Tenho lido entrevistas de alguns cientistas políticos. Pessoas qualificadas no stablishment intelectual, festejadas por certa midia, PhD de famosas universidades.

A realidade é mais simples do que a cabeça de alguns cientistas políticos

Alguns desses festejados cientistas tentam explicar a maré conservadora em diversos países do Ocidente — no caso, o Brasil — e criam teorias pomposas como “carnaval populista”, “engenheiros do caos”, infelizmente vazias de conteúdo e sobretudo de realidade.

O eleitor brasileiro, que derrotou o PT nas urnas, se reconhece no resumo abaixo?

RESUMO DA NOTÍCIA, UOL, 8 de dezembro:  O cientista político italiano Giuliano Da Empoli, autor do livro “Os engenheiros do caos”

  • “No livro “Os engenheiros do caos”, o cientista político Giuliano da Empoli fala sobre como o populismo chegou ao poder em vários países
  • “O autor explica o que chama de “carnaval populista”, no qual há uma subversão do que antes era considerado bom ou visto como autoridade
  • “Já os “engenheiros do caos” são os estrategistas que souberam usar a tecnologia para colocar a insatisfação popular a serviço de suas agendas
  • “Em entrevista ao UOL, Da Empoli diz que a política tradicional precisa entender a importância das emoções dos eleitores
  • Nem “carnaval populista”, nem “engenheiros do caos”: somos uma reação conservadora e anti esquerda
  • O público que lotou as avenidas de grandes cidades brasileiras não obedeceu a nenhum “engenheiro do caos”.
  • O brasileiro foi às ruas movido por um profundo descontentamento com o rumos ideológicos (destruição dos Valores Morais pelo PT) e o desfalque financeiro dos cofres brasileiros.
  • Não se trata de “carnaval populista”: pelo contrário, trata-se de um profundo movimento, racional, uma intuição do futuro de nossa Pátria: “devolvam o meu Brasil”.

Tiremos uma lição: os rótulos da mídia procuram ocultar a realidade

A grande realidade do Brasil é ter acordado a tempo de nos livrar de uma eterna ditadura petista. Ai estão os exemplos da ditadura castrista (60 anos), da tentativa de ditadura de Evo Morales (fraudando escandalosamente o resultado das urnas) — que o Brasil soube evitar antes de cairmos no abismo.

A midia, os sociólogos de esquerda e tantos analistas políticos jamais reconhecerão a realidade brasileira: nossa reação é de base, reação da população que vai modelando os líderes.

Temos uma agenda: Valores Morais para edificar o novo Brasil

Nossa reação anti PT não é de “emoções de eleitores”; temos valores, temos princípios, queremos o Brasil verdadeiro, da Terra de Santa Cruz.

O Cristo Redentor e Nossa Senhora Aparecida nos guiem nessa imensa cruzada pelos Valores Morais, a verdadeira argamassa com que se construirá o Brasil.

Quanto aos cientistas políticos, muitos deles estão aferrados a teorias que nada têm a ver com a realidade. E a mídia esconde, por teme a realidade profunda (anti esquerda) de nossos eleitores.

Fonte: https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2019/12/08/politica-tradicional-tem-que-parar-de-ser-chata-diz-estudioso-do-populismo.htm

Deixe uma resposta