Daniel Martins

Clique na imagem ao lado e diga o que você vai fazer para reparar essa ofensa feita a Nosso Senhor.

Desde menino, você ouve falar daquilo que é o símbolo do Brasil, juntamente com Nossa Senhora Aparecida.

Desde jovem, a figura de Nosso Senhor com seus braços abertos lhe vem à mente. Brasileiro que é, a imagem do Cristo Redentor está impressa em sua alma.

Essa imagem, caro leitor, houve quem a ousasse pichar! Quem terá sido? Ainda não sabemos. Independente disso, você foi simbolicamente atingido. E se alguém ousa ferir esse sentimento tão profundo em sua alma, é sinal de que outros absurdos desses podem vir. Veja abaixo um que já está para vir, se não reagirmos:

O Programa Nacional de Direitos Humanos, decretado pelo atual Governo, quer proibir os símbolos religiosos nos locais públicos. Sim, quer proibir os crucifixos, as imagens… alguns perguntaram se não iam proibir o Cristo Redentor! Muitos reagiram. O Min. Vannuchi disse que ia rever o texto. Mas afirmou no dia 8 deste mês que não mudaria o conteúdo.

É possível que os autores e propulsionadores do PNDH-3 aproveitem esse ato de vandalismo contra o Cristo Redentor para testar a reação do público. Sim, leitor, testar a sua reação face a esse absurdo de picharem o Cristo Redentor. Pois se a reação for pequena, então eles saberão que não terão dificuldade em impor a proibição de símbolos religiosos!

O que fazer então? Reagir! Mas –  perguntará alguém – como reagir, se a tinta do spray já foi limpa?

Respondo: a pichação foi limpa. O pecado não. É preciso reparar!

Clique aqui e nos diga o que você vai fazer para repara essa ofensa feita a Nosso Senhor.