CNBB Documento 91O Instituto Plinio Corrêa de Oliveira alertou a opinião pública sobre os perigos do Decreto presidencial 8.243, em comunicado intitulado “Importante passo rumo ao modelo venezuelano”. Destacava o texto que a efetivação do Decreto poderia ser qualificada como uma tentativa de golpe de Estado incruento; e acrescentava: “Fica assim instituído um sistema paralelo de poder, que consagra na prática uma ditadura do Executivo, na pessoa do Secretário-Geral da Presidência da República, o ex-seminarista Gilberto Carvalho, quem habitualmente faz a ponte entre o governo e a CNBB”.

É, pois, muito preocupante constatar – especialmente para os católicos – que a CNBB, no seu documento de nº 91, defende a existência de tais “conselhos populares” e a “radicalização da democracia”, um eufemismo para a chamada “democracia popular”, aos moldes da aplicada pelos “soviets” na Rússia e em outros países, e que deu origem a regimes políticos materialistas, ditatoriais e sanguinários.

Em artigo publicado recentemente, o Prof. Hermes Rodrigues Nery, coordenador da Comissão Diocesana em Defesa da Vida e do Movimento Legislação e Vida, da Diocese de Taubaté, mostra como o sistema de “conselhos” já é uma realidade na organização eclesial instituída pelas correntes progressistas dentro da Igreja.

Mostra ainda o artigo como continua a ser a “esquerda católica”, com base numa interpretação distorcida da doutrina católica, a impulsionar uma ação revolucionária e libertadora, cuja ação específica é a derrocada do statu quo atual; a CNBB, intervindo uma vez mais em assuntos da competência especificamente temporal, silencia sua missão espiritual, quando tantas investidas são feitas contra a família cristã e o sagrado direito de propriedade.

Este site convida seus leitores a conhecer a descrição, feita pelo Prof. Hermes Rodrigues Nery, dos métodos utilizados pelas correntes progressistas para silenciar aqueles que querem impedir os graves atentados da legislação estatal contra os mandamentos da Lei de Deus.

Dom Guilherme Werlang, bispo de Ipameri (GO) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz da CNBB.
Dom Guilherme Werlang, bispo de Ipameri (GO) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz da CNBB.

Hermes Rodrigues Nery: Ouviremos os conselhos!

Documento nº 91 da CNBB defende “conselhos” e “radicalização da democracia”.

Os progressistas assumiram postos de comando, tornaram-se ordenadores de despesa, formaram seus “conselhos” e os doutrinaram na ideologia marxista, para justificar e legitimar os encaminhamentos da “democracia radical” dentro da Igreja, relegando os padres conservadores aos papéis secundários de vigários, sem poder algum de decisão.

Em 2010, por ocasião da 48ª Assembléia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, realizada em Brasília (para comemorar o jubileu de ouro da fundação da capital federal, em pleno planalto central do País, o então secretário-geral da CNBB, Dom Dimas Lara Barbosa apresentou o documento nº 91: “Por uma Reforma do Estado com Participação Democrática”, assinado em 11 de março daquele ano, meses antes do pleito que elegeria Dilma Rousseff como presidente. Naqueles dias da 48ª Assembléia, estive em Brasília, e procurei vários bispos, inclusive o próprio Dom Dimas, chamando a atenção do Plano Nacional de Direitos Humanos 3, que o então presidente Lula havia apresentado nas vésperas do Natal do ano anterior, e que causou grande apreensão em vários setores da sociedade brasileira. Solicitamos que a CNBB tivesse um posicionamento firme sobre o aspecto anticristão do PNDH3. Mas não foi possível tal posição. Os temas da Assembléia vinham das bases, e um deles era o documento nº 91. “Um tema para entrar aqui em discussão vem das bases, dos conselhos!”, ressaltou um dos prelados. Em relação ao PNDH3, a apreensão inicial foi apenas passageira. Logo as vozes se calaram, e vieram as acomodações conhecidas.  A execução do PNDH3 continuou como prioridade do governo do PT, legitimado pelo silêncio e conivência de muitos. Depois que passou a chiadeira inicial, o PT se sentiu respaldado a agir com mais celeridade aos propósitos contidos no PNDH3.

Muitos bispos fizeram descaso dos apelos feitos, e quando a voz solitária e heróica de Dom Luiz Gonzaga Bergonzini, o Leão de Guarulhos, clamou em defesa dos nascituros, denunciando a agenda abortista do PT em plena campanha eleitoral, muitos outros religiosos e leigos católicos da esquerda se juntaram para assinarem uma carta de apoio a Dilma Rousseff, incensada por Leonardo Boff, em evento no Rio de Janeiro. No ano seguinte, estando com Dom Bergonzini em Londrina (PR), conversamos sobre a situação nacional, e ele afirmou que continuaria quantas vezes fosse preciso se posicionando em fidelidade ao Magistério da Igreja, à sã doutrina, denunciando a agenda abortista do PT e o seu projeto de poder totalitário, confirmando assim a valentia que faltava a muitos outros religiosos e leigos católicos. Estivemos juntos novamente num ato público na Praça da Sé, em que saímos em direção ao Fórum João Mendes, onde ele protocolou uma ação contra as “Católicas pelo Direito de Decidir”. No ano seguinte, nos reencontramos no plenário do Supremo Tribunal Federal, na votação da ADPF 54, quando o STF decidiu aceitar o aborto em casos de anencefalia. Havíamos feito uma vigília durante a noite antes da votação, em frente o STF. E ainda durante a votação, quando a maioria dos ministros já havia deliberado, Dom Bergonzini saiu da sessão e foi rezar um terço em frente o STF. Ele sabia que, naquele momento, pela via judiciária estava se abrindo uma brecha para a legalização do aborto no Brasil, e que a Presidente Dilma Rousseff não cumpriria sua promessa de campanha de que não tomaria iniciativa nesse sentido, o que se confirmou, mais tarde, com a sanção da Lei 12.845/2013, de triste memória. A imagem de Dom Bergonzini sozinho diante do STF, debaixo de um sol escaldante, no meio da tarde, foi de cortar o coração. O Leão de Guarulhos não se abateria até o último minuto de vida, dando o exemplo de um combatente, enquanto Igreja militante.

Via crucis de uma campanha contra o aborto

No mesmo período, percorríamos as paróquias de algumas dioceses do estado de São Paulo coletando assinaturas para a “Campanha São Paulo pela Vida”, com o objetivo de incluir na constituição estadual paulista o direito a vida, desde a concepção, via iniciativa popular. Foi então que comecei a perceber uma realidade mais terrível, que ainda não tinha me dado conta. Ao apresentar a campanha aos padres, nas reuniões diocesanas de presbíteros, muitos deles disseram: “a proposta é boa, mas temos que primeiro ouvir “os conselhos” paroquiais. “Pessoalmente sou a favor da campanha, acho bonita esta iniciativa, mas temos que ouvir “os conselhos”. E de outro pároco: “Não posso simplesmente apresentar um projeto bonito desses como se fosse coisa minha, ou pior ainda, como se fosse coisa do bispo, você entende? Tudo será decidido nos conselhos.”

E então, a coisa emperrou. Algo aconteceu que não entendíamos. Só funcionou quando o pároco, com a sua prerrogativa de decisão, autorizou que fossemos ao final da missa falar sobre a campanha e, em seguida, fizéssemos a coleta de assinaturas. Em muitos casos, o pároco disse que colocaria a disposição agentes pastorais. Mas quando chegávamos lá, para o mutirão pela vida, nem mesa, nem canetas, nada de estrutura mínima. Tínhamos que levar tudo por nossa conta, em certos casos, nem mesmo o pároco lá estava. A missa era rezada por um vigário, que nem sabia do que estava acontecendo, porque ninguém avisou nada. “Acho que vocês estão sendo boicotados”, nos disse uma senhora que veio assinar o formulário contra o aborto.

A campanha contra o aborto no estado de São Paulo se tornou um calvário, porque nos deu a constatação de que boa parte das paróquias visitadas está dominada por “conselhos” imbuídos de ideologia marxista, que não consideravam relevante a causa da defesa da vida desde a concepção. “Vocês estão obcecados pela questão do aborto”, nos disseram. Se for um abaixo-assinado para dar moradia aos sem teto, terras para o morador de rua e direitos sociais aos afrodescendentes, então contem com a gente”. Mais tarde tivemos que ouvir de um dos líderes dos conselhos: “Até o papa já disse que vocês estão obcecados pela questão do aborto!” Um deles foi mais longe: “Direito primeiro ao já nascido!”. Mesmo assim, continuamos percorrendo as dioceses, algumas nos acolhendo muito bem, abrindo as portas, como o bispo de Campinas. Então fui pessoalmente falar com Dom Damasceno, presidente da CNBB e arcebispo de Aparecida. Ele foi bem receptivo e acolhedor, abrindo as portas da Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, onde fizemos um mutirão de coleta de assinaturas lá. E também Dom Beni, que telefonou autorizando um dia de coleta na Canção Nova. Mas foi apenas um único dia de mutirão. Depois, tínhamos que voltar às paróquias, e submeter o abaixo-assinado à vontade dos “conselhos”. E quando isso acontecia, emperrava de novo.

Bispos conservadores e fiéis ao Magistéiro da Igreja nos recebiam, ouviam e acolhiam, anuindo com a proposta. Quando os formulários eram encaminhados para às bases, meses decorriam sem que houvesse algum retorno.  O Regional Sul 1 da CNBB, graças ao Pe. Berardo Graz, dando apoio, conseguimos mobilizar outras comissões em defesa da vida, e obter juntos, mais de cento e cinquenta mil assinaturas. Mas precisávamos chegar a trezentas e trinta mil. Tivemos então que fazer um mapeamento de paróquia por paróquia, identificar qual padre acolheria, e mesmo assim, qual tomaria a decisão dele mesmo fazer acontecer. Quando ia para os “conselhos”, estancava. Mesmo assim, chegamos a mais da metade do número de assinaturas exigidas pela legislação, e como desejávamos fazer a ação vir do seio da Igreja Católica, o trabalho demorou mais para fluir. “Chamem os evangélicos, vocês precisam dos evangélicos!” Mas queríamos muito a iniciativa dos católicos. A grande lição da campanha foi a de constatar o aparelhamento ideológico da Igreja Católica no Brasil. A maior parte dos “conselhos” foram criados para serem voz do esquerdismo dentro da Igreja, minando-a por dentro, corroendo a sã doutrina, fazendo com que muitos padres fiquem de mãos atadas, imobilizados, sem saber o que fazer, como reféns dos conselhos. “A fidelidade dos sacerdotes católicos deve ser com a sã doutrina”, disse eu certa vez, numa reunião de um desses “conselhos”. E uma das lideranças, com voz num tom de saltar as veias, respondeu: “Esta sã doutrina é eurocêntrica. Mas saiba que a experiência da América Latina, que veio das CEBs, o protagonismo dos “conselhos populares”, fará emergir a Igreja que queremos, a Igreja como “povo de Deus”, e não a imposta pela hierarquia”. E completou: “A questão do aborto é um obsessão desta igreja reacionária”. “O povo quer pão na mesa e terra, esse sim é o direito a vida por qual temos que lutar. E conseguiremos isso com participação popular, com ‘democracia radical’, efetivamente participativa.”

Outro aspecto percebido foi a crescente tomada de posição dos progressistas, em todos os níveis, nas paróquias, nas escolas e universidades, nas editoras, empresas e muitas instituições hoje apenas ditas católicas. Os progressistas assumiram postos de comando, tornaram-se ordenadores de despesa, formaram seus “conselhos” e os doutrinaram na ideologia marxista, para justificar e legitimar os encaminhamentos da “democracia radical” dentro da Igreja, relegando os padres conservadores aos papéis secundários de vigários, sem poder algum de decisão. Boa parte se acomodaram, evitando criar problemas, e preferindo tocar a rotina, em serviços burocráticos de atendimentos, sem intervir nas decisões, aceitando se tornar reféns dos “conselhos”. Alguns celebram a missa diária, como se fosse apenas uma obrigação profissional e nada mais. Fazem os atendimentos necessários e somem. Vários são os casos de depressão e alcoolismo, que sofrem sem saber o que fazer debaixo do mando de tais “conselhos”, com a conivência do progressista ordenador de despesa. Presenciei casos assim, nas minhas andanças em defesa da campanha contra o aborto, nas muitas visitas feitas em paróquias, de padres cerceados de suas atividades, vigiados, boicotados, que sofrem calados padecimentos incontáveis.

“O que acontece com a nossa Igreja?”, queixou-me um deles. E lembrou-me uma frase de Bento XVI, em seu livro “Jesus de Nazaré”: “E como estamos todos na realidade presos pelas potências que de um modo anônimo nos manipulam”. E me contou: “Não apenas padres sofrem com isso, mas também bispos, e mais ainda bispos eméritos conservadores, que padecem privações sob a dependência de religiosos progressistas, idosos, muitas vezes, sem família, à mercê da vontade dos progressistas. Tudo isso causa grande dor e sofrimento no seio da Igreja, que foi tomada por dentro pela implacabilidade dos progressistas, dentre os quais muitos recorrem aos “conselhos” para dar legitimidade a este cerco aos conservadores dentro da instituição. Eles sabem que ninguém vai falar nada, ninguém tem coragem de falar, e assim, aos poucos, eles avançam e ocupam mais postos de decisão.”

E então nos indagamos: o que esperar, mais adiante, em termos de defesa da sã doutrina católica, quando o próprio documento nº 91 da CNBB, em relação à reforma do Estado brasileiro, prega uma “educação popular” capaz de questionar os fundamentos do sistema político atual, questionando inclusive a “democracia representativa”, e advogando a necessidade de dar poder a “novos sujeitos históricos” (os tais “conselhos populares” defendidos pelo decreto 8243/2014 da presidente Dilma Rousseff?), propondo inclusive no referido documento, “radicalizar a democracia”, dizendo que “a democracia representativa não esgota todas as formas de vivência democrática”, “rompendo com a supremacia institucional da cultura ocidental”? Está no documento nº 91 a defesa dos “conselhos”, de modo explícito: “os conselhos paritários formam, um campo privilegiado de participação popular”, propondo “a institucionalização das estruturas de participação popular”, para “uma nova forma de viver a democracia”.

O fato é que o documento nº 91 está em muita sintonia com o pensamento contido no decreto nº 8243/2014 da presidente Dilma Rousseff. Não é a toa que Gilberto Carvalho se sente tão à vontade, ao saber que não haverá resistência alguma da Igreja ao decreto, porque o documento nº 91, que já foi lido e trabalhado em tantos finais de semanas, em muitas reuniões paroquiais, pelo País afora, defende o que está no decreto 8243/2014, mesmo muitos sem saber exatamente das conseqüências disso, para o País, e para a Igreja Católica no Brasil. Gilberto Carvalho sabe que as poucas vozes reacionárias não têm lastro mais nas bases já trabalhadas e tomadas, há muito tempo. Já não tem mais poder algum. E poderá rir disso, no conforto do gabinete presidencial, certo de que poderá agora avançar mais célere, em tudo aquilo que está lá contido no PNDH3, e que os próprios bispos, reunidos na 48ª Assembléia, nada disseram a respeito. Agora, poderão facilmente prosseguir no afã de sovietizar o País, repetindo aqui o queria Lênin: “todo poder aos sovietes!”

Agora ficou clara a resposta dos párocos progressistas, ao receberem o formulário da campanha contra o aborto: “ouviremos primeiro os conselhos”. E entendemos o porquê tais formulários terem ficado meses esquecidos nas gavetas dos escritórios paroquiais. Os “conselhos” decidiram que a questão do aborto não é relevante. Mesmo sabendo que a maioria do povo brasileiro é contra o aborto e pela vida (82% segundo pesquisa Vox Populi). Mas os “conselhos” representam mesmo o “povo”?

Hermes Rodrigues Nery é coordenador da Comissão Diocesana em Defesa da Vida e do Movimento Legislação e Vida, da Diocese de Taubaté. Especialista em Bioética, é pós-graduado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. E-mail: hrneryprovida@gmail.com

Não corrompam nossas crianças através da “Ideologia de Gênero”

A Ação Jovem do IPCO está promovendo uma campanha nacional de abaixo-assinados que serão enviados para o Presidente Michel Temer pedindo a exclusão da satânica "Ideologia de Gênero" da Base Nacional Comum Curricular - BNCC.

Clique aqui e assine já!

 

52 COMENTÁRIOS

  1. Preguntas?

    La CNBB (y otras conferencias generales del episcopado latinoamericano ) en que porcentajes estan influidas por las tendencias de la teologia de la liberacion ” moderada” (¿y extremistas).?En su mayoria? minoria? , Quieren, pueden, los obispos fieles, sean mayoria o minoria, emitir y difundir cartas pastorales que propongan una lectura fiel a la tradicion catolica de los documentos que parecen (o sean )por su letra (o, y, contenido)contrarios a esa tradicion y denunciar su ejecucion en contra de la misma. Recuerdese como en nombre de las Conferencias Generales del Episcopado Latinoamericano y del Concilio Pastoral Vaticano II se han sembrado errores y cometido horrores:Verdaderos Tsunamis morales y ¿Porque? esas mayorias o minorias fieles no han proclamado una contralectura fiel al legado catolico y contra esas practicas opuestas al mismo. Nuestra Señora de Fatima salvad la Iglesia en America Latina.

     
  2. Muito boa matéria, esclarecedora e didática para entender como estão funcionando os arautos do marxismo e seus satélites dentro da Igreja Católica Apostólica Romana no Brasil e também em outros países latino americanos atendendo os planos “elaborados” pelo sem vergonha e sanguinário fidel.
    O “representante” e vagabundo sem parâmetros a serviço de satanás aglutinou os remanescentes do terrorismo no foro de São Paulo, o “famoso” dedo cortado, para continuar com a destruição do Brasil.
    O único que faltou era colocar ao “correio internacional” marco aurelio Garcia como assessor especial do “escritório terrorista” montado pelo outro comparsa já morto na Colombia : Reyes arauto dos traficantes das farcs.
    Nossa querida Igreja Católica deve fazer uma faxina para tirar aos facínoras que buscam sua aniquilação. Deus proteja o Brasil e aos Bons Brasileiros !!

     
  3. Será que o Papa Francisco sabe do que está acontecendo ou ele também é um revolucionário esquerdista.A CNBB o segue ou não. Está ciente do que acontece nesse conluio.

     
  4. Senhores governantes da CNBB. Vocês pela Agenda nº 91- dos Conselhos não estão cumprindo com a determinação confiada por Jesus a vocês. Estão sendo uns verdadeiros Judas ao se atrelharem com o PT. Lutem pela causa do Evangelho e deixe que o Estado cuide de suas atribuições. Vocês estão levando os fiéis católicos a procurarem outras seitas. Deus os vomitarão.Vocês foram ungidos para serem Pastores da Igreja Católica e não hajam com dissimulação porque vocês são Sacerdotes segundo a Ordem de Melquisedeque-(Hebreus 5 (1-15). Não traiam Jesus e aos fiéis.Estão agindo como lobos em pele de cordeiros.Peço perdão por expressar o meu pensamento que acredito serem de muitos. Voltem a ser o que era antes; lembrem de suas juventudes e ardor pela causa de Jesus. Vocês estão vendo o que os petistas estão fazendo com o nosso Brasil. Será que também isso não está acontecendo dentro da Igreja no Brasil?

     
  5. CNBB e PT são complementos um do outro. Com a abençoada Lava Jato, vamos exterminar a sigla maldita (PT)e amiguinhos deles os “melancias” da CNBB.

     
  6. A CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS BISPOS BOLIVARIANOS E DEVERIA ACRESCENTAR COMUNISTAS ISLÂMICOS, DEVERIAM PASSAR POR UMA EVANGELIZAÇÃO, CNBB NÃO REPRESENTA A VISÃO DOS VERDADEIROS CRISTÃOS!!!! CNBB NÃO É UM ÓRGÃO DA IGREJA CATÓLICA… APENAS UMA ASSOCIAÇÃO EXISTENTE NO BRASIL DE DEVASSOS DE SEMPRE!!!!

     
  7. É com muita tristeza que vejo a igreja que meu pai me ensinou, tomar esse caminho do mal. A preocupação primeira da igreja é levar o ser humano à Deus, mostrando que esse mundo é passageiros, que existe vida depois da morte física. A igreja deveria ser um espaço para os angustiados, aflitos , infelizes, buscarem alívio para os seus males. A parte material, seria secundária, pois se a igreja formasse bons seres humanos , naturalmente o cotidiano das pessoas seria outro. Eu particularmente sofro com isso, porque já não frequento mais ( faz tempo) essa igreja. Não devemos ter ódio desses que agiram assim, “Esses não conseguem nem controlar sua própria existência”. Nossa Senhora de Fátima já preveniu sobre isso, mas não houve as orações que Ela pediu, e agora estamos nesse caos. Tomara que tudo isso esteja no fim e como Ela Disse, E NO FIM O MEU CORAÇÃO VENCERÁ. Amém.

     
  8. Eles não sabem o que estão dizendo, neste regime só quem ganha e quem esta no poder, a família Castro tem uma fortuna de 900 milhões de dólares,cerca de 2.700 bilhões, se o regime e em beneficio do povo para que juntar tanto dinheiro e o povo passando fome…

     
  9. Lindomar Pinto,

    TENHO VERGONHA,DESTES COMUNISTAS!NOSSA SENHORA NOS DEFENDEI,POIS NOS REVELASTES O DESASTRE DESTE SISTEMA TIRANO ESCRAVISADOR,ASSASSINO,ABORTISTAS,RUSSIA,VENEZUELA,CUBA ETC…FORA PT,FORO DE SP,REFORMA POLÍTICA,DIGO GOLPE COMUNISTA,QUE A CNBB DEFENDE,JUNTO A DILMA E LULA,DOIS ATEUS,ABORSTISTAS,COMUNISTAS DECLARADOS!…JESUS MISERICÓRDIA!

     
  10. Vemos muitas caras e não vemos corações, vemos muitos lobos em pele de ovelha. Vemos muito farizeus batendo no peito, outros orando em voz alta sob luzeiros, vemos muito guias cegos guiando outros cegos…

     
  11. O Decreto contra o comunismo é uma designação popular de um documento da Igreja Católica, publicado pelo Santo Ofício no dia 1 de Julho de 1949, durante o pontificado do Papa Pio XII. Este documento confirma a excomunhão automática de todos os católicos que, em obstinação consciente, defendem abertamente o comunismo e colaboram com organizações comunistas e afins.

     
  12. oh mistureba manipulativa, pensar não é com o comprar molho de tomate no supermercado, as pessoas precisam aprender a ler, compreender, refletir, relativizar, enfim, pensar por si próprias, tem tanto pacote com mensagens prontas ridículas que acho que as pessoas estão perdendo o senso, forçar a barra, aterrorizar e empurrar mente coletiva adentro ta virando um habito fácil de ser aplicado, D U V I D O e digo que absolutamente nada do que Hermes Rodrigues Nery escreveu ai acontecerá…
    peixes mortos e cérebros dominados, sigam seu mestre….

     
  13. Fico angustiado quando vejo membros de uma Igreja, que já omissa, a aderir e apoiar ideias nazistas Fico impressionado quando ouço bispos defendendo uns mal caráter cometendo atrocidades em uma nação e nada dizem em favor de um povo sofrido e abandonado.Pessoas com uma capacidade intelectual bastante elevada e não sabem qual o melhor caminho a indicar as suas ovelhas. Um retrocesso a história da Igreja que foi marcada por muitos problemas sociais como também sempre apoiando os poderosos que marcaram a história.

     
    • Jorge, não é de se estranhar estas atitudes bizarras por partes desses e infelizmente de muitos outros sacerdotes, não só em nosso país. Mas em nossa amada Igreja como um todo.

      Pesquise e analise INFILTRAÇÃO COMUNISTA E MAÇÔNICA NA IGREJA CATÓLICA.

       
  14. é espantoso, que alguns bispos e padres, queiram escrever mais uma história negra da igreja católica, como se já não bastasse a inquisição, agora o comunismo. é lamentável que homens que dizem pregar a palavra de Deus, se prestem a um papel tão negro, com a humanidade. mas a história não os esquecerá.

     
  15. “radicalização da democracia” significa aplicação do modelo marxista/comunista. Isso é linguagem de Antonio Gramsci básica. A democracia jamais é radical, ao contrário do socialismo comunista que é a obra de satanás na Terra e defendi ada pelos lobos em pele de cordeiro. Se assim não fosse, como imaginar religiosos que se intitulam Cristãos, apoiando o comunismo que matou mais de 100 milhões de vidas inocentes? Evidentemente quem flerta com isso jamais foi e jamais será um Cristão de verdade.

     
  16. Oi irmão. Só um simples comentário, simples dúvida minha. O Padre Paulo Ricardo também alerta sobre o perigo do comunismo dominar o Brasil. Na verdade então, isso virá com a ajuda de pessoas corrompidas dentro da própria Santa Igreja Católica Apostólica Roamana? :( Bem, seja como for, sempre serei fiel ao sucessor de Pedro. Sempre fui, sou e sempre serei filho de Maria. Sei que estamos num momento difícil de corrupção, de estarem querendo destruir a Família e tal, mas o importante é continuarmos rezando como nosso senhora nos pede. Nossa arma é a oração. Se administrativamente nossa Igreja irá ser destruída e passar por uma provação, como o próprio Jesus passou ficando pendurado e sem poder fazer nada na Santa Cruz, nós precisamos continuar firmes na oração e na fé. No sonho de Dom Bosco, mesmo como a barca cheio de cupins, a barca chegou ao seu destino com o Santo Padre. Eu vou junto com ele, mesmo com tudo desmoronando. Quem como Deus? Melhor perseverar :-) Agora… que sinuca de bico que estamos hein. Pôxa vida! Rezar meditando na oração, sempre com mais amor é a solução.

     
  17. “Tu és Pedro e sobre esta Pedra edificarei A Minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” – JESUS CRISTO (Mt 16, 18).

    A Católica e única Igreja de CRISTO nunca será vencida, nem pelos seus piores inimigos (os infiltrados). Ao mesmo tempo, de NOSSA PARTE (os verdadeiros fiéis), cabe rezar e AGIR DE FATO contra o mal.

    Tenho dito.

    Sagrado Coração de JESUS, tende misericórdia de nós!

    Maria Santíssima, rogai por nós!

     
  18. Devido a gravidade do comportamento da CNBB, os Católicos a partir de agora devem invadir todos as Sedes da CNBB no mesmo dia e mesmo horário e atear fogo com tudo lá dentro.O que está lá não serve nem para ADUBO. Após, o caminhão da coleta de lixo, deve levar tudo para o aterro sanitário.

     
  19. Eu, pessoalmente, considero a ideia do sr. Félix Maier muito boa. A presença do Professor Hermes Rodrigues Nery nessas reuniões em praça pública, seria excelente. Em um lugar simbólico e central (por exemplo: em frente da Catedral da Sé …).
    Inclusive com a presença de algum(ns) Bispo(s) ou Clérigo(s), com coragem, para arrostar a parte podre do episcopado nacional.
    A reza do Rosário foi a salvação da Cristandade, em muitos episódios históricos de transcendência vital para a Santa Igreja e para a Cristandade.
    Nossa Senhora do Rosário de Fátima, salvai o Brasil do Comunismo !

     
  20. A CNBB é sem lugar a dúvidas uma “filial” do comunismo e a sordidez que utilizam para se inserir na Nação Brasileira realmente é repugnante, em se utilizando todo tipo de “artes” agora comum “decreto legal” para a instalação dos comitês tipo pol-pot.
    Estes arautos da desgraça estão em um desespero para ter o poder eternamente e subjugar a toda à cidadania sendo que essa nefasta ambição já está instalada em boa parte da América Latina, agora o que realmente lastima e doe no coração é ver como estão destruindo à Igreja Católica seguindo a risca os antigos cânones do comunismo soviético : destruir à Igreja Católica desde seus alicerces até o cume e muito mais triste é ver que os que deveriam server a Deus Nosso Senhor catequizando e ensinando os mandamentos de Nossa Fé são os cumplices do crime que por decreto tenta acabar com o Brasil !!

     
  21. Estou há 02 anos como único membro da Pastoral Fé e Política da Paróquia dos Sagrados Corações (Igreja do Padre Eustáquio, elevada a Santuário da Saúde e Paz ) , e pude perceber com mais clareza agora as mesmas atitudes esquerdistas ou marxistas do Provincial, do Pároco e do conselho da igreja, depois que li o texto do sr. Hermes R. Nery. No entanto até que possamos mudar este quadro político, após o decreto anticonstitucional 8243 /14 que já foi sancionado dia 31/07, que encaminhou o nosso país para o bolivarismo/socialismo da Venezuela, sugiro como exercício de cidadania, de fé e como promessa: – rezarmos todos os dias o terço pedindo a interseção à Nossa Senhora ( Aparecida) junto a seu Filho Altíssimo, a Deus e a Seu Santo Espírito, por nós, nossa família e nosso país; – que atuemos nos locais de coleta de assinaturas para o plebiscito constituinte,alertando as pessoas para não assinarem pois desconhecem as finalidades e estão sendo coniventes e co-responsáveis, sem saber, com o golpe de estado do PT e implantação do mesmo sistema político atual na Venezuela ( já iniciei este processo na minha paróquia e é muito desgastante mas dá resultado e descobrimos que nós não podemos ter medo ); – Não votarmos em nenhum candidato do PT, do PSOL, do PCdoB e do PSTU para quaisquer uma das vagas e ajudarmos a tirar voto da Dilma diariamente pelas redes sociais.

     
  22. Prezado Instituto Plínio Corrêa de Oliveira,
    Do jeito que as coisas andam, a reza de um terço não será suficiente para salvar o Brasil do comunismo (leia, abaixo, a proposta de Jane, recebida de um amigo por e-mail). Será necessário um rosário inteiro – com 4 terços, e não 3, como proposto pelo Papa João Paulo II.

    Queridos irmaos, vamos nos mobilizar rezando um terço nas principais praças das capitais, a favor do Brasil, contra o comunismo, como fizeram as mulheres católicas anos atrás, em 1964. Pretendo criar uma página no facebook para isso, data sugerida sábado dia 16/08/14.
    O que acham? O que acha, Prof Hermes? O senhor poderia participar? Podemos rezar contra o comunismo em plena época de eleições, ou apenas dizemos que é para a Paz no Brasil?
    Que Deus nos abençoe,
    Jane

    Conheça A Verdadeira Vida em Deus (www.tlig.org/pg.html)
    “Uma só coisa peço ao Senhor e a peço incessantemente: é habitar na casa do Senhor todos os dias de minha vida, para admirar aí a beleza do Senhor e contemplar o Seu Santuário.” Sl 26,4

     
  23. Marcos Paulo: fosse presidente do Brasil, eu o demitiria do seu cargo por conservadorismo comunista! É

    Como o leitor acima disse: que ”Dilma não será eleita de novo”
    Que não seja ela nem o PT reeleitos. estão afundando o nosso país. Dando esmola com o suor dos outros. Vejam se estes políticos querem ganhar 1 – 2 – 3 salários mínimos? Mas, na mente deles eles podem tirar da classe que está suando para trabalhar e ter uma vida digna para dar bolsa preguiça! Ops, para dar o bolsa família vitalícia. Até quando a sociedade vai ficar sustentando isso. Ao menos teria que ter um prazo máximo de 6 meses e olhe lá! A família fica acomodada recebendo essa bolsa e nós somos obrigados a sustentar os acomodados? É muita falta de vergonha na cara. O ladrão rouba, mata, estrupa etc e, q-u-a-n-d-o vai para a cadeia, a família toda dele é sustentada pelo Estado! Fiquei sem emprego e corri atras!! Este bando quer viver nas nossas costas. Pra piorar deixam o preso na cadeia sem fazer nada, só criando ambiente para encherem a cabeça de pensamentos negativos e articulações de como sair aprontando mais quando escaparem de lá. Está uma baderna!!

     
  24. Esse comentário favorável com certeza não é de toda a Igreja Católica. É de uma minoria petista que, só por Deus, age dentro da nossa Igreja. Eu não acredito que os nossos Bispos e muitos Padres, mais esclarecidos e que dominam o entendimento da realidade brasileira, são desfavoráveis e contrários a esse malfadado decreto. Deus não permitiria que filhos seus, escolhidos para dissiminarem a fé cristã, o amor ao próximo e ao país, sofressem de bloqueios e aceitassem um desaforo desse tamanho ao povo e à nação. Por isso, sem temor, acredito que é matéria comprada ou de um representante da Igreja que fala por si só, não pela maioria do clero. Tenho dito.

     
  25. Vc ja ouviu falar da Teologia da Libertação? Sabe o que aconteceu como o padre (negro) que estava estes dias metendo o pau em Lula e no comunismos? Ja ouviu falar da cabeça e sombra do Lula?

    ah! Tenho o 6º sentido. Pq sai o o papa alemão Joseph Aloisius Ratzinger e entra Francisco, o bonzinho e carismático. Quem era o secretario de Joseph Aloisius Ratzinger?

    Joseph Aloisius Ratzinger combateu o mal que a própria igreja implantou, que foi a Teologia da Libertação e de repente veja o que aconteceu ao alemão. Agora entra o carismático e bonzinho papa Francesco que é um jesu ita. Quem são os jesuítas? Só ler um pouco + sobre a Teologia da Libertação

     
  26. E o movimento católico TFP, que tanto batalhou no passado contra as ideias da ditadura, não vai tomar posição e lutar a favor da democracia nesse pais, declarando guerra aberta contra o PT ?

     
  27. não sou católico, mas sou de outra denominação, Igreja Adventista do Sétimo Dia Movimento de Reforma. Quanto ao decreto 8243, que esse decreto seja derrubado, e que tanto católicos quanto os evangélicos sintam-se felizes com essa derrubada! E quanto ao Senhor Ministro Gilberto Carvalho, se eu fosse presidente do Brasil, eu o demitiria do seu cargo por conservadorismo comunista! É por isso que Dilma não será eleita de novo! Vamos acabar de vez com esse decreto!

     
  28. A CNBB prestando conta do que faz com o dizimo que recebe dos católicos. Mostra também que a dilma e Lula nada mais são do que crias da CNBB e que o Frei Beto na epoca do Lula e o Gilberto Carvalho com a Dilma é que dão as cartas, por assim dizer.

     
  29. Estão querendo transformar o nosso país em um país comunista, e para isto matam a própria mãe, o importante para eles é o final, a vitória, mas outubro vem aí, e com o favor divino vamos tirá-los de lá.
    FORA PTRALHAS.

     
  30. Depois não sabem porque os católicos estão se convertendo em massa ao protestantismo evangélico. O catolicismo está com seus dias contados no Brasil e no mundo.

     
    • Se convertendo (se apostasiando) em massa? Não minta meu chapa! O catolicismo continuará em nosso país sempre. Não será por causa de ignorantes e ex meros frequentadores de missas, apóstatas, que a Igreja Católica brasileira irá acabar. Não se iluda Jr!

       
  31. Os filhos das grevas são mais audaciosos que os filhos da luz. Nós sabemos disso; f oi Jesus que nos avisou.
    Eles não têm dificuldade em mentir, na medida em que a verdade é a obtenção do ponto final que almejam. A mentira que lançam para obter este fim é bem-vinda, merece o respeito e deve ser repetida vezes sem fim. Conosco é totalmente diferente.

    Só há uma maneira de contrabalançar a ofensiva deles. Dado que somos mais, uma maioria bem evidente, temos de trabalhar muito mais. Temos de abafar as mentiras deles com a abundância da verdade que é de mais dificil aceitação.
    Mas aqui está o nosso problema.Quando precisamos de atuar, embora sendo uma maioria, não encontramos ajuda. Já os convidados para o banquete nupcial encontraram escusas para não se apresentarem!

    Um a um, sempre, em toda a parte, a todo o momento, devemos seguir o conselho de São Paulo a Timóteo: proclama a palavra, insiste, no tempo oportuno e inoportuno, refuta, ameaça, exorta com toda a paciência e doutrina, pois virá tempo em que alguns não suportarão a sã doutrina.

     
  32. Todo os clérigos que são contra essa aberração deveriam, além se afastar dessa “casa do demônio”, chamada “CNBB”, publicarem nota de desagravo em relação a essas e outras questões onde essa instituição, apegada aa coisas materiais, dinheiro e às benesses do poder, apoia.
    Nunca vi a igreja tão voltada ao mundano como agora. É revoltante. É aviltante. É de um despropósito total. Essa cúpula deveria se mudar para Cuba, Venezuela, Coréia do Norte, Rússia, China, que é o seu lugar.

     
  33. Prof. Nery relata bem o que são os tais conselhos neste trecho: “A grande lição da campanha foi a de constatar o aparelhamento ideológico da Igreja Católica no Brasil. A maior parte dos “conselhos” foram criados para serem voz do esquerdismo dentro da Igreja, minando-a por dentro, corroendo a sã doutrina, fazendo com que muitos padres fiquem de mãos atadas, imobilizados, sem saber o que fazer, como reféns dos conselhos. “A fidelidade dos sacerdotes católicos deve ser com a sã doutrina”, disse eu certa vez, numa reunião de um desses “conselhos”. E uma das lideranças, com voz num tom de saltar as veias, respondeu: “Esta sã doutrina é eurocêntrica. Mas saiba que a experiência da América Latina, que veio das CEBs, o protagonismo dos “conselhos populares”, fará emergir a Igreja que queremos, a Igreja como “povo de Deus”, e não a imposta pela hierarquia”. E completou: “A questão do aborto é um obsessão desta igreja reacionária”. “O povo quer pão na mesa e terra, esse sim é o direito a vida por qual temos que lutar. E conseguiremos isso com participação popular, com ‘democracia radical’, efetivamente participativa.”

    e ainda:

    Os progressistas assumiram postos de coma”ndo, tornaram-se ordenadores de despesa, formaram seus “conselhos” e os doutrinaram na ideologia marxista, para justificar e legitimar os encaminhamentos da “democracia radical” dentro da Igreja, relegando os padres conservadores aos papéis secundários de vigários, sem poder algum de decisão.”

