Sobem de ponto as denúncias internacionais contra o PCC, o verdadeiro ditador que governa a China. As denúncias e rejeição de material médico fornecido pela China ao Ocidente, por ocasião da pandemia originária de Wuhan, vão se multiplicando na Europa e nos EUA. Até o Brasil foi afetado. https://ipco.org.br/alemanha-belgica-e-holanda-rejeitam-suprimentos-medicos-chineses-acorda-brasil/

10 de maio: China é fruto do capitalismo suicida de Wall Street

Publica TheEpochTimes, 10 de maio: “Nas últimas décadas, a força econômica do PCCh (Partido Comunista da China) continuou a se expandir com a ajuda de financiamento dos Estados Unidos, liderada por Wall Street.”

“O modelo dominante do PCC, baseado na manipulação de informações e na opressão violenta, (nos princípios maoístas, acrescentamos) nunca mudou. Hoje, o poder do PCC representa uma grande ameaça à vida, segurança financeira e segurança nacional dos EUA.”

“O surto de vírus do PCC infectou mais de 1,2 milhão de pessoas nos Estados Unidos (…) O número de mortes na epidemia nos Estados Unidos excedeu em várias vezes as mortes no ataque terrorista de 11 de setembro e o ataque a Pearl Harbor combinado.” (1)

“Os países capitalistas, estúpidos e decadentes, cooperarão” … para nos enriquecer

“Tática algumas vezes violenta e outras vezes pacífica, mas sempre revolucionária. A guerra de morte entre o comunismo e o capitalismo é inevitável. Hoje (1931!), evidentemente, não somos bastante fortes para atacar. Nossa hora chegará dentro de 20 ou 30 anos.

“A burguesia deverá ser adormecida. Começaremos lançando o mais espetacular movimento de paz que jamais tenha existido. Haverá proposições eletrizantes e concessões extraordinárias. (A URSS sentou-se, em Yalta, 1945, ao lado de Churchill e Roosevelt)

“Os países capitalistas, estúpidos e decadentes, cooperarão com alegria para a sua própria destruição. Precipitar-se-ão sobre a nova oportunidade de amizade. No mesmo instante em que baixem sua guarda, os achataremos com nosso punho cerrado”. (2)

O Ocidente e o Japão, enriquecendo a China, a partir de 1972, realizou a profecia negra de Dimitri Z. Manuilsky, 1931).

Não é teoria da conspiração! Tudo começou com as viagens suicidas de Nixon à China, em 1972

           Vamos aos fatos: Em 1972 Nixon – que se reelegera em nome do anticomunismo yankee – empreendeu a chamada “detente” que numa abordagem rápida poderia se traduzir por abertura aos países comunistas: sobretudo Rússia e China. Assim, Nixon empreendeu “sensacionais” viagens — trombeteadas e aplaudidas pela mídia — à Rússia e à China.

       O acerto de uma análise, uma previsão e a confirmação pelos fatos

Em outubro de 72, assim se exprimia, através da Folha de São Paulo, o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira:
“Não poderia a China aspirar ao controle da Ásia? Extensão territorial, população superabundante, apetite de conquista não lhe faltam. Mas, ser-lhe-á necessário ainda, para tão grande cometimento, um potencial industrial e bélico considerável. E o regime comunista não lhe deu nem uma nem outra coisa.

A China comunista só poderá desenvolver-se e alçar-se à condição de superpotência imperialista, com o concurso de uma nação capitalista de grande importância.(…)”

Na foto, Nixon cumprimenta Mao Tsé Tung em 1972

Os fatos, comentamos nós, superaram as previsões do Prof. Plinio: além dos EUA, Japão, outras nações montaram fábricas na China. Inclusive o Brasil.

Continua o Prof. Plinio: “Ora, a única possibilidade de a China receber tal apoio de uma nação capitalista consistiria numa completa reformulação de suas relações com o Japão. (lembramos, o comentário é de 1972 quando o Japão tinha um gabinete conservador e anticomunista)”. https://ipco.org.br/nixon-na-china-1972-uma-analise-uma-previsao-uma-confirmacao-i/

Acrescentamos, foi exatamente o que fez o Japão naquela época. Hoje, o Japão acorda, e participa da retração mundial com relação ao PCCh.

Reação e denúncia do PCC sobem de ponto: meia volta volver

Austrália, Japão, Estados Unidos lideram a reação contra o PCCh no mundo. Embaixadores chineses reagem agressivamente — como aconteceu no Brasil — ante qualquer denúncia sobre a origem, manipulação de dados e sonegação de informações sobre o início e propagação do vírus. https://ipco.org.br/alemanha-belgica-e-holanda-rejeitam-suprimentos-medicos-chineses-acorda-brasil/

Ainda é tempo do Mundo Livre dar meia volta volver: repatriar os setores vitais, estratégicos e farmaceuticos para o Ocidente. A China é tigre de papel.

***

Um clamor popular (anti PCCh) vai tomando conta do Ocidente: meia volta volver!

Os capitalistas de esquerda — os “sapos” — como Bill Gates continuarão enriquecendo a China? Os governadores Doria e do falso Centro continuarão a elogiar o algoz do Ocidente? A BAND e outras tantas midias continuarão em sua política pró Pequim?

De nada vale essa máquina publicitária contra um clamor popular que vai percorrendo o Mundo Livre: a China (PCC) é a grande criminosa nessa pandemia, e o regime comunista também.

Que a Divina Providência guie o Ocidente, e sobretudo o Brasil, contra a ingerência do PCC, da espiã Huawei 5G e de nossos governadores e midia aliados de Xi Jinping.

“Por fim meu Imaculado Coração Triunfará!”, Fátima 1917.

 

(1) https://www.theepochtimes.com/programming-alert-new-documentary-exploring-the-pandemics-wall-street-connection-to-premiere_3344702.html?__sta=vhg.uosvpxUIsmqhgvv%7CYHV&__stm_medium=email&__stm_source=smartech

(2) (Dimitri Z. Manuilsky, conferencia feita em 1931 na Escola Lenine de Guerra Política, apud Jean Ousset. “El marxismo leninismo”. Editorial Iction, Buenos Aires, 2a. ed., 1963 p. 113 – Manuilsky foi eleito presidente do Conselho de Segurança da ONU em 1949).

Deixe uma resposta