Câmara de BH rejeita linguagem neutra; venceu a civilização cristã

0

A Câmara Municipal de BH derrotou ontem a linguagem “neutra”.

O Projeto de Lei de Nikolas Ferreira, PL 54-21, que visa proibir o uso de linguagem neutra, sobe pena de sanções administrativas e garantir a integridade da lingua pátria no ensino foi aprovado por esmagadora maioria.

Vamos comemorar mais essa vitória do bom senso sobre o subjetivismo;

a vitória da Civilização sobre a Barbárie.

A vitória dos Conservadores sobre a Esquerda da Revolução Cultural.

A vitória do Sim sobre o Não

A vitória da Verdade sobre o Negacionismo

A vitória da Razão sobre a Imaginação

A vitória de Deus sobre Satanás!

***

“Bárbaro, portanto, e incivilizado, é o homem que não governa seus instintos e que se torna, assim, inapto para a vida social”, escreveu o Prof. Plinio.

Ai está, imaginar uma linguagem “neutra”, para uma construção social subjetiva, a nova forma de bárbárie apresentada pelos partidos de esquerda.

Nossos cumprimentos ao vereador Nikolas Ferreira pela iniciativa em defesa do Brasil.

Nossa Senhora Aparecida livre o Brasil dessa nova forma de barbárie.

Deixe uma resposta