Teste de compreensão: De acordo com o artigo sobre o Calcanhar-de-Aquiles da esquerda latino-americana, de Péricles Capanema, em que categoria o leitor qualificaria, na notícia abaixo divulgada pela Yahoo (05/05/2010), a atitude do Presidente Lula: “carnívora” ou “herbívora”? Por quê?

Aceno da Espanha a Honduras irrita Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitará a reunião de hoje da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), em Buenos Aires, para discutir com os demais presidentes da região a Cúpula da União Européia e América Latina, no dia 18. No governo brasileiro, a avaliação é que a Espanha, que está na presidência da União Européia (UE), estaria “forçando a barra” ao convidar Honduras, que foi expulsa da Organização dos Estados Americanos (OEA), para a assinatura do acordo de livre comércio com os países da região.

Lula já deu sinais de que poderá cancelar sua participação na reunião caso se confirme a presença do presidente hondurenho, Porfírio Lobo. O líder brasileiro fez as declarações em meio a reuniões com o presidente paraguaio, Fernando Lugo, em Ponta Porã (MS). O Brasil não reconhece a eleição de Lobo, a exemplo de Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai, Venezuela, Equador e Cuba. “Não há mais espaço para rupturas institucionais e golpes militares na nossa região e na Unasul”, disse Lula.

O Brasil considerou ilegal a destituição do presidente Manuel Zelaya, em 28 de junho. O líder foi deposto após tentar convocar uma consulta popular que poderia abrir as portas para a realização de uma Assembléia Constituinte. Quase três meses após o golpe, em 21 de setembro, Zelaya pediu abrigo à Embaixada do Brasil em Tegucigalpa, de onde saiu apenas em janeiro. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 

3 COMENTÁRIOS

  1. Está bem. Então, por falar em democracia, pergunto outra vez ao
    Presidente Lula e/ou seguidores: Quantos votos teve seu amigo
    Raúl Castro para a presidência de Cuba? Quando terminará
    o mandato de dom Raúl? Quantos votos teve o candidato
    concorrente?

     
  2. Atitude certamente carnívora. Fazem de tudo para conseguir o perdão para terroristas. Para reconhecer uma eleição inteiramente regular, democrática, rangem de todas as formas, só porque foi expulso do cenário um de seus asseclas.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here