    Muito bem professor, eu apoio.

     
  34. Isso é uma aberração! Qual $erá o real intere$$e de$$a coi$a em que se tornou a CNBB? Uma coisa é certa, a CNBB nada tem mais a ver com o cristianismo. Por isso o meu questionamento!

     
  35. O que estes bispos, padres, estúpidos de um modo geral, pensam. Os imbecis esquecem que esta esquerda,é a mais perseguiu, matou e mata católicos pelo mundo?
    São posições como essa que afastam as pessoas da igreja. Ver que o que impulsiona a igreja é a materialidade e a falta de discernimento de seus líderes. Se é que são.

     
  36. Infelizmente a CNBB está dominada por esses movimentos progressistas que não representam a doutrina de Cristo, mas sim a DOUTRINA MARXISTA que fez milhões de mártires cristãos. Basta olhar a história dos países que viveram sob o domínio comunista. A CNBB não defende a família, não defende a VIDA, não defende os valores cristãos. Está calada enquanto esse Governo implanta políticas homossexuais, deve estar recebendo verbas grandiosas para ficar inerte face a tudo isso. Não se manifesta para defender os cristãos que são massacrados e raptados pelos muçulmanos na África e também silencia, enquanto IGREJA, face a desordem e CORRUPÇÃO desse Governo e , ao invés disso , alia-se e aprova esse Decreto que põe em risco a DEMOCRACIA. Pergunto: Será que os Bispos brasileiros aprovam o que acontece na Venezuela???? Só a intervenção de Maria para salvar o nosso Brasil!!! Rezemos muito!!!!

     
  37. Nada mais eficiente que dentro da própria igreja, contar com sabotadores dos valores de doutrina e em prol do cidadão de bem.
    Assim, simplesmente temos que lamentar e lembrar como a instituição tem deixado a desejar de agir em prol dos valores cristãos e não é de hoje, pois me recordo que o dr. Hugo Jose Sarunin, nomeado pela CNBB para impetrar mandato contra descisão do stf de homologar favoralmente união homoafetiva em 2011 e de lá para cá, NADA.

     
  38. Nós temos que rezar muito a Nossa Senhora, e agir.
    A Revolução está articuladíssima dentro da Santa Igreja, mas se distingue dEla. É preciso, urgentemente, despertar e unir os católicos que estão sendo levados para onde não querem, e nem se dão conta disso.
    Lembrem-se, prezados caravanistas do IPCO, lembrem-se disso quando estiverem em campanha: maquininha + ocasião + técnicas R-CR + ajuda de Nossa Senhora = Vitória. Contatos, nomes , endereços, e divulgação.
    Prometo minhas orações.
    E, que Dr. Plínio Corrêa de Oliveira, no alto das Céus, os ajude muito.

     
  39. OS REIS DA TERRA SUBLEVARAM-SE. OS PRÍNCIPES DA TERRA COLIGARAM-SE CONTRA O SENHOR E SEU CRISTO. Sl 2,2.
    Antes de mais nada sabemos que o interior da Igreja está infiltrado de inimigos agindo ostensivamente mundo afora – as profecias de N Senhora sobre a apostasia – como aqui na própria CNBBolivariana, cujo secretario D Leonardo, recentemente apresentou o falecido vermelho do PSOL – dos anarquistas do Black Blocs – Plinio de Arruda como “exemplo de católico atuante na política”.
    Concordo com ele, a saber: do jeito que o diabo mais aprecia, inclusive enfiado em partidos comunistas, infinitamente mais ainda de altos hierárquicos que o ajudam na sua macabra tarefa de perda das almas!
    Aliás, tempos atrás, a CNBBolchevique vetou o PLC 003/2013 referente ao aborto, como o PT queria; além de cuidar mais de humanismos e assuntos fundiários, mais se parece ONG esquerdista a serviço do PT, Teólogos da Corte, apesar de não serem todos os bispos, mas nenhum que eu saiba a enfrenta, como o saudoso falecido D Luiz Bergonzini que a encarava de frente e a censurava sem rodeios prá valer em público, como na questão de apoio ao PT e a Dilma-aborto: ela agiu exatamente como no post: delegou a outros tal incumbência a outros, dissimulando-se!
    Outro caso: D Hummes, numa total amizade com Lula, frei Betto e Cia, mais se parecendo irmanados, os quais são amicíssimos de Fidel Castro, o qual era idem de Stálin e doutros carniceiros piores ou iguais; cá prá nós: no inferno todo dia deve haver festejos de cada vez mais por captura de almas graças a “religiosos” desses naipe acima, poderia ter sentido…
    “Ora pro nobis, Sancta Dei Genitrix! Ainda existem sacerdotes católicos! Padre Rodrigo Maria, Fundador da Fraternidade Arca de Maria, fala sobre o PT, a CNB do B, e os “católicos” que votam em socialistas e comunistas”!
    O título acima, um VIDEO no site “doislobos.blogspot.com.br”.
    Se os padres em maioria abrissem o verbo como ele, detonou o PT, sairia rapidinho do poder!

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome