“WASHINGTON, DC, 21 de janeiro de 2021 (LifeSiteNews) – Em comentários feitos hoje à Organização Mundial da Saúde (OMS), o Dr. Anthony Fauci anunciou o compromisso do regime de Biden com a promoção do aborto, bem como uma nova relação entre os Estados Unidos e a OMS.”

Fauci foi nomeado Conselheiro Médico Chefe de Joe Biden, que prestou juramento como presidente ontem, e se tornou o porta-voz de fato de Biden para a OMS na 148ª sessão do Conselho Executivo da organização que está ocorrendo atualmente. Fauci é o chefe do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, que ficou famoso por suas constantes aparições na mídia durante o surto do coronavírus.

Ele deixou claro que o regime de Biden estaria intimamente alinhado com a OMS, observando que Biden já havia “assinado cartas retirando o anúncio do governo anterior de se retirar da organização.”

“Tenho a honra de anunciar que os Estados Unidos continuarão sendo membros da Organização Mundial da Saúde”, declarou Fauci.

Sob a autoridade de Biden, os EUA estarão “totalmente engajados no avanço da saúde global”, acrescentou ele, e “trabalharão de forma construtiva com os parceiros para fortalecer e reformar a OMS”.

Aborto é plataforma de Democratas e da OMS

No entanto, o recém-nomeado Conselheiro Médico Chefe também destacou o compromisso de Biden com a promoção da “saúde sexual e reprodutiva” e “direitos reprodutivos”, que são eufemismos comuns para aborto e contracepção.

Dr Anthony Fauci mostra sua simpatia pelo aborto e pela OMS

“E será nossa política apoiar a saúde sexual e reprodutiva de mulheres e meninas e os direitos reprodutivos nos Estados Unidos, bem como em todo o mundo. Para tanto, o presidente Biden irá revogar a Política da Cidade do México nos próximos dias, como parte de seu compromisso mais amplo de proteger a saúde das mulheres e promover a igualdade de gênero em casa e no mundo ”.

A Política da Cidade do México proíbe o financiamento federal do aborto no exterior. Sob o ex-presidente Donald Trump, ela foi expandida para uma política chamada Protegendo a Vida na Assistência à Saúde Global.

Biden se diz católico, apoia aborto e agenda LGBT

Biden divulga que é católico, compareceu à missa pouco antes de sua posse, mas tem sido muito aberto sobre seu forte apoio ao aborto e à ideologia LGBT. Ele chamou o aborto de “serviço de saúde essencial” e deseja consagrar o aborto sob demanda durante todos os nove meses de gravidez na lei federal.

O Papa Francisco deu os parabéns a Biden ontem, mas não mencionou a questão do aborto em sua mensagem.

Biden assinou ontem à noite, dando permissão para soldados confusos de gênero servirem abertamente nas forças armadas.

Agradecer a liderança da OMS na pandemia?

Se há fato público e notório em todos os continentes é o mau desempenho da OMS nessa pandemia. Cumplicidades com a China, retardamento em anunciar o perigo para o mundo, campanha contra a hidroxicloquina.

Continua a notícia: “Além de comprometer os EUA para ajudar a OMS a financiar e promover o aborto, Fauci mencionou repetidamente a estreita relação que existiria entre os dois no futuro. Ele agradeceu à OMS por seu “papel na liderança da resposta de saúde pública global a esta pandemia” e garantiu à organização que os EUA “Pretende cumprir suas obrigações financeiras.”

Todos se lembram de que Trump havia desaprovado o financiamento da OMS por sua falha crítica na resposta ao coronavírus e seus laços estreitos com a China comunista. Também isso é fato notório.

***

Biden representa a ideologia Democrata. Não se trata de uma mudança de Presidente, estamos começando a ver o plano da esquerda de combater a Vida, promover o Aborto sob o eufemismo de saúde sexual e reprodutiva de mulheres e meninas e os direitos reprodutivos nos EUA e no Mundo. Promover a agenda LGBT.

O Brasil desponta mais uma vez como a esperança do Ocidente cristão. Nascido sob o signo da Cruz estampada em nosso céu, com uma Missa celebrada por frei Henrique de Coimbra, somos aqueles que expulsaram os holandeses de Pernambuco em 1654, os franceses calvinistas no Rio de Janeiro. Esse País que se levantou contra a esquerda petista tem uma missão providencial: liderar as Nações do continente e ser exemplo para o Mundo inteiro.

Fonte: https://www.lifesitenews.com/news/fauci-assures-world-health-org-biden-regime-is-committed-to-funding-abortions

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta