40 mil imigrantes chineses ilegais (EUA); Pequim sabota o repatriamento

0

As agências federais americanas estão trabalhando para responsabilizar o regime de Pequim por sua recusa em cooperar na remoção de imigrantes ilegais chineses nos Estados Unidos, disse um porta-voz do Departamento de Estado ao Epoch Times.

Pequim sabota o acordo

“Desde outubro de 2017, o Immigration and Customs Enforcement (ICE), EUA, fez 1.300 pedidos a Pequim para fornecer documentos de viagem necessários para expulsar cidadãos chineses sob ordens finais de remoção – apenas para eles ficarem sem resposta, de acordo com um relatório de janeiro do Departamento de Segurança Interna (pdf).

O governo americano exortou repetidamente o regime chinês a aceitar o retorno de seus cidadãos sujeitos à remoção, disse o porta-voz por e-mail.

Tática do PCCh, não responder: 40.800 aguardando deportação

“Apesar deste compromisso que dura vários anos, a RPC [República Popular da China] tem sido insuficientemente responsiva aos nossos repetidos pedidos de emissão de documentos de viagem para indivíduos com ordens finais de remoção em tempo hábil”, acrescentaram.

Como resultado, o ICE foi forçado a libertar esses imigrantes ilegais para a comunidade, muitos dos quais foram condenados por crimes violentos ou outros crimes graves, disse o relatório do DHS. Os libertados fazem parte de um acúmulo de cerca de 40.800 cidadãos chineses que aguardam deportação nos Estados Unidos. O ICE é obrigado a libertar os estrangeiros ilegais da custódia após seis meses se for improvável que eles sejam repatriados em um futuro previsível.

O porta-voz do Departamento de Estado comentou: “Estamos trabalhando com o DHS para responsabilizar o governo da RPC a este respeito.”

O cinismo comunista chinês, como sempre

“A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, em uma reunião regular em 13 de maio, disse que viu o relatório e observou que “se isso for verdade, servirá para mostrar que os EUA está deliberadamente sabotando o intercâmbio normal de pessoa para pessoa com a China e politizando a questão. “

Sabidamente a China vive de espionar a tecnologia de ponta no Ocidente; suborna cientistas e professores nos EUA, como amplamente divulgado por nosso Site. O programa “Mil Talentos”, criado pelo PCCh, se destina especialmente a recrutar aliados no meio científico. Outro foco de propaganda comunista chinesa são os Institutos Confucio espalhados pelos EUA.

O comunismo é uma seita filosófica imperialista

“O comunismo, seita imperialista
Para demonstrar as asserções que acabamos de fazer, é preciso ter em vista,
antes de tudo, que o movimento comunista constitui fundamentalmente:
– uma seita filosofica atéia, materialista e hegeliana, a qual deduz dos seus
errôneos princípios toda uma concepção peculiar do homem, da economia, da
sociedade, da política, da cultura e da civilização;
– uma organização subversiva mundial: o comunismo não é apenas um
movimento de caráter especulativo. Pelos imperativos de sua própria doutrina quer
ele tornar comunistas todos os homens, e amoldar inteiramente segundo os seus
princípios a vida de todos os povos. Considerada neste aspecto, a seita marxista
professa o imperialismo integral, não só porque visa a imposição do pensamento e
da vontade de uma minoria a todos os homens, mas ainda porque essa imposição
atinge o homem todo, em todas as manifestações de sua atividade.”

https://www.pliniocorreadeoliveira.info/livros/1965.pdf

***

No Brasil, temos os aliados do PCCh, o governador João Doria, os governadores-interventores (lockdown) petistas, a BAND e outros do falso Centrão. Confiar na palavra de comunistas é para ingênuos ou para cúmplices de Xi Jinping.

“Enquanto Pequim continua a desprezar suas obrigações internacionais e desrespeitar a lei dos EUA, o DHS continuará a buscar consequências escalonadas – incluindo restrições de visto ”, disse o relatório do DHS.

Nossa Senhora Aparecida livre o Brasil do comunismo e de seus aliados, no falso Centrão.

Fonte: https://www.theepochtimes.com/us-working-to-hold-beijing-accountable-for-not-taking-back-40000-chinese-illegal-immigrants-state-department_3815246.html

Deixe uma resposta