A Caravana Cruzada Pela Família continua pelo interior de São Paulo divulgando livros contra o aborto e contra a prática homossexual.

Atualmente no Brasil há inúmeros movimentos favoráveis à destruição da família. Alertar a população sobre tais movimentos é o motivo que leva os jovens do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira a percorrer o País.

4 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns mais uma vez ao IPCO.

    Estamos fartos dos verdadeiros hipócritas: os que assistem a todo tipo de imoralidade e dizem que dela discordam mas a “respeitam em nome da tolerância”. Ou seja: só NÃO toleram a DEFESA DA MORALIDADE, e por isso atacam o IPCO e a Santa Igreja Católica com velhos e distorcidos discursos sobre os supostos erros passados de determinados filhos da Igreja.

    Esses hipócritas são os piores cegos, os que não querem ver. Filtram um mosquito e deixam passar um camelo.

    A Igreja formou a civilização ocidental, o máximo que se viu na história da humanidade, que seria cada vez mais feliz se MANTIVESSE tal civilização, ao invés de tentar destruí-la com discursos esquerdistas de falsa caridade e verdadeiro ódio, ódio ao Bem e à Moral.

    Viva o Bem, viva a Santa Igreja e viva o IPCO!

  2. Olá, venho aqui falar sobre o que eu vi na minha cidade, Montes Claros – MG, no início dessa semana. Em uma das suas caravanas, homens com gaitas escorcesas, megafones e faixas clamavam contra a “ditadura homossexual” e o aborto, enquanto outros tentavam vender o seu produto, no caso livros de um padre da igreja católica.

    Não vou me envolver no tema aborto, pois é muito complexo e exige mais tempo de discussão, por hora a minha crítica será apenas sobre o protesto contra o homossexualismo. Não contra o tema em sí, mas contra a maneira como ele foi abordado.

    Por um momento eu pensei estar vendo um movimento militar (alguns usavam boinas, como militares). Um homem gritava no meio da rua contra o homossexualismo, taxando os homossexuais como responsáveis por destruir a família e a sociedade. Sabe, na verdade eu não sou contra esse tipo de opinião, apesar de também não apoiá-la, mas esse tipo de comportamento agressivo, público e ofensivo só alimenta a HOMOFOBIA, tema cada vez mais evidente nos dias de hoje. Acredito que as mudanças devam surgir através da educação, passada de forma neutra e sem ódio ou preconceito, já que ninguém é perfeito e não nos cabe julgar o próximo, fato este que vocês católicos fervorosos deveriam saber e praticar. Aliás a Santa Igreja Católica foi a autora de vários crimes preconceituosos durante a idade média, caçando e assassinando pessoas inocentes que não a aceitavam sob o pretexto de serem bruxas (os). Vejo que esse tipo de ódio e preconceito ainda existe, contido por uma sociedade mais humanizada e consciente e pela perda da antiga onipotência da igreja católica, mas ainda procurando por uma brecha por onde possa se espalhar. O seu movimento, chamado de “Caravana Cruzada Pela Família”, me lembrou muito os Skinheads ou a Ku Klux Clan, que espalham o ódio e a intolerância por onde passam, esses sim destruindo vidas e famílias.

    Não sou homossexual, não sou simpatizante de casamentos entre pessoas do mesmo sexo e nem desejo que minha filha se torne homossexual no futuro. Mas sou um tolerante, civilizado e não alimento ódio por ninguém, não importa a orientação sexual da pessoa.

    Tento praticar os dois maiores ensinamentos de Jesus, o perdão e o amor. E gostaria muito que você, que lê esse comentário, fizesse o mesmo. O que faria se seu filho fosse homossexual, o expulsaria de casa? Obrigaria a ser “homem” à força?

    Pensem nisso, e fiquem com Deus.

  3. La campaña tiene todas las características que el Dr. Plinio daba para las de la TFP: personas bien paradas en la calle; seriedad; trato cortés, aplicando técnicas de abordaje; etc Lamentablemente, falta EL SIMBOLO, el estandarte de la TFP el cuál, levantado en cualquier parte del mundo, generaba, desde simpatías acaloradas a rechazos desmedidos; no dejaba lugar a medios términos! Y, lo que daba más calor en las campañas no era tanto las manifestaciones de simpatía como las actitudes contrarias, muchas veces manifestadas con odio a la Iglesia, por lo que el estandarte representaba de Ella ya que las mismas creaban una seguridad interna en las personas que estaban haciendo campaña: si producimo tal reacción en los malvados, es evidente que lo que estamos haciendo va en sentido contrariode lo que ellos quieren. Una simple regla de tres!

Deixe uma resposta