Choque e indignação foram as reações despertadas pelo caso da menina chinesa de dois anos de idade, atropelada várias vezes, em meio à indiferença dos passantes, na cidade de Foshan, sul da China comunista.

Numa ruela com pouco movimento de veículos, um furgão atropela a menina que, ensangüentada, fica caída sob o carro, entre as rodas dianteiras e traseiras. O furgão para por alguns instantes e em seguida retoma seu caminho, passando novamente sobre a menina, desta vez com a roda traseira.

Durante um certo lapso de tempo, diversos pedestres e motos passam junto à pequena vítima estirada no solo, sem se incomodarem. Até que um outro furgão a atropela novamente, passando também com as rodas dianteira e traseira sobre ela.

Ao todo foram 18 pessoas que transitaram indiferentes ao lado da menina, até que uma mulher a socorreu e providenciou sua remoção para um hospital, onde veio a falecer alguns dias depois (21 de outubro 2011).

O nome da menina era Yueyue, cuja tradução significa “Pequena Alegria”.

Passados os momentos mais candentes desse crime hediondo, cabe uma reflexão.

* * *

Menina chinesa no hospital. Não resistiu

A brutalidade inaudita do evento levantou em todo o mundo uma interrogação sobre a deformação moral a que o regime chinês está submetendo sua população. O materialismo crasso do comunismo é de molde a embrutecer as almas e torná-las insensíveis às tragédias humanas, mesmo as mais capazes de sensibilizar.

A perseguição aos cristãos na China é outro capítulo terrível dessa realidade.

Donde a pergunta lancinante: como pode o Ocidente, que tanto fala em direitos humanos, promover de tal modo o comunismo chinês, por meio de indústrias gigantescas, comércio avassalador e dólares sem conta? Que julgamento os atuais dirigentes das nações, responsáveis por tanta hipocrisia, merecerão de Deus e da História?

Se a morte trágica da pequena Yueyue servisse ao menos para acordar os ocidentais imersos em seu letargo e os levasse a repudiar os imensos males do comunismo — seja ele chinês, russo, cubano, vietnamita, coreano ou de qualquer outro país —, o sacrifício da “Pequena Alegria” não teria sido em vão.

Acordarão? Ou esperarão o desencadeamento dos terríveis acontecimentos previstos em Fátima por Nossa Senhora? Eis a questão.

7 COMENTÁRIOS

  1. Jado, porque você não se limita a comentar o acontecido com a pequena(yueyue) ? ficar colocando culpa em evangélicos por aquilo! Católicos e evangélicos precisam se unirem em prol de uma comunidade mais fraterna rapaz! Então amigo,deixe esse seu fanatismo de católico e trabalhe mais pelo social sem ficar acusando evangélicos. Se formos voltar na história do tempo,agente ver coisa horripilantes que a igreja católica fazia. Até queimar pessoas vivas,ela queimava, além de outras barbáries como a venda de indulgência. Então meu,não compensa ficar se acusando não! Ainda mais quem não tem nada a ver com aquele fato ocorrido.

  2. É claro que nada justifica tanta indiferença!!!! Mas esse comportamento tem como “respaldo” uma história pior ainda: os evangélicos latrocidas ingleses ao invés de promovomerem evangelização ao povo chinês, o fez de escravo por séculos, submetendo-o a todo tipo de humilhação e espoliação possíveis!!!! Os cristãos verdadeiros, os Católicos, hoje pagam essa conta naquele país.

  3. não sei se este tipo de indiferença se deve exclusivamente ao sistema politico ou a educação familiar que recebemos,pois este tipo de situação eu ja assistí por mais de uma vez aqui em nosso país.precisamos sim de orientação religiosa mais firme,pois tudo o que vemos ultimamente esta voltado unicamente às vantagens monetárias.

  4. O que fizeres a um pequenino, a mim fizestes, assim disse JESUS. Deixar vir a mim as criancinhas, porque dela é o Reino dos Céus. Aos olhos de DEUS nada passa, todos pagarão, mais cedo ou mais tarde, aqui começa e termina no purgatório. Que esse anjinho de DEUS olhe por nós do céu, precisamos muito. O munco caminha a passo largo ao seu fim, aproveitemos nosso tempo para procurar ser cada vêz melhor, para depois não nos arrependermos. Fica aqui a pergunta: Cadê os pais dessa inocente garota, o que estão fazendo sobre tudo isso? Praticamente nada ou quase nada, devem estar de mãos e pés amarrados pelo sistema.

  5. Também me pactuo destas verdades sobre a insensibilidade a que chegaram os chineses, porém, os criminosos aqui no Brasil, os traficantes e tantos outros que para eles a vida não vale nada, também são da mesma insensibilidade. Isto para não falar dos politicos que não veem o que fazem com o nosso povo cristão por natureza ao tentarem aprovar o PNDH3, etc.

    Adotei esta frase lida recentemente quando uma juiza muçulmana fala também dos insensiveis muçulmanos, perseguidores dos cristãos: “Eu sou contra os partidos que trazem perigo para a Constituição”

  6. Fiquei bastante indignada com o que aconteceu na China com a pequena Yueyue. Meu DEUS, a que ponto chegou o ser humano! O comunismo é realmente satânico, pela lavagem cerebral que faz com as pessoas, embrutecendo-as e as afastando de seu CRIADOR e PAI de todos os homens. Só nos resta rezarmos muito e pedirmos a Misericórdia divina.

  7. Foi com muito pesar e indignação que assisti na época a reportagem sobre Pequena Alegria (Yueyue) no jornal noturno da Rede TV.

    O Comunismo é SATÂNICO, não há como negar isso; não é a toa que essa política é a maior inimiga da Igreja Católica, ou vc é comunista ou é católico, vc é a favor do Nosso Senhor Jesus Cristo ou é contra Ele.

    Esse é um infeliz exemplo de como esse regime torna as pessoas demoníacas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome