“O Departamento de Justiça tem evidências de que a organização extremista de extrema esquerda  Antifa e outros grupos semelhantes estiveram por trás dos recentes distúrbios, a fim de alimentar sua própria agenda violenta, segundo o procurador-geral William Barr.”

Temos evidências de uma articulação de Antifa e outros grupos extremistas

“Temos evidências de que Antifa e outros grupos extremistas semelhantes, bem como atores de várias persuasões políticas diferentes, estiveram envolvidos na instigação e participação na atividade violenta”, disse ele. “Também estamos vendo atores estrangeiros atuando de todos os lados para exacerbar a violência”.

Embora a maioria tenha demonstrado pacificamente, disse Barr, alguns “seqüestraram protestos para se envolver em ilegalidade, tumultos violentos, incêndios criminosos, saques de empresas e assaltos a propriedades públicas contra policiais e pessoas inocentes e até o assassinato de um agente federal. “

“O que começou como protestos pacíficos sobre a morte de George Floyd em 25 de maio”, (…) “anarquistas como Antifa e outros agitadores” estão “explorando a situação para buscar agendas violentas e extremistas”.

“Esses indivíduos começaram a semear discórdia e revolta, em vez de se unirem à busca justa de igualdade e justiça”, disse Wray.

Acumulando material para saques, destruição: tijolos, pedras, material incendiário

Nos últimos dias, departamentos de polícia de vários estados alertaram para a estocagem proposital de materiais em determinados locais, a fim de estimular tumultos.

“O Departamento de Polícia de Kansas City, no Missouri,  declarou  no Twitter que “aprendeu e descobriu esconderijos de tijolos e pedras” em algumas áreas “para serem usados ​​durante um tumulto” e pediu às pessoas que relatassem esses casos às autoridades a serem removidas.”

Dias depois, o Departamento de Polícia de Minneapolis  alertou sobre  “materiais incendiários e aceleradores”, como garrafas de água cheias de gasolina encontradas escondidas em arbustos e bairros.

O FBI tem “várias investigações em andamento” contra “extremistas anarquistas violentos”, de acordo com Wray, incluindo o que ele descreveu como “aqueles motivados por Antifa, ou uma ideologia semelhante a Antifa”.

São casos de terrorismo doméstico

“Classificamos e tratamos esses casos como investigações de terrorismo doméstico e os perseguimos ativamente por meio de nossas forças-tarefa conjuntas de terrorismo”, disse ele. “Que táticas que eles usam varia muito às vezes de cidade para cidade, às vezes até de noite para noite.”

***

Brasil e EUA têm tomado uma atitude anti socialista tanto a nível nacional como internacional. A agenda pelos Valores Morais, a organização e difusão de notícias anticomunistas pelas redes sociais, o fracasso da esquerda terá levado a esse recurso extremo de “terrorismo doméstico”?

Também no Brasil se ensaiam protestos de esquerda que a midia tenta inflar. Tem isso alguma relação com a “agenda coronavírus” em nome da qual se servem alguns governadores-interventores, decretando quarentenas ditatoriais, prolongadas? Esperam um empobrecimento que crie um caldo de cultura para agitações?

Também durante a Revolução Francesa a esquerda usou desse estratagema. Fiquemos atentos às lições da História.

Fonte: https://www.theepochtimes.com/doj-has-evidence-that-antifa-other-similar-groups-have-instigated-violent-activity-barr_3377095.html?ref=brief_News&__sta=vhg.uosvpxUIsmqhgvv%7CHQH&__stm_medium=email&__stm_source=smartech

Deixe uma resposta