A associação SOSvita (conheça mais) desde o Luxemburgo pede nosso apoio moral para salvar incontáveis vida ameaçadas pelo aborto.

A sorrelfa o Parlamento do Luxemburgo planeja levar a cabo uma ampla liberalização do aborto.

A introdução de uma assim chamada “indicação social” nada mais é que um Aborto a Pedido, deixando assim as crianças nascituras inteiramente desprotegidas.

Os políticos afirmam desejar deste modo uma redução do número de abortos.

Contudo apenas uma proibição – e não uma liberalização – dos abortos é que poderá diminuir o derramamento do sangue de crianças inocentes.

Todos podemos agir e impedir esse crime. Sim, do Brasil também! Imagine a impressão dos legisladores de Luxemburgo quando perceberem que até do Brasil chegam protestos!

É necessário que empreendamos uma reação enérgica, e especialmente importante:

Mande seu e-mail de protesto. Já são mais de 50.000 no mundo todo!

Quero agir agora em prol da defesa dos nascituros!

Juntamente com a introdução da Indicação Social está planejada também a aprovação de um aconselhamento obrigatório. Este aconselhamento obrigatório não impedirá a matança de crianças nascituras e não passa de um mero disfarce. Todos devemos protestar contra esta planejada liberalização do aborto.

Por isso a SOSvita exige e nós apoiamos também:

Inicialmente: Nenhuma espécie de indicação para abortos!

E a meio prazo: Total proibição dos abortos!

Os deputados têm a livre escolha de se tornarem defensores dos nascituros ou seus carrascos.

Participe desta importante iniciativa e torne-se uma voz dos nascituros. Devemos isso a nossos filhos!

Leia por favor o que acontecerá, se você não reagir ou protestar agora.

Quero agir agora e participar desta campanha de protesto mundial. CLIQUE AQUI

Os políticos de Luxemburgo decidiram já em 2008 apoiar a expansão da cultura da morte, quando introduziram eutanásia com toda forca e contra a vontade do Grão-Duque Henri.

Esta expansão deve ser agora levada adiante. E só se deterá quando tiver alcançado tudo.

Isso não pode acontecer. Reaja agora e envie seu protesto aos deputados do Parlamento luxemburguês.

Não saia desta pagina enquanto não tiver levantado sua voz em defesa da vida.

Meu engajamento em prol da vida das crianças nascituras.