Destaques

Resumo das principais repercussões veiculadas nos diversos órgãos da imprensa sobre o fechamento da mostra blasfema “Queermuseu” patrocinada pelo banco Santander.

Se você ainda não enviou o seu protesto, clique aqui saiba mais e faça já!

1 – Justiça nega por liminar reabertura da exposição Queermuseu no Santander Cultural
2 – Presidente do Santander taxa contrários ao “Queermuseu” de “intolerantes e deturpadores da informação”
3 – CPI dos Maus-tratos quer ouvir representante do Santander sobre Queermuseu
4 – Santander vai responder na justiça por exposição em Porto Alegre
5 – Grupos protestam contra e a favor do cancelamento de exposição sobre diversidade no Santander Cultural
6 – Suspensa no Sul, “Queermuseu” pode reabrir em Belo Horizonte
7 – Santander promete devolver à Receita dinheiro de exposição cancelada
8 – Banco Santander perde mais de 20 mil clientes em dois dias, após exposição pornográfica
9 – Como os cristãos reagiram à exposição do Santander que zombava do cristianismo
10 – “Queermuseu”: fechamento de exposição em Porto Alegre repercute na imprensa internacional
11 – Vários dos principais órgãos da grande imprensa contrariam o encerramento da blasfema exposição

Para alternar entre os tópicos, utilize os botões “Anterior” e “Próximo” abaixo:

1Justiça nega por liminar reabertura da exposição Queermuseu no Santander Cultural

Justiça Federal negou ação popular que pedia a reabertura da exposição Queermuseu, encerrada por decisão do Santander Cultural, em Porto Alegre, após pressão e críticas de diversos movimentos populares e religiosos. O despacho saiu na última quarta-feira (13), assinado pela juíza Thaís Helena Della Giustina, foi expedido pela 8ª Vara Federal de Porto Alegre, em caráter liminar.

O autor da ação foi o advogado e professor pelotense Gustavo Kratz Gazalle que informou que vai recorrer da decisão na próxima sexta-feira (15). Gazalle formulou o pedido por conta própria e alega motivações pessoais.

Ele viu, no cancelamento, uma ameaça à Constituição, especificamente o quarto incisivo do terceiro artigo da constituição brasileira: “promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação”. Isso porque Gustavo entende que a ação foi motivada por ideias preconceituosas por parte de quem condenou algumas das 270 obras que integravam a mostra.

Adaptado de: G1

Se você ainda não enviou o seu protesto, clique aqui saiba mais e faça já!

2Presidente do Santander taxa contrários ao “Queermuseu” de “intolerantes e deturpadores da informação”

Sergio Rial, presidente do Santander Brasil, escreveu um comunicado interno para os funcionários do banco sobre o cancelamento da exposição Queer Museu, em Porto Alegre.
[…]
No segundo parágrafo de seu texto aos funcionários, Rial afirma que “as críticas já não se centram, como se viu nas redes sociais, só na ação de alguns grupos intolerantes e deturpadores da informação, que desqualificavam a exposição. Os ataques têm enfoque na censura — “como não se via desde a ditadura”, para os mais fervorosos.”
[…]
Também usou várias palavras de incentivo aos funcionários: “Aqui é o Santander que não se furta a mostrar sua cara.” “Aqui não há medo”.

E finaliza pedindo para que os funcionários do banco pensem somente nos negócios, mas não se furtem a reagir, “quando atacados de forma desonesta”.

A assessoria de imprensa do Banco confirmou a autenticidade do documento e afirmou que ele reflete a visão do banco sobre o episódio.

Fonte: Gazeta do Povo

Se você ainda não enviou o seu protesto, clique aqui saiba mais e faça já!

3CPI dos Maus-tratos quer ouvir representante do Santander sobre Queermuseu

A CPI dos Maus-tratos realiza nesta quinta-feira (14), às 10h30, reunião para apreciação de requerimentos. Um dos itens da pauta é a convocação do presidente do Santader Cultural, Sérgio Rial, para falar da mostra sobre diversidade cultural cancelada em Porto Alegre diante das acusações de que conteria obras com apologia à pedofilia e ao abuso sexual de crianças. A reunião ocorrerá na sala 19 da Ala Alexandre Costa.

Fonte: Senado Notícias

Se você ainda não enviou o seu protesto, clique aqui saiba mais e faça já!

4Santander vai responder na justiça por exposição em Porto Alegre

A mostra patrocinada pelo Santander em Porto Alegre – encerrada 1 mês antes do previsto – trará más consequências ao banco.

O vereador de Porto Alegre Wambert Di Lorenzo (Pros) e o advogado católico Paulo Fernando Melo, de Brasília, vão entrar com uma ação conjunta por danos morais contra a instituição.

Fonte: Último Segundo – IG

Se você ainda não enviou o seu protesto, clique aqui saiba mais e faça já!

5Grupos protestam contra e a favor do cancelamento de exposição sobre diversidade no Santander Cultural

Dois atos simultâneos ocorrem no Centro de Porto Alegre na tarde desta terça-feira (12) após o cancelamento da exposição Queermuseu, que seguiria no Santander Cultural até 8 de outubro, mas foi encerrada no último domingo (10) após críticas. Um dos grupos pede a volta da mostra, e outro apoia a suspensão.
Devido aos protestos, o Santander Cultural cancelou a programação desta terça. A partir de quarta (13), as atividades voltarão a ser realizadas normalmente.
[…]
A exposição sobre a diversidade de expressão de gênero reunia mais de 270 obras, de 90 artistas plásticos. Algumas imagens foram consideradas ofensivas por quem contestou a mostra. O conteúdo foi classificado por um grupo de pessoas como um “incentivo à pedofilia, zoofilia e contra os bons costumes.

Fonte: G1

Se você ainda não enviou o seu protesto, clique aqui saiba mais e faça já!

6Suspensa no Sul, “Queermuseu” pode reabrir em Belo Horizonte

RIO — Cancelada no Santander Cultural, em Porto Alegre, a exposição “Queermuseu — Cartografias da diferença na arte brasileira” pode reabrir a 1.700 quilômetros de distância da capital gaúcha. O curador Gaudêncio Fidelis disse nesta terça-feira que existe a possibilidade de levar a mostra para Belo Horizonte, por intermédio de pessoas ligadas ao presidente da Fundação Municipal de Cultura de BH, Juca Ferreira. Ex-ministro da Cultura dos governos Lula (2008-2011) e Dilma Rousseff (2015-2016), Ferreira diz ver a proposta “com simpatia”.

Fonte: O Globo

Se você ainda não enviou o seu protesto, clique aqui saiba mais e faça já!

 

7Santander promete devolver à Receita dinheiro de exposição cancelada

RIO — O banco Santander comunicou que irá devolver à Receita Federal os R$ 800 mil captados via Lei Rouanet para a realização da exposição “Queermuseu — Cartografias da diferença na arte brasileira”. A mostra foi fechada neste sábado após protestos na instituição e nas redes sociais de grupos que a acusam de “desrespeitar símbolos, crenças e pessoas”.

“Queermuseu” foi inaugurada em 14 de agosto, no Santander Cultural, em Porto Alegre, e deveria ficar em cartaz até 8 de outubro.

Fonte: O Globo

Se você ainda não enviou o seu protesto, clique aqui saiba mais e faça já!

8Banco Santander perde mais de 20 mil clientes em dois dias, após exposição pornográfica

Segundo o site do Ministério da Cultura, o banco Santander investiu quase 1 milhão de reais, usando os benefícios fiscais da Lei Rouanet, na criminosa exposição Queermuseu, sediada no prédio da fundação Santander Cultural na cidade de Porto Alegre. Entre as ditas obras expostas no lugar, sob o pretexto da defesa dos direitos dos homossexuais, vê-se imagens que configuram os crimes de apologia à pedofilia e ultraje a fé cristã, como divulgada em várias páginas nas redes sociais.

Não demorou muito para as paginas oficiais do Banco receberem milhares de críticas  dos próprios clientes que decidiram encerrar suas contas no banco ao todo em péssima avaliação foram mais de 22 mil e a cada hora o numero aumenta.

Fonte: Folha Online

Se você ainda não enviou o seu protesto, clique aqui saiba mais e faça já!

9Como os cristãos reagiram à exposição do Santander que zombava do cristianismo

– No domingo, em sua página no Facebook, o senador Magno Malta, presidente das CPI dos Maus-tratos contra Crianças e Adolescentes, divulgou um vídeo em que um morador de Porto Alegre apresenta as obras expostas no Santander Cultural. Malta explica, na publicação, que deve convocar o Banco e os responsáveis pela mostra, para “investigar o uso de recurso público no evento que agride a nação cristã, ameaça crianças, jovens e os bons costumes da família brasileira”. Segundo ele, este é um evento criminoso que faz apologia à pedofilia, que é considerado crime hediondo.

– No mesmo dia, o Movimento Brasil Livre (MBL) publicou também um vídeo em que mostra seu repúdio à exposição. Kim Kataguiri, um dos líderes do movimento questionou o por quê de artistas quererem mostrar a liberdade de opinião atacando o cristianismo, promovendo a zoofilia e a pedofilia, com o dinheiro público, já que a mostra foi viabilizada por causa da Lei Rouanet, de incentivo à cultura.

– Já o advogado e consultor jurídico do Democratas, Adão Paiani, divulgou em sua página no Facebook que protocolou uma notícia-crime contra os responsáveis pela exposição, alertando para o fato de que, mesmo com o cancelamento do evento, eles serão responsabilizados criminalmente e o dinheiro dispensado nessa questão será pedido de volta.

 Carla Zambeli, do movimento “#Nas Ruas”, também demonstrou sua insatisfação com a situação. Em vídeo divulgado na página do grupo no Facebook, ela afirma que os organizadores cometeram um ato criminoso e extremamente ofensivo aos cristãos. “Eu, como cristã tive um sentimento de repúdio. E repudio, principalmente, porque isso foi feito com dinheiro público. Quase um milhão de reais firam gastos com uma mostra que não é de arte, mas sim de ódio”, diz.

– Também no Facebook, o jornalista Paulo Eduardo Martins trouxe uma lista expondo o nome dos sócios do Banco Santander, como incentivo para que a sociedade cobre deles o reparo do mau que permitiram acontecer.

– Foto divulgada pelo procurador Guilherme Schelb, que promove cursos para pais sobre seus direitos em relação à escola no que diz respeito à formação moral dos filhos.

Fonte: Sempre Família

Se você ainda não enviou o seu protesto, clique aqui saiba mais e faça já!

10“Queermuseu”: fechamento de exposição em Porto Alegre repercute na imprensa internacional

Nesta segunda-feira (11), os sites dos jornais The New York Times e  Washington Post, dois dos principais veículos dos Estados Unidos, publicaram um relato sobre o ocorrido. Ambos os portais utilizaram um texto assinado pela Associated Press, agência internacional de notícias. A publicação refere-se ao caso como uma “exposição de arte sobre diversidade de gênero cancelada em resposta a uma campanha de grupos conservadores”.

[…]

O site ArtReview Asia, versão asiática de um dos mais importantes portais especializados em arte no mundo, destaca que a exposição incluía trabalhos de 85 artistas, inclusive de nomes importantes dentro do universo das artes, como Adriana VarejãoAlfredo VolpiCândido PortinariClóvis Graciano, Fabio Del ReFlávio CerqueiraLeonilson e Gilberto Perin.

Fonte: Zero Hora

Se você ainda não enviou o seu protesto, clique aqui saiba mais e faça já!

11Vários dos principais órgãos da grande imprensa contrariam o encerramento da blasfema exposição

Folha de São Paulo – Caso da ‘Queermuseu’ arrisca se tornar triste rotina no país

Não é a primeira vez que uma instituição se curva a protestos. Alvo de ataques de movimentos de direita nas redes sociais, o Santander Cultural só engrossa uma lista de casos recentes.

[…]

É mais um respingo do pensamento ultraconservador na esfera artística.

El Pais – Queermuseu: O dia em que a intolerância pegou uma exposição para Cristo

Nos últimos dias, a intolerância voltou a assombrar a arte. A exposição Queermuseu – Cartografias da Diferença na Arte Brasileira, em cartaz há quase um mês no Santander Cultural, em Porto Alegre, foi cancelada neste domingo após uma onda de protestos nas redes sociais.

[…]

Não é a primeira vez que obras causam uma chuva de reclamações e são censuradas. Em 2006, o Banco do Brasil retirou do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro a obra Desenhando em Terços, da artista plástica Mácia X, que mostrava a foto de dois terços que desenhavam dois órgãos sexuais masculinos e formavam também uma cruz.

Huffington Post Brasil – A perigosa censura disfarçada de ‘defesa da moral’

Vamos deixar uma coisa bem clara: alguém achar uma obra de arte “repulsiva” não lhe dá o direito de querer que a mostra onde a obra é exposta seja fechada. Obviamente as pessoas podem fazer críticas morais, em seus círculos ou redes sociais, etc. Mas se alguém acha algo repulsivo, é simples: não vá ao local da exposição e não recomende aos amigos.

Gazeta do Povo – Oitenta anos depois do nazismo, MBL faz ressurgir conceito da “arte degenerada”

Certamente não se trata de dizer que o MBL seja nazista: não é. Mas é evidente que a prática de negar o caráter de arte a tudo aquilo que se considera “desvio” de uma certa moralidade é típica de regimes autoritários e de gente que não entendeu ainda, mais de 130 anos depois do impressionismo, o que é a arte moderna.

G1 (Portal de notícias da Globo) – ‘Papel da arte é fazer pensar’, diz pesquisadora após exposição sobre diversidade ser cancelada em Porto Alegre

Para Ana Albani de Carvalho, professora do Instituto de Artes da UFRGS e pesquisadora das relações entre arte e política, na arte moderna e contemporânea, não são raros os casos em que os artistas demonstram uma perspectiva crítica com certos temas que, muitas vezes, atingem o limite do intolerável para alguns públicos. Mas isso não significa que tais obras devam ser censuradas.

Se você ainda não enviou o seu protesto, clique aqui saiba mais e faça já!

 

4 COMENTÁRIOS

  1. Um dos motivos porque o banco “Satander” fez a exposição criminosa e blasfema, dinheiro do subversivo bilionário contra a cultura ocidental cristã: De acordo com o site português Dinheiro Vivo, o bilionário George Soros entrou com um capital de 500 milhões euros no banco Santander em 2015.
    https://jornalivre.com/2017/09/11/em-2015-soros-entrou-com-capital-de-500-milhoes-de-euros-no-banco-santander/

    Investigação revela que pelo menos um dos artistas envolvidos na exposição do Santander Cultural era praticante de satanismo (autor daquela profanação da mala com as hóstias)
    https://www.facebook.com/midiainversa/photos/a.538891136170438.1073741828.538885886170963/1565177260208482/?type=3&theater&ifg=1

     
  2. Que coisa feia vocês patrocinarem essa “arte”.
    Caíram no meu conceito, e não irei recomendar a ninguém o Santander.
    E, por favor, não se justifiquem usando essa baboseira chamada politicamente correto, de nova ordem mundial, etc.
    Garanto que nas famílias de vocês ninguém pratica o tipo de arte defendida nessa exposição lixenta.
    Tudo em nome das dinastias dos grandes banqueiros.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here