ligado à sua cristologia. Se de fato muito poucos alemães ainda seguem a moral matrimonial e sexual católica, deve-se perguntar até que ponto eles ainda aderem ao cerne da Fé, como por exemplo, à divindade de Cristo, à sua ação salvífica enquanto Vítima expiatória e redentora, à Ressurreição, etc.

Face a essa catástrofe, é de esfregar os olhos quando bispos alemães têm ainda a triste coragem de apresentar exigências ao Sínodo. A doutrina deveria ser, segundo eles, “mais desenvolvida”; dever-se-ia mostrar “apreço” pelas relações extra-matrimoniais e homossexuais, e assim por diante. Afinal, que resultados podem mostrar tais prelados que os capacitem a apresentar semelhantes exigências?

Não é de espantar que em muitos países os católicos se surpreendam a respeito da Alemanha. Até mesmo Daniel Deckers, jornalista encarregado de assuntos referentes à Igreja Católica do “Frankfurter Allgemeine Zeitung” e muito longe de ser um conservador, escrevia em 21 de abril de 2015: “Sob a impressão causada pelas respostas, [os bispos alemães] acentuam agora sua proposta do ano passado, de permitir sob certas condições o acesso de católicos divorciados e recasados aos sacramentos da penitência e da eucaristia. Até o momento a Conferência Episcopal Alemã é a única no mundo a defender este ponto de vista”.

Walter-Brandmüller-202x300De fato, deve-se perguntar o que pretende afinal a Conferência Episcopal Alemã com o documento “A vocação e a missão da família na Igreja e no mundo de hoje”. Da diocese de Essen — com aproximadamente 850.000 almas — chegaram 14 respostasindividuais ao questionário. De Mainz (740.000 almas) veio um total de 21 respostas. De Magdeburg (86.000 almas) vieram 18. Não é preciso ter estudado estatística para saber que tal pesquisa de opinião não vale nada. O que a Conferência Episcopal Alemã deveria ter informado ao Vaticano seria: “Infelizmente não foi possível saber o que os fiéis pensam a respeito de matrimônio e família, uma vez que não participaram da pesquisa”. Pelo contrário, a Conferência Episcopal redigiu um documento recomendando a demolição da doutrina católica sobre matrimônio e sexualidade.

Esperemos para ver o que o cardeal Marx e companhia vão produzir até o Sínodo da Família. Em todo caso, o cardeal alemão Walter Brandmüller [foto acima] já deixou claro: “Quem quiser mudar o dogma é herege — mesmo se estiver revestido da Púrpura.”

 

10 COMENTÁRIOS

  1. NADA MELHOR QUE ALGUNS EXCERTOS DE LA SALETTE E FÁTIMA…
    Para responder a estas perguntas Nossa Senhora veio à montanha de La Salette e advertiu-nos:
    “No ano de 1864, Lúcifer, juntamente com um grande número de demônios, será solto do inferno. Eles vão pôr fim à fé pouco a pouco, mesmo naqueles que se dedicam a Deus. Eles irão cegá-los de tal maneira que, a menos que recebam uma graça especial, essas pessoas irão assumir o espírito desses anjos do inferno; várias instituições religiosas perderão toda a fé e perderão muitas almas.
    Sim, os sacerdotes estão pedindo por vingança, e a vingança paira sobre suas cabeças. Ai dos sacerdotes e pessoas consagradas a Deus, que por sua infidelidade e suas vidas perversas estão crucificando o meu Filho de novo!” (Virgem de La Salette, 19/09/1846).
    A Irmã Lúcia falou ao Padre Fuentes sobre a necessidade de cada católico de assumir para si o trabalho de sua própria santificação e não esperar por ajuda de Roma ou de assistência antes de começar. O que é uma declaração terrível para Roma vinda da vidente de Fátima. Quando pensamos nisso, como são relevantes para as nossas próprias vidas quando vemos a falha completa da hierarquia modernista romana em levar almas para Cristo!
    “Padre, não devemos esperar que um apelo ao mundo venha de Roma por parte do Santo Padre, para fazer penitência. Também não devemos esperar que o apelo à penitência venha de nossos bispos em nossa diocese, nem das congregações religiosas. Não! Nosso Senhor já usou muitas vezes estes meios e o mundo não prestou atenção. É por isso que agora, é necessário que cada um de nós comece a reformar-se espiritualmente. Cada pessoa deve não apenas salvar a sua própria alma, mas também as almas que Deus colocou em nosso caminho… O diabo faz tudo o que está seu poder para nos distrair e tirar de nós o amor pela oração; seremos salvos juntos ou seremos condenados juntos”. (Irmã Lúcia ao Padre A.Fuentes).

     
  2. Quem quer receber a Sagrada Eucaristia em estado de pecado, como inimigo de Nosso Senhor Jesus Cristo, deve se lembrar de Judas, o traidor: “Tomando, então, o pedaço de pão, Judas saiu imediatamente. Era noite.” (Jo 13,30)

     
  3. Bom dia.Concordo com o cardeal alemão.”QUEM QUISER MUDAR O DOGMA É HEREGE,mesmo se estiver vestido de púrpura”.
    Nas Santa Missas isso deveria ser dito para que nós fiéis católicos tenhamos mais consciência da nossa fé religião e formação.
    E as catequése de nossas paróquias colocar com mais clareza e persistencia os ensinamnetos e dogmas da Santa Igreja que nos foi dada por Deus através de Cristo.
    Nossa Senhora a primeira discípula de Jesus,exemplo de toda riqueza de alma e obediência a Deus para que possamos sermos verdadeiro cristãos católicos e preservar a constituição familiar que é uma benção constituída por Deus.
    Que a Graça do Espírito Santo ilumine nossos Bispos no Sinodo da Familia de 2015 e que Maria Santíssima seja sempre a seta que nos conduz a Jesus Cristo.Amém.

     
  4. Herege é quem ensina uma doutrina contrária às Santas Escrituras. Por exemplo, uma tradição que é um acréscimo ao ensino dos Apóstolos (Gálatas 1.8)

     
  5. Esta opinião é dos fiéis ou de uma corrente ideológica dominante
    na cúpula da Igreja católica da Alemanha? Por que não acreditar que os formulários foram propositalmente mandados para um público previamente
    selecionado? Esta seria uma forma de maquiar os resultados da pesquisa,
    para ajustá-la aos interesses de um grupo de cardeais. Agora, imagine se
    um membro desse grupo, consegue ser eleito para ocupar o trono de São Pedro?
    Esta escrito: “Os falsos profetas enganarão até os escolhidos”
    Certo estava o Papa Paulo VI ao denunciar que: “a fumaça de Satanás estava penetrando nas frestas da Igreja” (e parece que continua)!

     
  6. Aurélio Tasso de Miranda:
    Essa frase precisa ser colocada em grande placa de bronze no centro da Praça de São Pedro , no Vaticano:
    “QUEM QUISER MUDAR O DOGMA É HEREGE, MESMO SE ESTIVER REVESTIDO DA PÚRPURA CARDINALÍCIA” Eu, ousadamente, acrescento: “mesmo que seja o Papa”, porque se cair em heresia , deixará de sê-lo.
    O argumento é tão simples, que até uma criança compreenderia: um herege está fora da Igreja, um herege não pode ser membro da Igreja, muito menos sua cabeça.
    Será tão difícil compreender ???

    Esta questão é muito séria. Muito mesmo.
    Abrir um processo de canonização do precito Helder câmara foi pecado de escândalo, pecado contra o Espirito Santo, ou heresia?

     
  7. O papa combate tanto na sociedade os ricos, como vai permitir que a Igreja rica opine sobre o catolicismo do mundo inteiro. Então os ricos católicos alemães é que mandam na doutrina.

     
  8. Essa frase precisa ser colocada em grande placa de bronze no centro da Praça de São Pedro , no Vaticano:
    “QUEM QUISER MUDAR O DOGMA É HEREGE, MESMO SE ESTIVER REVESTIDO DA PÚRPURA CARDINALÍCIA” Eu, ousadamente, acrescento: “mesmo que seja o Papa”, porque se cair em heresia , deixará de sê-lo.
    O argumento é tão simples, que até uma criança compreenderia: um herege está fora da Igreja, um herege não pode ser membro da Igreja, muito menos sua cabeça.
    Será tão difícil compreender ???

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome