Breves: Coreia do Norte apoia Putin

0

Seul, 12 de junho (EFE) .- O líder (ditador) norte-coreano Kim Jong-un expressou seu “pleno apoio” ao presidente russo, Vladimir Putin, por ocasião da celebração do dia nacional deste país neste domingo.


Kim elogiou que, sob a liderança de Putin, a Rússia “conseguiu corajosamente superar todos os tipos de desafios e dificuldades” que o país enfrentou “para alcançar a justa causa de defender a dignidade, a segurança e o direito ao desenvolvimento”.

O que quer o ditador Kim com essas palavras? O fim justifica os meios, o importante é o triunfo do Partido Comunista.

Chama a atenção que um ditador como Kim elogie a atitude de Putin face a uma invasão brutal da Ucrânia, com mais de 10 mil soldados mortos, civiis e destruição de cidades.

Fosse a ONU uma organização respeitável e respeitada e a condenação desta agressão teria redundado numa renúncia de Putin, na justa indenização da Ucrânia e de uma marca indelével na História da Rússia que outra coisa não faz senão seguir os caminhos de Stalin.

Acentua a notíca que “a península está atolada em uma corrida armamentista devido aos constantes testes de mísseis de Pyongyang e à resposta dos aliados, aos quais se soma a possibilidade de um novo teste atômico do regime hermético.”

Um apoio da Coreia do Norte só agrava a situação política internacional de Putin. Alías, os dois seguem caminhos ditatoriais.

Fonte: https://panampost.com/efe-panampost/2022/06/12/kim-jong-un-se-acerca-cada-vez-mas-a-putin-y-le-expresa-su-pleno-apoyo/

Deixe uma resposta