Vejo para nosso País grandes possibilidades econômicas em todo o seu porvir. Sou, porém, inteiramente leal com os leitores. Por mais que a perspectiva desse enriquecimento me atraia, voam mais alto minhas ambições. Na ascensão do gigante brasileiro, e do potente bloco das nações irmãs, sobretudo me empolga ver renascido em nossos países o zelo idealista do gênio católico e latino, projetando a sua luz, como astro de primeira grandeza, sobre as rotas do mundo no século XXI.

Se alguém, obcecado pela fome do lucro, rir-se desta afirmação, ria-se à vontade; pois sou dos que prezam devidamente os interesses, mas colocam acima deles os ideais. E disto não arredo um passo.

___________________________________________________

Excertos de artigo de Plinio Corrêa de Oliveira, publicado em “A Tarde” (de Salvador), 21 de novembro de 1972; e “O Jornal” (do Rio de Janeiro), 23 de novembro de 1972. Fonte: Revista Catolicismo, Nº 831, Abril/2020.

Deixe uma resposta