24 de fevereiro de 2017 — dia lutuoso na História do Brasil. Dia em que nossa Rainha e Padroeira foi profanada. Ela foi conduzida forçadamente a participar de um desfile de horrores e imoralidades.

Uma imagem de Nossa Senhora Aparecida foi blasfemamente levada ao Sambódromo da capital paulista para desfilar na Escola de Samba Unidos da Vila Maria. Entre diversas outras condutas hediondas, uma componente de tal escola, vestida como se fosse Nossa Senhora… sambava! Pior. Este horror foi promovido por alguns prelados da própria Igreja Católica. E muitas outras autoridades eclesiásticas foram complacentes. A CNBB, cruzando os braços, não fez nada para impedir tal sacrilégio. “A escola procurou dom Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo, há dois anos, para pedir a autorização. Ele levou o pedido a um conselho, que concordou e sugeriu que o reitor do Santuário de Aparecida, padre João Batista, acompanhasse o processo” — revelou o diário carioca “O Globo” (17-2-17).

Há quase 40 anos, um outro sacrílego atingiu brutalmente a veneranda imagem de nossa Rainha e Mãe: no dia 16 de maio de 1978 sua imagem foi quebrada por um seguidor de uma igreja protestante. Este arrancou a imagem de seu altar e a espatifou. A bendita imagem, jogada ao chão, ficou reduzida a 200 pedaços [foto abaixo].

Naqueles idos, os fieis católicos de norte a sul do Brasil ficaram transtornados e fizeram atos de reparação.

E hoje, com essa terrível afronta à sagrada imagem de Nossa Senhora Aparecida, levada no carnaval pornográfico do Sambódromo, como reagem os católicos? Vamos aguardar os próximos dias para se avaliar adequadamente a possível reação e os eventuais atos de desagravo.

Em reparação à Santa Mãe de Deus, tão gravemente afrontada neste carnaval, transcrevemos abaixo um artigo de Plinio Corrêa de Oliveira (publicado na “Folha de S. Paulo” em 29 de maio de 1978), no qual ele expressa a dor que lhe causou a notícia do sacrílego ato protestante.

 

Pedaços da Imagem de Na. Sra. Aparecida, após o sacrílego atentado em 1978

 

A Imagem que se partiu 

Plinio Corrêa de Oliveira

O Brasil, há mais de dois séculos, venera Nossa Senhora como sua especial Padroeira. E essa veneração se dirige a Ela sob a invocação de Imaculada Conceição Aparecida.

Nossa Senhora Aparecida!

A exclamação acode freqüentemente ao espírito dos brasileiros. E sobretudo nas grandes ocasiões. Pode ser o brado de uma alma aflita que se dirige a Deus pela intercessão da Medianeira que nada recusa aos homens, e à qual Deus, por sua vez, nada recusa. Pode igualmente ser a exclamação de uma alma que não se contém de alegria e extravasa seu agradecimento aos pés da Mãe, de quem nos vêm todos os benefícios.

A história da pequena imagem de terracota escura — com o seu grande manto azul sobre o qual resplandecem pedras preciosas, e cingindo à fronte a coroa de Rainha do Brasil — encheria livros. Esses livros, se fossem concebidos como eu os imagino, deveriam conter não só os insignes fatos históricos que a Ela se prendem, mas também, em apêndice, as legendas que a piedade popular a respeito deles teceu. É da amálgama de uma coisa e outra — história séria e incontestável, e legenda graciosa — que resulta a imagem global da Aparecida como ela existe no coração de todos os brasileiros:

o escravo que rezava aos pés da Senhora concebida sem pecado original, ao mesmo tempo que dele se acercava o dono inclemente, quando as algemas se rompem, o coração do amo que se comove etc.;

o Príncipe Regente que saudava a imagem no decurso do trajeto que o levava do Rio a São Paulo, onde iria proclamar a Independência e fazer-se imperador;

o ato do novo monarca colocando oficialmente o Brasil sob a proteção da Virgem Imaculada Aparecida;

a coroação da imagem com a riquíssima coroa de ouro cravejada de brilhantes, oferecida anos antes pela Princesa Isabel, coroação feita em 8 de setembro de 1904 pelos bispos da Província Meridional do Brasil e de outros pontos do País, em razão do decreto do Cabido da Basílica Vaticana, aprovado por São Pio X;

