Covid-19, a CPI e o sucesso da Índia: aborto, HIV, suicídios, câncer

0

Seis meses se passaram, nesse 2021, sob o intenso bombardeio midiático, a respeito da Pandemia, somados agora a dois meses da CPI da Covid.

Clareza de orientação? Objetividade na informação?

Ainda não conheço, na grande midia, uma secção que informe, diariamente, o número de curados da Covid-19. Todas informam, dia a dia, o número de óbitos. Ou, o número de infectados.

Seria prova de objetividade mostrar como anda a batalha dos médicos contra o vírus. Afinal, quem está se expondo especialmente, durante a Pandemia, senão as equipes médico-hospitalares do front Covid? Façamos justiça, tenhamos gratidão à esses abnegados.

Qual o segredo do sucesso da Índia no combate à Pandemia? Tratamento precoce, Ivermectina

Fonte: India COVID: 30,544,485 Cases and 402,015 Deaths – Worldometer (worldometers.info)

Ninguém duvida de que a CPI da Covid não está na linha de frente dos perigos, das curas ou tratamentos. Aliás, nem se interessa, essa CPI, em procurar os meios mais eficazes de curar os doentes.

Os exemplos marcantes de Nações que vencem a Pandemia, Índia, por exemplo, na vitória contra o vírus, poderiam ser boa sugestão para a CPI.

O grande visado na CPI da Covid não é o vírus, é o governo Bolsonaro, repetindo o eco da 2a. Guerra: afundem o Bismarck!!! A CPI da Covid, à maneira do Senador Catão, durante os últimos anos das Guerras Púnicas, travadas por Roma contra Cartago, repete: “Delenda est Carthago”! “É preciso que Cartago seja destruída”. Bismarck, Cartago precisam ser destruídas. Afundem o governo Bolsonaro (1)

Alguém saberia informar quantas pessoas deixaram de contrair o vírus, ou se curaram, seguindo orientações, ao longo de dois meses de intensas sessões dessa CPI? Sim, quantas mortes os debates da CPI evitaram?

Eficácia, para efeito de saúde pública, é a grande ausente. Também, o Comité de Salvação Pública, na Revolução Francesa, só sabia enviar cabeças à guilhotina! E Robespierre, sedento de sangue, era o supremo juiz.

Mortes por aborto, HIV, suicídios

Infelizmente, não é apenas a Covid-19 que enluta os lares. Vejamos as mortes por aborto, HIV, suicídios, câncer.

Abaixo o gráfico de Causa Mortis em 2021. Aborto, tão esquecido pela midia, mata 10 vezes mais que a Covid-19. Câncer mata o dobro. HIV e álcool sobrepassam a Covid.

Fonte: Worldometer – real time world statistics (worldometers.info)

Gráfico de Causa Mortis em todo o Orbe: 1 de janeiro a 30 de junho de 2021

Contra fatos não há argumentos

Aí estão os dados. Contra fatos não há argumentos. Vamos salvar vidas, vamos nos servir da ciência que sempre usa o tratamento precoce. Ou será que a Covid-19 é exceção?

O gráfico de Óbitos, em Hospitais, no Brasil, mostra que morreram menos pessoas (entre janeiro e 30 de junho) 2021 do que em igual período de 2019 ou 2020: Infarto, Insuficiência Respiratória, Pneumonia, Septicemia, AVC, Causas Cardiovasculares.

Fonte: Portal da Transparência – Registro Civil

Deixe uma resposta