Os “milhões” impopulares

Daniel Martins

O leitor é esperto é rápido. Vamos ver se acompanha meu raciocínio:

1 – No último dia 6 houve uma passeata de homossexuais em São Paulo

2 – Os órgãos de imprensa publicaram um número de pessoas que nem caberia na Av. Paulista. (confira aqui os Cálculos Matemáticos)

3 – Tentam assim dar a entender que o movimento homossexual é popular.

4 – Os políticos vivem à cata de voto, e 3 milhões não é tão pouco assim.

5 – Os principais candidatos e políticos foram convidados. Quase nenhum deu sinal de vida…

6 – Será que o movimento homossexual é tão popular assim? Ou é uma minoria organizada internacionalmente, que tenta empurrar sua agenda goela abaixo, com o auxílio rombudo de certo macrocapitalismo publicitário?

Conclua o leitor.