o velho Venceslau Brás, ex-presidente da República, assistindo piedoso, no jubileu de prata da coroação da imagem, à missa hieraticamente celebrada por D. Duarte Leopoldo e Silva, reluzente daquela como que majestade episcopal tão caracteristicamente dele;

a solene proclamação do decreto do papa Pio XI, de 16 de julho de 1930, constituindo e declarando “a Beatíssima Virgem Maria, concebida sem mácula, sob o título de Aparecida, padroeira principal de todo o Brasil, diante de Deus”;

a apoteótica manifestação do dia 31 de maio de 1931, em que o episcopado nacional, diante da milagrosa imagem levada triunfalmente ao Rio de Janeiro em trem-santuário, na presença das maiores autoridades civis e militares e em união com todo o povo — mais de um milhão de pessoas! — consagrou o País a Nossa Senhora da Conceição Aparecida.

E assim por diante, sem falar das curas, aos milhares. Quantos milhares? Cegos, aleijados, paralíticos, leprosos, cardíacos, que direi eu mais! Multidões e multidões sem conta de devotos, vindas do Brasil inteiro, com as mães contando às criancinhas, ao voltarem para os lares, alguma narração piedosa sobre a santa, inventada na hora ou ouvida da avó ou da bisavó. Bem entendido, narração enriquecida, de geração a geração, com mais pormenores maravilhosos.

Tudo isso levava o Brasil inteiro a emocionar-se — e com quanta razão — ante a pequena Imagem de terracota escura, vendo nela o sinal palpável da proteção de Nossa Senhora.

E o sinal se quebrou.

Por sua vez, essa quebra não será um sinal? Sinal de quê?

A julgar pelas narrações da imprensa, os pormenores do fato ocorrido estão envoltos em mistério. […] Nosso público, habitualmente informado com inútil luxo de pormenores acerca de qualquer crime do gênero dos que entram na triste rotina das grandes cidades contemporâneas, entretanto pouco sabe desse sacrilégio trágico que marca a fundo a história de Aparecida, a história religiosa do Brasil e por isto, pura e simplesmente, a história do Brasil. […]

Amigos meus que conversaram há dias com altíssima personalidade eclesiástica, dela ouviram que o sacrilégio teria relação com a aprovação do divórcio no Brasil.

A hipótese faz pensar. Talvez, entristecida a fundo pela promulgação do divórcio, Nossa Senhora, ao permitir o crime, tenha querido fazer ver ao povo brasileiro seu desagrado pelo fato. Seria bem isso? Sem dúvida, a introdução do divórcio foi um gravíssimo pecado coletivo cometido pela Nação brasileira. […]

Há dois aspectos pelos quais a aprovação do divórcio pode ser relacionada com o crime sacrílego. De um lado, se o divórcio foi aprovado, é porque a resistência contra o mesmo foi insuficiente. Quando o sr. N. Carneiro era aclamado aos brados pelo plenário do Congresso e por uma minoria que abarrotava as galerias, logo depois da aprovação da lei, a Nação dormitava. E essa soneira em hora tão grave exprime, por sua vez, uma flagrante falta de zelo. Pois não nos basta não fazer uso da lei. Se não a queríamos, por que não a impedimos?

Por outro lado, como não reconhecer nesse censurável indiferentismo, não um estado de espírito de momento, mas uma atitude de alma resultante de efeitos ainda muito mais profundos?

Quando a moralidade das modas decai assustadoramente, quando os costumes sociais se degradam a todo momento e a limitação da natalidade, praticada por meios condenados pela Igreja, vai ganhando proporções assustadoras, prepara-se o caldo de cultura para o comunismo. Este, embuçado em criptocomunismos, eurocomunismos, socialismos e outros disfarces ideológicos, vai avançando. Como não reconhecer nisto um complexo de circunstâncias nas quais se insere, com toda a naturalidade, o divórcio?

Isto dito, como não lembrar a profecia de Nossa Senhora, feita em Fátima pouco depois da queda do tzarismo?

Eis as palavras d’Ela: “Se atenderem a meus pedidos, a Rússia se converterá e terão paz; se não, espalhará seus erros pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja; os bons serão martirizados, o Santo Padre terá muito que sofrer, várias nações serão aniquiladas; por fim, o meu Imaculado Coração triunfará”.

É impossível não perguntar se existe uma relação entre essa trágica e materna previsão, desatendida pelo mundo ao longo dos últimos sessenta anos, e a também trágica ocorrência de Aparecida. Não será esta um eco daquela? Um eco destinado especialmente ao Brasil, pois que entre nós, e contra a Imagem de nossa Padroeira, o crime se deu.

Especialmente para o Brasil, sim; exclusivamente para o Brasil, quiçá não. Pois nosso País é o que tem hoje em dia a maior população católica do globo. E Aparecida é, depois de Guadalupe, o santuário mariano de maior afluxo de peregrinos em todo o orbe. Pelo que, quanto aqui ocorra em matéria de devoção marial tem um significado para o mundo inteiro.

Muitos dirão que a ilação entre Fátima e Aparecida não pode ser afirmada, por falta de provas cabais. Não entro aqui na análise da questão. Pergunto simplesmente se há quem se sinta com base para negá-la…

3 COMENTÁRIOS

  1. Ao relativista que foi o único avaliar como ruim o artigo do About Paulo, serve para os falsos cristãos também: Dom José Chaves, bispo emérito de Uruaçu GO: Não se pode aliar Carnaval com Cristianismo. Carnaval é lugar de prostituição, adultérios, infidelidades, pecados e drogas. Nossa Senhora em desfile de Escola de Samba é profanação: http://www.rainhamaria.com.br/Pagina/20646/Dom-Jose-Chaves-bispo-emerito-de-Uruacu-GO-Nao-se-pode-aliar-Carnaval-com-Cristianismo-Carnaval-e-lugar-de-prostituicao-adulterios-infidelidades-pecados-e-drogas-Nossa-Senhora-em-desfile-de-Escola-de-Samba-e-profanacao

    Homilia completa: https://www.youtube.com/watch?v=BLKZIKKec7M

    Vocês perderam, igual ao já derrotado Satanás: https://fratresinunum.com/2017/03/01/pe-frio-a-derrota-carnavalesca-de-dom-odilo/

  2. *

    Pior agressão
    à Padroeira do Brasil –
    martelo ou blasfêmia?

    – FLASh

    http://feedproxy.google.com/~r/feedipco/~3/Pv7aMmAOx-4/?utm_source=feedburner&utm_medium=email

    *

    À negra Padroeira
    carnavalesco deboche
    prelados aprovam?

    – FLASh

    http://feedproxy.google.com/~r/feedipco/~3/Pv7aMmAOx-4/?utm_source=feedburner&utm_medium=email
    http://www.abim.inf.br/no-carnaval-sacrilego-vilipendio-a-nossa-senhora-aparecida/#.WKdJgqDJ3qA
    https://ipco.org.br/ipco/51644-2/

    *

    À insaciável sede
    de absurdo e pecado não
    incentiva a mídia?

    – FLASh

    https://ipco.org.br/ipco/retorno-a-casa-paterna/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+feedipco+%28IPCO+-+Instituto+Plinio+Corr%C3%AAa+de+Oliveira%29

    *

    Ameaçando à linda
    Civilização Cristã –
    Nova Ordem Mundial?

    Pastores votaram
    na “maravilha do mundo”
    Cristo Redentor?

    – FLASh

    http://www.lepanto.com.br/catolicismo/doutrina-catolica/nova-era-uma-revolucao-silenciosa-ameaca-a-civilizacao-crista/
    https://cristoredentoroficial.com.br/

    *

    Serra da Piedade
    faz dois séculos e meio
    reconciliação?

    Judeu instigante
    da Guerra dos Emboabas
    em Lisboa enforcam?

    – FLASh

    https://www.google.com.br/amp/www.em.com.br/app/noticia/gerais/2016/08/03/interna_gerais,790491/amp.html
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_dos_Emboabas?wprov=sfla1

    *

    Ao Brasil e às crianças
    novena de Aparecida
    farta bênção traz?

    Mais preciosas que ouro,
    tranquilidade e alegria
    no harmonioso lar?

    Primeiro milagre
    antes da hora Jesus
    faz porque a Mãe quer?

    Ao Santo Rosário
    rezado diariamente
    no céu ecoando anjos?

    – FLASh

    https://m.facebook.com/santuariodeaparecidaoficial/
    https://youtu.be/9HCNy4HSdUE
    https://youtu.be/X1ZRspOOPIU
    https://youtu.be/D8oKjd7qzQk

    *

    “Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus!

    Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora da nossa morte, Amém.”

    https://youtu.be/D0l4hrXTFu8
    https://afeexplicada.wordpress.com/2011/10/26/ave-maria-esta-na-biblia/

    *

    Poema
    de haicais,

    MOURO SONHO?

    – Fernando L A Soares (FLASh)

    Ecoam pastores
    revolta contra a Rainha
    dos Anjos no céu?

    Divina obra-prima,
    perfeição da Virgem Mãe
    negra luz afronta?

    À humana Rainha
    do Céu gritando “Non Serviam”
    falange mesquinha?

    Odientos sequazes
    da serpente aos da Mulher
    previne Javé?

    Sinédrio autoriza
    matar futuros zelotes
    duplo agente Herodes?

    Incrédulo diabo
    frustrando… “Não tentarás
    ao Senhor teu Deus”?

    Pregado na cruz
    sionista protestantismo
    adora ao Messias?

    Sangue do Cordeiro
    ofertando no calvário
    Mãe co-Redentora?

    Transgênicas flores
    no jardim da Sinagoga –
    cristãs heresias?

    Chão tupiniquim
    herética praga infesta
    pior do que a islâmica?

    Mouro bumerangue
    lançado aos cristãos voltando
    a Israel inferniza?

    Rufante tambor
    iconoclástico ecoa
    na alma protestante?

    Sedutora voz
    da moura sereia encanta
    jovens evangélicos?

    “Bandeira hasteada
    no obelisco de São Pedro…”
    velho sonho mouro?

    Prevê Nostradamus
    ao mundo engolfando o Islã
    em novo milênio?

    Voz ecoa em Fátima –
    “Por fim meu Imaculado
    Coração triunfará.”

    – FLASh

    http://www.pscj.org.br/site/blog/qual-o-significado-do-nome-de-maria/
    http://www.fatima2017.world/page/thanks

    *

    Gritam excluidos
    rebeldes anjos e humanos
    queimando no inferno?

    – FLASh

    http://www.abim.inf.br/o-que-berra-o-grito-dos-excluidos/#.V_SxOelv_qA

    *

    Há cem anos Fátima
    e Aparecida trezentos
    que ao Brasil encantam?

    A quem vendeu alma
    no auge da vanglória o diabo
    puxando o tapete?

    Ao “mecenas” Lula
    maldizendo odientamente
    ingratos pastores?

    Soberbo Lutero
    reformula ou avacalha
    cristã tradição?

    – FLASh

    http://www.abim.inf.br/lex-orandi-lex-credendi/#.V_LB3ulv_qA
    http://www.fatima2017.world/
    https://ipco.org.br/ipco/60065-2/

    *

    Poema
    em sextilha,
    trova & haicai,

    CHUTADA SANTA?

    – Fernando L A Soares (FLASh)

    Capaz de pisar pescoço
    da mãe, o Lula é um colosso
    que até aos petistas espanta
    ao vender sua alma ao diabo
    na aliança – um menoscabo –
    com os chutadores da Santa.

    Ao crente gaulês herdeiro
    “Paris vale uma missa”, ora,
    e Brasília, companheiro,
    um chute em Nossa Senhora?

    O “Jesus” do Edir
    Macedo tem chifre, rabo
    e bafo de enxofre.

    – FLASh

    https://youtu.be/svjmVghi2PU

    *

    A uma negra Santa
    o herdeiro de dom João VI
    consagra o Brasil?

    Mãe Aparecida
    no âmago piedoso reina
    de um grandioso Império?

    – FLASh

    https://m.facebook.com/aparecidasertaneja/
    https://beinbetter.wordpress.com/2009/10/12/nossa-senhora-aparecida/

    *

    Soneto,

    PATRIÓTICA APARECIDA?

    – Fernando L A Soares (FLASh)

    Envolta em limo, traz pesada rede,
    ultimamente sempre em vão lançada
    num rio estéril, linda imagem – vede –
    de escuro barro, mas decapitada.

    Peixe abundante, saciando à sede
    das almas por milagre, ao ser pescada
    também cabeça, sólida parede
    de um templo brava gente ergue na estrada.

    Brasil afora espalham devoção
    à negra estatueta Aparecida
    tropeiros adentrando no sertão.

    E aos pés da Padroeira enternecida
    farto sotaque ecoa desde então,
    grandiosa Pátria fé mantendo unida.

    – FLASh

    http://vejabh.abril.com.br/materia/cidade/caminho-religioso-estrada-real-oferece-boa-gastronomia-arte-historia-claro-espiritualidade

    *

    Três séculos faz
    lindas preces à Padroeira
    campanários pautam?

    Aos 12 de outubro
    na “passarela da fé”
    formigueiro humano?

    – FLASh

    http://alexandrinadebalasar.free.fr/nossa_senhora_aparecida_1.htm
    https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1695872800655720&id=100006990498330

    *

    Fernando Lopes de Almeida Soares
    (FLASh) IFP/RJ 2477412
    Rua Joanésia, 316 ap 301 Serra
    30240-030 Belo Horizonte, MG
    poetafernandosoares@gmail.com
    facebook.com/cronipoeta
    cronipoesias.blogspot.com
    twitter.com/twiflashes
    WhatsApp etc 319 9882 5505 Oi?

    .

  3. QUANTO SACRILEGIO E PROFANAÇÃO!
    Vimos nas redes sociais muitas interpelações aos concedentes de permitirem desfilar a imagem da SS Mãe do Senhor Deus Jesus Cristo num ambiente depravado de farristas e imorais que exaltam o satanismo sob a forma de uma bacanal que é o luxurioso carnaval!
    A esses que concordaram, até a CNBB teria sido consultada, trata-se de uma hipócrita “homenagem” de modo “respeitoso”, uma forma de também “evangelizar” – quanta falacia e farisaísmo – justamente aqueles que nem querem ouvir falar de cristianismo e muito menos de Igreja católica e de sua doutrina!
    Teria sido um aproveitamento de parte dos donos da Escola de Samba Unidos Vil Maria o quanto poderia render a presença de N Senhora para obter uma vitoria, arrecadar financeiramente e ganhar um troféu meramente material, embora A desdenhando, premio esse que ainda mais servirá de condenação a esses oportunistas e associados nesse ultraje e infamia!
    Numa nota relativista, o que foi captado da mensagem da Arquidiocese de São Paulo foi dizer ter seguido os trãmites adequados e com “prudência”, acompanhando os trabalhos da Escola de Samba Unidos de Vila Maria ao desfile que “honrará” Nossa Senhora Aparecida, embora no pernicioso carnaval que, à verdade, sempre foi e continuará sendo uma orgia que os filhotes de Satã lhe prestam anualmente como preito de pertença a ele, agindo de como mais lhe agrada: pecando publicamente e à vista de todos o mais gravemente o quanto possível!.
    “Reiteramos que a Igreja Católica não “autorizou” o uso da imagem de Nossa Senhora no Carnaval, mas que está próxima da escola para garantir que não sejam desrespeitados o sentimento religioso e as devoções dos fiéis.” diz a nota; enfim, que o permitiu?
    Varios fiéis reclamaram de a Igreja, antes de mais nada a esse pedido, de a rechaçar, senão não promover uma nota de repudio a essa escola se insistisses e a denunciando em todas as celebrações, além de o ambiente onde se apresenta o carnaval ser dissoluto, libertino, obsceno extremamente excitante de paixões!
    Em suma, as apresentações dos pãndegos carnavalescos se equiparam a verdadeiros palcos de dançarinas nos inferninhos e boites instigando sensualismo nos presentes, e Nossa Senhora é completa e radicalmente avessa a esses maliciosos e desregrados comportamentos ético-morais, sendo aquela que oportunamente pisará na cabeça da Serpente, a qual conclama os seus a estarem presentes e ela patrocinando o asqueroso carnaval!
    Daria para aplicar?
    “Ora, as autoridades e os líderes são a cabeça, os profetas que ensinam inverdades são a cauda. Aqueles que guiam este povo são os mesmos que o desorientam, e aqueles que são guiados deixam-se seduzir e ser conduzidos ao erro”..

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome