Julgamos oportuno difundir entre nossos leitores o aviso publicado no site dedicado à difusão da obra de Plinio Corrêa de Oliveira por meio digital (http://www.pliniocorreadeoliveira.info/novidades.asp).

***

Ante o transcendental e histórico anúncio da renúncia ao Papado por parte de Bento XVI, acolhemos oportuna sugestão que recebemos no sentido de ampliar a seção ESPECIAL dedicada à coletânea dos documentos públicos do Prof. Plinio relativos a diversos pontificados, sobretudo a partir de Pio IX até João Paulo II inclusive. Proporcionam eles importantes pontos de referência para análise – sob o prisma histórico e contra-revolucionário – da grave conjuntura em que se encontra a Santa Igreja nos presentes dias. Tal ampliação será feita na medida de nossas possibilidades, mas nossos estimados visitantes já dispõem de farto material à disposição.

 

É oportuno igualmente recordar o que escreveu Plinio Corrêa de Oliveira em sua obra-mestra “Revolução e Contra-Revolução”, em seu Posfácio de 1992:

 

“Em meio a esse caos, só algo não variará. É, em meu coração e em meus lábios, como no de todos os que vêem e pensam comigo, a oração transcrita ao final da Parte III: ‘Levanto meus olhos para ti, que habitas nos céus. Assim como os olhos dos servos estão fixos nas mãos dos seus senhores, e os olhos da escrava nas mãos de sua senhora, assim nossos olhos estão fixos na Senhora, Mãe nossa, até que Ela tenha misericórdia de nós’. É a afirmação da invariável confiança da alma católica, genuflexa, mas firme, em meio à convulsão geral. Firme com toda a firmeza dos que, em meio da borrasca, e com uma força de alma maior do que esta, continuarem a afirmar do mais fundo do coração: ‘Credo in Unam, Sanctam, Catholicam et Apostolicam Ecclesiam’, ou seja, Creio na Igreja Católica, Apostólica, Romana, contra a qual, segundo a promessa feita a Pedro, as portas do inferno não prevalecerão“.

3 COMENTÁRIOS

  1. Iniciativa oportuníssima.
    Há na memória de 50 anos da “Pascendi” de São Pio X publicada por “CATOLICISMO”, três (3) comentários explêndidos do Sr. Dr. Plínio Corrêa de Oliveira sobre esta Encíclica. Peço encarecidamente a re-edição da Encíclica, pròpriamente, e destes comentários.
    Não fôsse por Dr. Plínio eu (digo de mim mesmo) nem sequer teria conhecimento dos Documentos Pontifícios, tâo preciosos para saber da gravidade do momento presente.
    Agradeço ao Sr. Dr. Plínio Corrêa de Oliveira, de todo o coração, o ter-me aberto os olhos.

  2. DEVEMOS NOS UNIR. SEMPRE. ABAIXO A DITADURA ESQUERDITA DO MUNDO COMANDADA PELA COREIA DO NORTE E PELA CHINA. QUEREMOS UM GOVERNO DO VATICANO EM TODOS OS PAISES. ASSIM SEREMOS FELICISSIMOS

Deixe uma resposta