Por que a esquerda não gosta da transparência nas urnas?

0
72

Nossos leitores se lembrarão, como soou suspeito, o empenho de Black Lives Matter em apoio aos Democratas americanos para a contagem até o último voto eleitoral no pleito de 2020. A votação em grande escala, pelos Correios, gerou dúvidas, denúncias de fraudes.

Como consequência, alguns Estados americanos se movimentam em 2021 na direção de proteção ao voto, da integridade eleitoral. Afinal, Democracia, é governo do Povo e transparência nas Urnas é fundamental.

Cuba, Venezuela, China desde a Revolução maoísta também não conhecem a liberdade para o povo se manifestar nas Urnas.

Reforma Eleitoral na Geórgia

“Um legislador da Geórgia, o deputado estadual Park Cannon (D-Atlanta), foi preso na quinta-feira e acusado de obstrução da lei e de “interrupção das sessões da Assembleia Geral ou outras reuniões de membros”.”

“O incidente ocorreu enquanto Gov. Brian Kemp estava dando uma entrevista coletiva depois de sancionar um amplo projeto de reforma eleitoral estadual. Quando Kemp fez seus comentários, ele foi interrompido por uma comoção antes de uma transmissão ao vivo do evento ser interrompida.”

“Vídeo amplamente divulgado online capturado por um espectador mostra a Rep. Cannon tentando bater na porta do escritório de Kemp várias vezes antes que ela seja algemada e removida à força da área pelos policiais da Patrulha do Estado da Geórgia.”

Comunicado do porta-voz da Patrulha da Geórgia

“O porta-voz da Patrulha do Estado da Geórgia, o tenente W. Mark Riley emitiu uma declaração por e-mail aos meios de comunicação detalhando as circunstâncias em torno da prisão. O depoimento foi compartilhado na íntegra no Twitter pela jornalista Hayley Mason.”

“De acordo com o comunicado, Cannon estava “batendo na porta do Gabinete do Governador” e foi informado de que “ninguém estava no escritório da frente e para parar de bater na porta”.”

Cannon então “moveu-se e foi até a porta do Gabinete Cerimonial do Governador”, disse o porta-voz no comunicado, observando que a porta estava marcada com pilares e uma placa de ‘Apenas Funcionários do Governador’. Apesar disso, o representante estadual democrata “entrou nos postes e começou a bater na porta”.

Prisão em flagrante da deputada democrata: três advertências

“Os policiais na porta disseram a (Deputada) Cannon para parar de bater na porta, dizendo a ela que (o governador) Kemp estava dando uma entrevista coletiva lá dentro. Mas ela continuou a bater na porta, após o que foi informada de que suas ações estavam perturbando os eventos dentro do quarto de Kemp e, se ela não parasse, seria presa.”

“Cannon recuou um pouco antes de caminhar em direção à porta e bater nela novamente, após o que um oficial na porta disse a ela para parar pela terceira vez e disse que ela seria presa se continuasse.”

“Uma declaração de prisão citando o policial E. Dorval disse que Cannon “intencionalmente e intencionalmente atrapalhou [os oficiais do Departamento de Polícia do Capitólio da Geórgia] … pelo uso de ameaças ou violência contra a pessoa do referido policial ao pisar no pé do tenente Langford três vezes durante o apreensão e como ela estava sendo escoltada para fora da propriedade. A acusada continuou chutando LT Langford com os calcanhares. “”

***

Importância da Lei para a Integridade Eleitoral

“A nova lei eleitoral estadual assinada por Kemp, S.B. 202, tem várias disposições destinadas a garantir eleições seguras, justas e acessíveis, de acordo com os republicanos e Kemp. No entanto, os oponentes da nova lei, que incluem democratas e alguns grupos de defesa, acusam a medida de privar desproporcionalmente os eleitores de cor.”

“Entre as inúmeras medidas da nova lei estão os requisitos de identificação do eleitor para cédulas de ausentes pelo correio, medidas para garantir a segurança da caixa de depósito, um mecanismo para a Junta Eleitoral do Estado resolver os problemas eleitorais dos condados locais e datas de votação antecipada obrigatória.”

***

Se os Democratas americanos fossem realmente pela integridade eleitoral estariam apoiando o pacote do governador da Geórgia, um dos Estados que teve muitas denúncias de fraudes nas eleições de 2020.

Pelo contrário, há uma movimentação entre os Representantes Democratas de ampliarem o voto por Correio, tendo em vista as próximas eleições.

Transparência, segurança, confiabilidade nas Urnas é o que a esquerda não quer … porque tem medo da voz das urnas, da reação conservadora tanto no Brasil quanto nos EUA. A Liberdade está sendo substituída pelo Autoritarismo. Assim é a esquerda Lá e Cá.

Fonte: https://www.theepochtimes.com/georgia-lawmaker-arrested-at-state-capitol-shortly-after-state-election-reform-bill-signed-into-law_3750346.html – A Associated Press contribuiu para este relatório.

Deixe uma resposta