Presepio-243x300
O Menino Jesus proibido em dioceses italianas para não desagradar os islâmicos. A pungente capa da revista “Tempi” que evoca “a justiça de Herodes”

No último Natal, o pároco de San Biaggio, na cidade de Monza, norte da Itália, decidiu cancelar a missa no instituto “Ente Católico de Formação Profissional”.

A decisão foi traumática para alunos e pais de família que estudam numa escola onde uma bela imagem de Nossa Senhora acolhe os estudantes todos os dias, segundo “Il Corriere della Sera”.

O pároco alega que os estudantes muçulmanos podem ficar chocados com “um ato de culto forte demais não só para quem professa uma fé diversa (leia-se os islâmicos), como também para aqueles que não frequentam a igreja”.

Com esse argumento não haverá mais missa de Natal na escola e, Deus não o permita, nem mesmo em toda a cidade.

O diretor da escola tentou explicar ao corpo de professores que “a missa não será feita para não discriminar”. Em seu lugar haveria um ato laico “com cantos e projeções de imagens”.

Na escola há muitas imagens católicas e os alunos muçulmanos nunca criaram problema.

O Instituto tem mais quatro escolas na região, onde a missa será celebrada como de costume.

“Nos anos passados os rapazes islâmicos iam à igreja com toda a classe sem problema. Em cada sala de aula há um crucifixo. Nós damos três horas de instrução religiosa. Há sanduíches de salame e jamais ninguém se sentiu ofendido [O Corão proíbe comer carne de porco]. Que sentido tem renunciar agora à missa?”  – perguntavam os professores.

A decisão do pároco Pe. Marco Oneta está em sintonia com a nova pastoral de acolhida aos imigrantes de maioria maometana. Mas o sacerdote sente que sua atitude soa em falso e tenta se defender da suspeita de uma traição à identidade católica italiana.

Presepio-Mons-Claudio-Cipolla-bispo-moderno-abre-as-portas-ao-Islão-e-as-fecha-ao-Menino-Jesus-248x300
Mons. Claudio Cipolla bispo progressista, da “esquerda católica”, adepto do Concílio Vaticano II, abre as portas ao Islã e as fecha ao Menino Jesus!

Em Pádua, a cidade de Santo Antônio, o bispo D. Claudio Cipolla, falando à rádio Rete Veneta no fim da missa na catedral, justificou que não se montem presépios, invocando para isso os apelos do Papa Francisco.

Ele acrescentou: “Darei um passo atrás para manter a paz. […] Não podemos usar as religiões para alimentar conflitos ou tensões inúteis”, em referência à presença de imigrantes muçulmanos na cidade, segundo o jornal local “Il Mattino di Padova”.

O presidente da Região Veneta, onde fica Pádua, deplorou a injustiça da proibição, que desmoraliza os católicos.

Para maior escárnio, o líder islâmico da região, o imã Kamel Layachi, apontou o absurdo da interdição, dizendo: “Cristãos, defendei o presépio! Ninguém evoque discórdias”, noticiou “Il Mattino di Padova”.

Segundo Kamel, “quem proíbe ou bane o presépio das escolas, ou está animado por um espírito laicista ou por uma atitude ateia”. Essa autoridade islâmica acrescentou que não hesitaria em visitar o presépio junto com seus filhos.

Presepio-Kamel-Layachi-o-imam-islamico-do-Veneto-acabou-passando-como-menos-cristianofobico-do-que-o-bispo-de-Padua-249x300
Kamel Layachi: o imam islâmico do Veneto manifestou-se menos “cristofóbico” do que o próprio bispo de Pádua…

Na França, numerosas prefeituras se puseram em pé de guerra após a Associação Nacional de Prefeitos – AMF recomendar que não sejam montados presépios nas instalações municipais do país. O pretexto foi “fortalecer os valores republicanos” após os ataques do terrorismo islâmico em Paris, noticiou o site Infocatólica. http://infocatolica.com/?t=noticia&cod=25469

A prefeitura de Béziers e o conselho departamental de La Vendée, entretanto, obtiveram ganho de causa na Justiça em favor dos presépios, arguindo se tratar de uma tradição francesa.

O prefeito de Béziers, Robert Ménard, lidera uma rebelião de prefeitos contra a AMF.

Porém, o presépio na prefeitura de Melun, cidade próxima de Paris, foi proibido por um tribunal administrativo de apelação. “Poremos um cartaz no local explicando por que não está o Menino Jesus e nossa oposição a essa decisão da Justiça”.

Diante da movimentação dos prefeitos favoráveis aos presépios, a AMF apelou ao Ministério do Interior dirigido por um ministro socialista radicalmente anticristão, para que emita uma norma específica sobre o caso.

Diante da Sagrada Família e da grande festa do Natal de 2015, laicistas e clérigos progressistas especialmente, manifestaram um ódio todo especial, maior que o dos islâmicos, fechando as portas do catolicismo e abrindo-as ao Islã invasor.

Não corrompam nossas crianças através da “Ideologia de Gênero”

A Ação Jovem do IPCO está promovendo uma campanha nacional de abaixo-assinados que serão enviados para o Presidente Michel Temer pedindo a exclusão da satânica "Ideologia de Gênero" da Base Nacional Comum Curricular - BNCC.

Clique aqui e assine já!

 

6 COMENTÁRIOS

  1. N SENHORA DO BOM SUCESSO JÁ NOS PREVIU DOS JUDAS ISCARIOTES, VERSÃO SEC XXI, TRAIDORES DA IGREJA!
    “Quase não se encontrará a inocência nas crianças nem pudor nas mulheres, e nessa suprema necessidade da Igreja, calar-se-á aquele a quem competia a tempo falar” (II, 7).
    Essa grave omissão é repetida por Nossa Senhora na aparição seguinte, em 2 de fevereiro de 1610“
    “Tempos funestos sobrevirão, nos quais …. aqueles que deveriam defender em justiça os direitos da Igreja, sem temor servil nem respeito humano, darão as mãos aos inimigos da Igreja para fazer o que estes quiserem” (II, 98)!
    Não é o que vemos por aí, como o caso do Brasil onde existe algo parecido na França com tantos questionamentos sobre a CEF, a CNBB de lá, pelo silencio de muitos religiosos ou conivencia com eles, nada dizem sobre os mafiosos e material-ateístas comunistas, aliados do Islã!
    Não sucede similarmente no Brasil do Dragão Vermelho PT no poder, alienando o povo à fé cristã e desmerecendo o quanto possam a Igreja?
    Nesse caso, não se pode ferir os muçulmanos, mas a fé cristã e Jesus serem submetidos à ideologia humana do Islã pode, “seus” do bando de globalistas!
    Será que pertenceriam aos maçons? Se forem, não será surpresa alguma; levam jeito que sim por conterem todos os ingredientes de heterodoxia!!
    2 trechinhos da “Carta aberta de um arcebispo sobre a crise na Igreja”:
    “Infelizmente, em nossos dias, está ficando cada vez mais evidente que o Vaticano, por meio da Secretaria de Estado, tomou a estrada do politicamente correto. Alguns Núncios tornaram-se propagadores do liberalismo e do modernismo. Eles se tornaram especialistas no princípio “Sub secreto Pontifício”, através do qual manipulam e calam as bocas dos bispos.
    “Pode-se observar em todos os níveis da Igreja uma diminuição evidente do espírito do “sacrum”. O “espírito do mundo” alimenta os pastores. Os pecadores é que dão à Igreja as instruções de como ela tem que servi-los. Constrangidos, os Pastores se calam sobre os problemas atuais e abandonam o rebanho, enquanto cuidam de alimentar apenas a si mesmos. O mundo é tentado pelo demônio e se opõe à doutrina de Cristo. Não obstante, os pastores são obrigados a ensinar toda a verdade sobre Deus e os homens “em bons tempos e maus tempos”.
    * ** D Jan Pawel Lenga, arcebispo emérito de Karaganda, Kazakistão.

     
  2. Não é nova a notícia. Mas é bem triste.
    Estamos já num processo rápido de decomposição. A começar pela Europa, desistimos de travar uma guerra para nos defendermos. Sem luta e apenas assustados com o bater dos pés, entregámo-nos. Perdemos o direito de existir. Agora é apenas uma questão de tempo.
    Mas o mais triste desta guerra que perdemos, é que foram os nossos “generais” que depuseram armas, pior do que isso, que passaram “de armas e bagagem” para as hordas contrárias.
    Mas se os “generais” nos atraiçoaram e nos entregaram, talvez esperando um benesse futura dos conquistadores que não virá, mas sim o gládio das espadas justiceiras dos arcanjos, só temos uma coisa a fazer: “defenestrar” os “generais, dar-lhes um pontapé no traseiro, pô~los na rua. Podemos nós consentir a derrota se ainda nem sequer começamos a luta? Nós seguimos Jesus e quem não o segue que se alie a Maomé. Mas de caras, nitidamente, sem buscar palavras que enganam. Que não sejam hipócritas.
    Só mais uma palavra. Diz alguém que se diz bispo e que o é de jure não de facto: “Darei um passo atrás para manter a paz. […] Não podemos usar as religiões para alimentar conflitos ou tensões inúteis”. Mas este fac-simile de bispo, dá com toda a alegria um passo atrás para destruir algo que é muito querido pelos católicos, aliás, pelos cristãos, e que os ajuda a manterem-se fieis a Jesus. Quantos menos liames existirem que nos liguem a Deus, tanto melhor para este bispo, porque tanto mais fácil nos desligamos por completo de Deus.
    Quem aceitar o que está a acontecer por essa Europa fora e naõ levantar o seu repúdio vivo é conivente com a desgraça que se aproxima

     
  3. Deus tenha piedade de nós… eles não sabem mais o que fazem! O dialogo é divino… mas “baixar as calças” (me perdoem a grosseria) ai já é demais.
    No Brasil está acontecendo a mesmíssima coisa, principalmente quando o presépio é patrocinado (como é uma repetição de muitos anos já esta pago) pela própria prefeitura e se é do PT; com argumento eufemístico de economia, mas para o carnaval, sempre tem uma “verbinha”

     
  4. Uma verdadeira estupidez nada promissora. Nossa cultura cristã deve ser considerada e respeitada por todos os forasteiros. Os quais, sabedores de nossa cultura e de nossos valores tradicionais, não são ignorantes para não reverenciar o que nós, seus anfitriões ocidentais cristãos, poderíamos exigir a bem do respeito aos nossos costumes. Deixar de praticar nossas formas de culto usuais e valiosas para realimentar a nossa fé e reforçar assim nossa qualidade de vida mostra a fraqueza a que chegamos. Nosso desdém ao conhecimento do legado bíblico divino por excelência, e nossa tolerância distribuída em práticas não santificantes, dão nisso. Um dos parâmetros cristãos para a admissão de imigrantes de outras religiões deveria ser o imperativo de respeito a nossos valores. A própria Bíblia contém instruções valiosas a estes respeito, quando nos instrui ser contraindicado admitirmos frequência habitual de nossos lares por pessoas que não comungam de nossa mesma fé ou da nossa forma de culto.

     
  5. Os europeus são totalmente degenerados, podres, comunistas, pederastas e idiotas sem fé nenhuma, mas todos esses degenerados vão ser exterminados pelos muçulmanos em mais só uns 10-15 anos quando os muçulmanos vão dominar a Europa!

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome