11 DE NOVEMBRO

1918: – Grande Guerra 1914-18. É assinado o armistício. O cessar-fogo entra em vigor à 11ª hora do 11º dia do 11º mês. O armistício felizmente põe fim à I Guerra Mundial, e infelizmente também às grandes monarquias continentais europeias.

1955: – Para combater os que desejavam evitar a posse de Juscelino Kubitschek e João Goulart, acusados de conivências com os comunistas, neste dia o General Lott, Ministro da Guerra, desencadeou o movimento militar dito “de retorno ao quadro constitucional vigente”. Houve então a declaração do impedimento do presidente em exercício, Carlos Luz (Café Filho havia sofrido enfarte e afastado da presidência). Lott determina o cerco ao Palácio do Catete durante a madrugada do dia 11, além da ocupação dos quartéis da polícia e da sede da companhia telefônica. Uma vez que o governador de São Paulo Jânio Quadros acenara com a possibilidade de resistência e utilização das tropas militares do Estado para garantir a permanência de Luz na presidência, este embarca no Cruzador Tamandaré dirigindo-se para Santos. Porém, o prometido apoio de Jânio não vinga, uma vez que o governador paulista declara-se a favor do movimento organizado por Lott. Carlos Luz não encontra outra saída senão regressar com o navio para o Rio de Janeiro.

Card. Stckler rezou missa pontifical de requien por Plinio Corrêa de Oliveira em Roma.

1995: – É celebrada em Roma pelo Cardeal Stickler solene Missa de Réquiem Pontifical pelo Prof. Plinio Corrêa de Oliveira.

1997: – A UNESCO interdita a clonagem humana, estabelecendo critérios éticos para a investigação sobre o genoma humano e suas aplicações.

1999: – a rainha Elisabeth II assina lei abolindo a Câmara dos Lordes, encerrando-se o último ciclo parlamentar dos mesmos.

Deixe uma resposta