Em 2010, a China comunista foi o país que aplicou mais capitais diretos no Brasil: US$ 17 bilhões, pouco menos de um terço do total de US$ 52,6 bilhões. A estimativa é da Sociedade Brasileira de Estudos de Empresas Transnacionais e da Globalização (Sobeet).

Os chineses trazem os capitais ‒ como na operação da Sinopec com a Repsol ‒ via paraísos fiscais. Eles procuram commodities e instalações de infraestrutura estratégicas.

Em maio, a Sinochem comprou, por US$ 3 bilhões, 40% do campo petrolífero de Peregrino e adquiriu sete companhias de transmissão de energia por US$ 1,7 bilhão, enquanto a ECE comprou a mineradora Itaminas por US$ 1,2 bilhão.

O presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, Charles Tang, calcula que as compras de empresas no Brasil por chineses podem ter superado US$ 20 bilhões em 2010.

A cifra deve ser somada aos US$ 10 bilhões que o China Development Bank emprestou à Petrobras. Até 2009, os investimentos chineses acumulados no país não passavam de US$ 400 milhões.

Em seu túmulo, Mao Tsé Tung, fundador do comunismo chinês deve estar esfregando as mãos.

Não corrompam nossas crianças através da “Ideologia de Gênero”

A Ação Jovem do IPCO está promovendo uma campanha nacional de abaixo-assinados que serão enviados para o Presidente Michel Temer pedindo a exclusão da satânica "Ideologia de Gênero" da Base Nacional Comum Curricular - BNCC.

Clique aqui e assine já!

 

10 COMENTÁRIOS

  1. Nossos governantes não estão cientes do porvir; nossa soberania de nada servirá anti o poder bélico e econômico da China, nossa “futura” geração estar comprometida o que será dos nosso netos e bisnetos. O Brasil estar privatizando tudo, não há estratégia, somos um povo vulnerável, diante de um povo altamente estrategista, eles, estão ampliando seu poder imperialista, reservando para os seus, nossas terras férteis e produtivas.”Brasil para todos” esse é o jeito PT de governar, cuidando das “pessoas”.

     
  2. É estarrecedor. Agora corremos o risco de sermos colonizados pela China, potência altamente militarizada e populosa. aí dos nossos filhos, netos e descendentes!

     
  3. Sr. Teodoro Alves,

    Queria lhe dizer que o economista, ex-deputado federal e ex-ministro de Estado Antônio Delfim Netto é um dos raros homens de saber a comentar atualmente a vida brasileira.

    (A exemplo do que fazia o saudoso economista e diplomata Roberto Campos e o que ainda faz, também, o deputado Paulo Maluf, empresário e homem público que, a despeito da feroz campanha de difamação jamais vista neste país, permanece como exemplo de realizador progressista; que o digam os paulistas…).

    Voltando ao sr. Delfim Netto, não foi por acaso que o grande presidente que foi o General Médici o convidou a fazer parte de seu governo, em razão do qual o Brasil crescia a 15% ao mês, e que não ludibriava o povo com bolsa-miséria, mas lhe concedia o que qualquer administração deveria conceder, aliás como consta em qualquer constituição: estudo e emprego.
    ________________________________

    Depois do comentário do sr. Hélio Viana, é difícil encontrar o que escrever. Parabéns! Concordo integralmente.

     
  4. Helio,
    Quando acessei esta Noticia, tinha a intenção de postar um comentário… mas o seu foi tão apropriado que só tenho a lamentar que, em vista do “Pra frente Brasil” estamos fechando os olhos para os ACORDOS, CONXAVOS E outras ASSOMBROSAS negociações que nosso “GOVERNO, BRASIL PARA TODOS” tem feito. Eu sempre me pergunto nesta propaganda do governo “Brasil para todos”… é… QUEM SÃO ESTES “TODOS”… acho que não inclui a população honesta, consciênte, batalhadora e com preceitos e virtudes… esta não constas neste “TODOS” da propaganda governista.
    ME GELA A ALMA, ter este nível de COMPROMETIMENTO comercial com um País “destes”.
    Como disse o José Norberto acima, Direitos Humanos… este termo é TOTALMENTE desconhecido na CHINA… um pais onde quase 70% da população esta sob regime de trabalho semi-escravo (QUANDO NÃO totalmente).
    @Helio Viana

     
  5. O alerta vem também de Delfin Neto conhecido economista, ex-ministro. Em suas publicações tem ele salientado o gasto crescente da China no item armamento militar com forte investimento no setor naval, para quê?
    Não estão exigindo desarmamento unilateral ao EUA? Por que, então, a China tem que se armar? Por quê a grande midia não faz este alerta. Podemos confiar nos “parceiros” chineses, que enquanto povo não são nossos inimigos, mas o seu regime é o comunista.

     
  6. A China com o seu objetivo expancionista do comunismo pelo mundo encontrou no Brasil um solo fértil para sua implantação através da aplicação de suas sutilidades. Como se exixe das empresas brasileiras a certificação de seus produtos, se não são originários de áreas e serviços que não atendem os DHs, terras da amazonia.Etc… Porque não exigir o mesmo da China? se os seus produtos não são originários de mãos de obra de trabalhos escravos e outros desrespeitos aos DHs, preconizados pela ONU. O vento que v enta cá, não venta lá? Que coisa!

     
  7. É bem assim: através da Reforma Agrária socialista e confiscatória, o governo brasileiro expropria injustamente terras de seus legítimos proprietários e depois permite que parcelas do solo brasileiro sejam vendidas a um país estrangeiro – a China comunista – que expropriou todas as propriedades privadas de seu país através de uma radical Reforma Agrária e por isso não tem como alimentar sua imensa população. Para evitar que esta se revolte a ponto de ameaçar a estabilidade do regime, este então, para se manter, compra terras e empresas no Brasil e alhures. Ou seja, com o sacrifício de nossa soberania estamos assegurando a continuidade de um regime escravagista, imperialista e opressor!

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome